Diferentemente de outros estados do país, que estão com sérias dificuldades financeiras para pagar seus servidores públicos e até mesmo promovendo demissões devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, o governador do Acre, Gladson Cameli, anunciou a contratação de mais 733 professores para a rede pública de ensino, nesta quarta-feira, 19. São 341 docentes efetivos e outros 392 profissionais contratados por meio de processo simplificado para a educação indígena, de caráter provisório.

Com uma gestão comprometida com a economicidade dos recursos públicos, Cameli enfatizou que as novas contratações são uma clara demonstração de respeito por parte da administração estadual com a Educação do Acre e seus professores. Gladson tem honrado a palavra firmada com a população, por meio da contratação de servidores permanentes.

Governador Gladson Cameli anunciou nesta quarta-feira, 18, a contratação de 733 professores para a rede pública de ensino Foto: Diego Gurgel/Secom

“Aqui está mais uma prova de que é possível fazer quando há determinação. O governo está dando sequência ao compromisso de valorizar cada vez mais os servidores públicos. Além de colocarmos em prática uma de nossas promessas assumidas com a população, mesmo com a pandemia, estamos fazendo tudo que é possível para que a estrutura governamental possa seguir e levar os serviços para quem precisa”, afirmou.

Melhorar a educação básica tem sido uma prioridade do governo de Gladson Cameli. Desde o início de sua gestão, novas escolas foram inauguradas, a distribuição do uniforme escolar voltou a ser gratuita, uma nova refeição foi implementada e mais professores efetivos foram contratados. E durante a pandemia de Covid-19, os alunos da rede estadual, nos 22 municípios, seguem estudando por meio de conteúdos transmitidos pelo rádio e TV.

Melhorar a qualidade do ensino acreano e valorizar os servidores públicos são prioridades da gestão Gladson Cameli Foto: Diego Gurgel/Secom

O governador Gladson Cameli não vem medindo esforços para valorizar os funcionários públicos da Educação. Em 2019, foram efetivados 200 professores. Em menos de dois anos da atual gestão, já são 541 profissionais contratados de forma permanente.

A convocação de quase 400 professores indígenas é um marco para o ensino público acreano. Além de ser a maior admissão de docentes dos últimos anos e contemplar todas as 147 escolas indígenas, em 12 municípios, esses profissionais possuem contratos pelos próximos dois anos, podendo ser prorrogados por igual período.

De acordo com o secretário de Estado de Educação, Cultura e Esportes, Mauro Sérgio Cruz, a posse dos novos servidores será no próximo mês de outubro, e, mesmo com as aulas suspensas, os professores estarão à disposição do programa Escola em Casa.

Secretário Mauro Sérgio Cruz destacou esforço do governo do Estado na contratação de novos professores para a rede pública Foto: Diego Gurgel/Secom

“Graças ao trabalho do governador Gladson Cameli, demonstramos para o Brasil que é possível contratar até mesmo em tempo de pandemia. Esse é o compromisso que busca mostrar que o servidor público do nosso estado é bem tratado e tem estabilidade”, ressaltou.

Participaram também da solenidade realizada na Biblioteca Pública Estadual, em Rio Branco, o secretário adjunto de Educação, Moisés Diniz; o secretário de Planejamento e Gestão, Ricardo Brandão; o secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cezar Rocha dos Santos; e o chefe do Gabinete Militar, Amarildo Camargo.

Comentários