fbpx
Conecte-se conosco

Brasil

Na contramão mundial, Grécia adota semana de trabalho com 6 dias

Publicado

em

Na contramão mundial, Grécia adota semana de trabalho com 6 dias
Caio Barbieri

Na contramão mundial, Grécia adota semana de trabalho com 6 dias

A Grécia recentemente implementou uma semana de trabalho de seis dias em determinados setores como uma estratégia para impulsionar o crescimento econômico.

De acordo com a nova legislação, em vigor desde o início de julho, os funcionários podem agora trabalhar até 48 horas por semana, em vez das tradicionais 40 horas.

“Acredito que o núcleo desta legislação é favorável aos trabalhadores e está profundamente voltado ao crescimento”, afirmou o primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, ao jornal britânico The Guardian . Ele ressalta que a medida também visa equiparar a Grécia com o restante da Europa.

A nova política se aplica apenas a empresas que operam 24 horas por dia, sete dias por semana, em turnos rotativos. E, apesar de ser opcional para os trabalhadores, estes recebem um adicional de 40% pelas horas extras realizadas.

A medida busca atender demandas operacionais urgentes que não podem ser supridas pela oferta disponível de trabalhadores especializados. Além disso, as regulamentações visam proteger os trabalhadores contra o trabalho não declarado ou insuficientemente declarado, garantindo uma compensação justa.

No entanto, a Grécia está indo na contramão de uma tendência global de semanas de trabalho mais curtas.

Durante a pandemia da covid-19, empresas em diversos países têm adotado modelos de trabalho flexíveis, com experimentos bem-sucedidos de semanas de quatro dias, sem perda salarial.

A Islândia, por exemplo, considerou o teste da semana de quatro dias como extremamente positivo.

The post Na contramão mundial, Grécia adota semana de trabalho com 6 dias first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

TSE altera data do concurso da Justiça Eleitoral para 8 de dezembro; inscrições seguem até quinta

Publicado

em

Ao todo, o TSE e 26 tribunais regionais eleitorais (TREs) oferecerão 412 vagas para 21 cargos das carreiras de analista e de técnico judiciário, ambos de nível superior de ensino, em diversas especialidades.

O prazo para o pagamento da taxa é até 9 de agosto. O candidato deverá usar a Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança), gerada na conclusão do preenchimento da ficha de inscrição online. Foto: assessoria

Com assessoria

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) alterou a data de realização do seu concurso público. Assim, as provas serão aplicadas no dia 8 de dezembro. A alteração foi informada em edital publicado nesta terça-feira (16).

Segundo o tribunal, a mudança dará mais segurança e prazo para os candidatos se prepararem. “A mudança de data tem o objetivo de dar maior segurança aos candidatos e prazo para a preparação para as provas, assegurando o tempo necessário para a apuração dos resultados e garantir a pronta nomeação após a conclusão do certame.”

Com essa mudança, o prazo para a nomeação dos aprovados passou para julho de 2025. “Esses prazos decorreram da necessidade que os realizadores do certame precisam para ultimar todas as providências e fases do concurso, além de formular as alterações decorrentes da ampliação do número de vagas inicialmente oferecidas”, explicou o TSE.

Inicialmente, o concurso estava previsto para ocorrer no dia 22 de setembro.

Inscrições

As inscrições para o concurso unificado da Justiça Eleitoral terminam na próxima quinta-feira (18), às 18 horas, no horário oficial de Brasília. Ao todo, o TSE e 26 tribunais regionais eleitorais (TREs) oferecerão 412 vagas para 21 cargos das carreiras de analista e de técnico judiciário, ambos de nível superior de ensino, em diversas especialidades.

A taxa de inscrição é R$ 130, para quem quer concorrer aos cargos de analista judiciário, e R$ 85, para os de técnico judiciário.

O prazo para o pagamento da taxa é até 9 de agosto. O candidato deverá usar a Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança), gerada na conclusão do preenchimento da ficha de inscrição online, no site do Cebraspe.

O concurso irá preencher vagas de cargos efetivos dos quadros de pessoal da Justiça Eleitoral, além da formação de cadastro reserva. O cargo com a maior oferta é o de técnico judiciário – área administrativa, com 208 vagas.

Comentários

Continue lendo

Brasil

Polícia divulga foto e pede apoio para localizar mulher por suposta participação na morte de dentista

Publicado

em

Durante as investigações, os policiais descobriram que Raquele teve participação no assassinato do dentista e a Justiça determinou a prisão temporária.

Polícia Civil está a procura de Raquele Leme Machado, por suposto envolvimento na morte do dentista Clei Bagattini. Foto: assessoria

A Polícia Civil está a procura de Raquele Leme Machado, por suposto envolvimento na morte do dentista Clei Bagattini. O crime aconteceu no consultório da vítima, no município de Vilhena, no dia 12 deste mês.

Maicon S.R., foi apontado como o autor dos disparos que tiraram a vida do dentista em seu local de trabalho. O criminoso invadiu o consultório e atirou várias vezes contra Clei.

Após o crime, Maicon fugiu pela BR-364 sentido Porto Velho, mas parou em um pesque-pague em Jaru, na Linha 627, após um cerco policial.

Ele reagiu, acabou atingindo um policial militar, com um tiro. Maicon conseguiu escapar do cerco e não foi localizado até o momento.

Uma grande operação policial foi montada para tentar prender Maicon.

Durante as investigações, os policiais descobriram que Raquele teve participação no assassinato do dentista e a Justiça determinou a prisão temporária.

Qualquer informação sobre o paradeiro dos dois foragidos, devem ser repassaras para a Polícia Militar, no 190, ou Polícia Civil, no 197.

O dentista Clei Bagattini. O crime aconteceu no consultório da vítima, no município de Vilhena, no dia 12 deste mês. Foto: assessoria

Comentários

Continue lendo

Brasil

PF combate grilagem de terras no sul do Amazonas

Publicado

em

Elementos colhidos na referida operação apontaram para a existência de matrículas possivelmente fraudulentas, registradas no cartório de Pauini/AM, utilizadas por grileiros na região

Material apreendido na diligência será submetido a análise pela equipe de investigação e a perícia criminal. Foto: assessoria

A Polícia Federal deflagrou a Operação Tabellarius nesta terça-feira (16), para reprimir a grilagem de terras na região sul do Amazonas. A investigação é um desdobramento da Operação Brazilian Cricket, deflagrada em junho deste ano, que teve como objetivo desarticular organização criminosa formada por empresários, servidores do INCRA e outros operadores responsáveis por fraudes em cartórios e em sistemas informatizados da União, além de estelionato e lavagem de dinheiro.

Os elementos colhidos na referida operação apontaram para a existência de matrículas possivelmente fraudulentas, registradas no cartório de Pauini/AM, utilizadas por grileiros na região. Um mandado, expedido pela 7ª Vara Federal do Amazonas, foi cumprido na cidade.

O material apreendido na diligência será submetido a análise pela equipe de investigação e a perícia criminal, podendo surgir novos fatos e pessoas investigadas.

Comentários

Continue lendo