fbpx
Conecte-se conosco

Cotidiano

Flamengo sai atrás, vira o jogo e humilha o Vasco no Maracanã

Publicado

em

Flamengo sai atrás, vira o jogo e humilha o Vasco no Maracanã
ESTADÃO CONTEÚDO

Flamengo sai atrás, vira o jogo e humilha o Vasco no Maracanã

Em boa fase sob o comando do técnico Tite, o Flamengo atropelou o Vasco ao fazer 6 x 1, neste domingo (2), no Maracanã, pela sétima rodada do Brasileirão, que marcou a estreia do técnico Álvaro Pacheco no comando do clube cruzmaltino. A goleada sofrida no primeiro jogo em um clube do futebol brasileiro, aumenta ainda mais a pressão sobre o treinador, que terá um longo caminho para colocar o Vasco nos trilhos, ainda mais com o conflito interno entre a diretoria, encabeçada por Pedrinho, e a 777 Partners.

Enquanto o Vasco soma seis pontos em sete jogos e tem a defesa mais vazada do campeonato ao levar 17 gols, o Flamengo se coloca novamente como um dos candidatos ao título brasileiro. O clube rubro-negro parece enfim ter engrenado com Tite e chegou aos 14 pontos. Tem também o melhor ataque, com 13, assim como o Botafogo.

O Flamengo viu o retrospecto sobre o rival aumentar ainda mais. O time rubro-negro não perde do Vasco no Brasileirão desde 2015, quando levou 1 x 0. Nos últimos dez confrontos no torneio, venceu sete e empatou quatro, tendo marcado impressionantes 26 gols e sofrido apenas nove. No geral, foram 423 jogos, com 164 vitórias do Flamengo, 139 do Vasco e 120 empates. O time rubro-negro marcou 564 gols e levou 529. Essa é a maior vitória do time rubro-negro sobre o rival na história. A última vez que aconteceu algo semelhante foi em 1943, quando venceu por 6 a 2 no Campeonato Carioca. A maior goleada geral do clássico é Vasco 7 x 0 Flamengo, estabelecida em 36 de abril de 1931.

Para o duelo, Tite contou com o força máxima, já que seu quarteto do Uruguai não foi convocado por Marcelo Bielsa para o último amistoso antes da Copa América. Outra novidade foi o retorno do zagueiro Fabrício Bruno, que era dado como certo no West Ham, da Inglaterra, mas a transferência acabou não se concluindo nos últimos dias.

O início do jogo foi de domínio do Vasco. Sob o talento de Payet e a velocidade de Rayan, o time cruzmaltino saiu ao ataque e abriu o placar aos oito minutos. David Luiz e De la Cruz se atrapalharam, Galdames colocou para dentro da área e Vergetti acertou um lindo voleio para fazer 1 x 0.

Quem viu o começo do Vasco, jamais pensou que o jogo tomaria outro rumo e que a derrota fosse uma das mais doídas da história. O time mandante teve chance de ampliar, mas acabou dando campo ao Flamengo, que empatou aos 27. Maicon perdeu a bola dentro da área e a viu ficar com De la Cruz. O uruguaio acionou Arrascaeta, que deixou para Everton Cebolinha acertar um bonito chute de primeira para igualar o placar.

A partir daí, o Flamengo tomou conta da partida e o que era festa virou frustração para os vascaínos. Aos 32, em cobrança de escanteio ensaiada, Everton Cebolinha costurou a marcação e cruzou. Léo Jardim falhou e Pedro tocou de peito para o fundo das redes. Aos 42, o time rubro-negro fez mais um. Cebolinha cobrou escanteio para David Luiz, que, sem deixar a bola cair, fez um golaço.

Antes do intervalo, João Victor fez falta em Everton Cebolinha e acabou expulso. Com um homem a mais, o Flamengo foi mais dominante no segundo tempo e não deixou o Vasco respirar. Aos cinco, Pedro tocou por cima da defesa adversária para Arrascaeta Na cara do gol, o camisa 10 não perdoou.

A goleada só aumentou, muito pelo ímpeto do Flamengo, que não tirou o pé do acelerador. Aos 27, Arrascaeta fez fila na defesa do Vasco e tocou para Bruno Henrique, que chutou com categoria para fazer 5 x 1. O time rubro-negro não parou, continuou martelando o Vasco, que estava desnorteado na partida. Aos 43, Gabigol fez as pazes com a torcida após ser vaiado. O agora camisa 99 recebeu de Wesley para deixar o seu, dando números finais ao embate.

O Flamengo volta a campo no dia 13, às 20h, para enfrentar o Grêmio, no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). No mesmo dia, às 21h30, o Vasco visita o Palmeiras, na Arena Barueri, em Barueri (SP).

Outros jogos
Na tarde deste domingo, diante do Criciúma, o Palmeiras jogou bem, mas ainda longe de ser o time feroz e implacável de outros tempos. Foi o suficiente para o Verdão vencer o time catarinense por 2 x 1, gols de Gustavo Gómez e Lázaro. Matheusinho descontou para os donos da casa, em partida válida pela sétima rodada do Brasileirão e disputada no Estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina.

Em Belo Horizonte, na Arena MRV, Atlético-MG e Bahia empataram em 1 x 1. Os gols saíram no segundo tempo. Aos 16 minutos, Hulk cobrou falta e abriu o placar. Ademir, ex-jogador do Atlético, fez valer a Lei do Ex e deixou tudo igual aos 24, em chute de fora da área.

VASCO 1 X 6 FLAMENGO

VASCO – Léo Jardim; Maicon, João Victor e Léo; Puma Rodríguez (Zé Gabriel), Sforza (Paulo Henrique), Galdames, Payet (Praxedes) e Lucas Piton; Vegetti e Rayan (Rossi). Técnico: Álvaro Pacheco.

FLAMENGO – Rossi; Varela (Wesley), Fabrício Bruno, David Luiz e Viña; Allan (Erick Pulgar), De la Cruz, Gerson (Luiz Araújo) e Arrascaeta; Pedro (Gabigol) e Everton Cebolinha (Bruno Henrique). Técnico: Tite.

GOLS – Vegetti, aos oito, Everton Cebolinha, aos 27, Pedro, aos 32, e David Luiz, aos 42 minutos do primeiro tempo. Arrascaeta, aos 5, Bruno Henrique, aos 27 e Gabigol, aos 43 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS – Vegetti e Zé Gabriel (Vasco). CARTÃO VERMELHO – João Victor (Vasco). ÁRBITRO – Braulio da Silva Machado (SC). RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis. LOCAL – Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

The post Flamengo sai atrás, vira o jogo e humilha o Vasco no Maracanã first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Botafogo marca no último lance e garante empate contra o Athletico-PR

Publicado

em

Em escanteio no último lance, Bastos marcou de cabeça, deixou o placar em 1 a 1 e manteve o Botafogo na liderança do campeonato

Lance de Botafogo x Athletico-PR pela 10ª rodada do Brasileirão. Foto: V. Silva/Botafogo

Com Tupi

Com emoção até o fim, Botafogo arrancou o empate contra o Athletico-PR, em casa. Em escanteio no último lance, Bastos marcou de cabeça e deixou o placar em 1 a 1. Mastriani fez o gol dos adversários. Com o empate, o Glorioso continua na liderança, com 20 pontos

O primeiro tempo foi bem pobre de ambas equipes. Sem muitas chances criadas, os goleiros quase não trabalharam. Léo Linck, goleiro do Athletico-PR, terminou a primeira etapa sem fazer nenhuma defesa.

Na etapa final, os técnicos mudaram bastante e as oportunidades começaram a aparecer. Em lance no começo do segundo tempo, Mastriani empurrou para as redes após cruzamento. John ainda fez duas defesas difíceis e salvou o Glorioso. No último lance, em escanteio para o Botafogo, Bastos subiu sozinho e cabeceou no canto do goleiro, sem chances de defesa.

Assim como fez o Flamengo no fim de semana, o Botafogorepetiu o feito. Foi na última bola na área, desmanchando a equipe do Athletico-PR, que levava para casa uma vitória importante.

Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Criciúma no sábado (22), 16h, fora de casa.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Fluminense perde mais uma vez e vira lanterna do Campeonato Brasileiro

Publicado

em

Esse é o pior começo do Fluminense na história do Campeonato Brasileiro, com a defesa que mais tomou gol nas dez primeiras rodadas

Com a derrota, o Fluminense virou o lanterna do campeonato, com seis pontos Foto: M. Gonçalves 

Com Tupi

O Fluminense perdeu mais uma partida na noite desta quarta-feira (19). O Tricolor não fez frente com o Cruzeiro e foi derrotado por 2 a 0. O lateral William marcou duas vezes e fechou o placar. Com a derrota, o Fluminense virou o lanterna do campeonato, com seis pontos.

No primeiro tempo, o Fluminense mostrou que não consegue mais jogar um bom futebol. Apesar da partida movimentada com muitos escanteios desde o início, raramente criava e não assustou o goleiro Anderson. Por outro lado, o Cruzeiro também não incomodava. Então, em toque da bola na mão de Thiago Santos, o juiz marcou pênalti. William bateu e abriu o placar.

Na etapa final, a mesma dificuldade de criação. Fernando Diniz fez algumas mudanças mas não teve sucesso nas mexidas. Para finalizar o pesadelo, no último lance William escapou em contra-ataque e fechou o placar.

Esse é o pior começo do Fluminense na história do Campeonato Brasileiro. Apesar de ter os mesmos seis pontos nas dez primeiras rodadas igual em 2008, nesta temporada tem a pior defesa, com 18 gols sofridos, média de quase dois por partida.

Na próxima rodada o Fluminense enfrenta o Flamengo, domingo às 16h, no Maracanã. Em caso de derrota, pode culminar na demissão de Fernando Diniz

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Com voltas importantes, Flamengo fecha preparação para enfrentar o Bahia

Publicado

em

Ayrton Lucas, Allan e Cebolinha estão recuperados de suas respectivas lesões; Fabrício Bruno cumpre suspensão

Foto: Gilvan de Souza (Divulgação / Flamengo).

Com Tupi

Está encerrada a preparação do Flamengo para o jogo desta quinta-feira, às 20h, diante do Bahia. A partida é válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro e será realizada no Maracanã com a expectativa de mais de 50 mil pessoas no estádio. A Super Rádio Tupi transmite com Luiz Penido, Dé, o ‘Aranha’, e toda a seleção brasileira do rádio.

As notícias boas da véspera se confirmaram e Ayrton Lucas, Allan e Cebolinha estão novamente relacionados. Os três tiveram problemas musculares recentemente. Desta forma, improvisos como Léo Pereira na lateral esquerda e Léo Ortiz como volante não devem acontecer neste momento.

A baixa fica por conta de Fabrício Bruno. O zagueiro recebeu o terceiro cartão amarelo no jogo de domingo, com o Athletico Paranaense, e cumpre suspensão automática. Desta forma, Léo Pereira deve ser deslocado para sua posição de origem e atuar na zaga ao lado de David Luiz. Bruno Henrique, que teve mal estar no final de semana, está livre para jogar.

Além do confronto direto, já que as duas equipes estão empatadas com 18 pontos, o jogo também tem um caráter especial e com tom de reencontro. Será a primeira vez de Everton Ribeiro, hoje no Bahia, contra o Flamengo. O meia defendeu o clube entre 2017 e 2023 fazendo parte de uma das gerações mais vitoriosas de toda a história rubro-negra.

Comentários

Continue lendo