fbpx
Conecte-se conosco

Acre

Final do campeonato Municipal de futebol de Epitaciolândia é adiado para dia 22

Publicado

em

DCIM100MEDIA

Final do campeonato foi adiado para do dia 22 de outubro no estádio de Epitaciolândia – Foto: oaltoacre/arquivo

Da redação

A Prefeitura do Município de Epitaciolândia, através da Secretaria de Esportes, anuncia que a grande final do campeonato de futebol, que iria aconteceu neste sábado, dia 15, foi prorrogado para o dia 22 próximo.

Segundo o Secretário de Esportes do Município, Sandrinho, o motivo dar-se-á ao fato da logística para os árbitros, que são do quadro da Federação Acreana de Futebol, não foi possível cumprir o cronograma da agenda dos mesmos.

Por estes motivos e outros, fica confirmado a final entre os times; Brasiléia e Praia Futebol Clube, para o próximo sábado, dia 22, do mês corrente, a partir das 18 horas.

Comentários

Continue lendo

Acre

Desembargador Júnior Alberto e juiz da 6ª zona eleitoral, Glovis Lordi realizam reunião com forças de segurança do alto acre visando as eleições de outubro

Publicado

em

As forcas de segurança de Assis Brasil, Brasiléia e Epitaciolândia, presidente do TRE-Acre, Desembargador Júnior Alberto, enfatizou a importância de garantir segurança aos eleitores e que as eleições ocorram de maneira tranquila e que os resultados reflitam fielmente a vontade popular.

Na abertura da reunião, onde contou com a presença das forças de segurança de Assis Brasil, Brasiléia e Epitaciolândia, que compõem à 6ª zona eleitoral do alto acre.

O Gabinete da Presidência do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-Acre), sob coordenação do desembargador Junior Alberto e do juiz da 6ª zona eleitoral, Glovis Lordi, realizaram reunião com representantes das instituições que compõem o grupo das forças segurança da regional do Alto Acre. O encontro teve como objetivo discutir as medidas de segurança para as Eleições de 2024 e ocorreu no auditório do Ministério Público do Acre, em Brasileia.

Na abertura da reunião, que contou com a presença das forças de segurança de Assis Brasil, Brasiléia e Epitaciolândia, que compõem à 6ª zona eleitoral do alto acre, o presidente do TRE-Acre, Desembargador Júnior Alberto, destacou a importância de assegurar a segurança dos eleitores e garantir que as eleições transcorram de forma pacífica, refletindo fielmente a vontade popular.

O juiz eleitoral Glovis Lordi  e o desmbargador Junior Alberto destacam a relevância da organização para as eleições de 2024 na 6ª zona eleitoral da regional do Alto Acre, que abrange mais de 35 mil eleitores.

“Questionado sobre o funcionamento desse mecanismo, o juiz da 6ª zona eleitoral, Glovis Lordi, explicou que: ‘Todo esse processo é extremamente técnico. Com base em informações de eleições anteriores e nos dados disponíveis pelas forcas de segurança da regional do alto acre, para esta eleição, sempre desenvolvemos uma matriz de riscos. Essa matriz nos indica onde é mais provável que ocorram tipos específicos de problemas. Com a presença das forças de segurança da região nos proporcionará tranquilidade para as eleições de outubro.'”

“O juiz eleitoral Glovis Lordi destacou a relevância da organização para as eleições de 2024 na 6ª zona eleitoral da regional do Alto Acre, que abrange mais de 35 mil eleitores. Lordi enfatizou que a prioridade é garantir a segurança e tranquilidade dos eleitores no dia da votação: ‘É nossa missão assegurar que cada eleitor saia de casa tranquilo e vote com segurança’. Ele será responsável pelo planejamento e coordenação das medidas de segurança na região, incluindo o transporte e armazenamento das urnas eletrônicas, a proteção dos locais de votação, e a segurança dos servidores, magistrados e colaboradores da Justiça Eleitoral.”

Veja vídeo:

Tabela 116 – Número de eleitores por município

Fonte: TSE. números de eleitores, com informações de 2022 são referentes ao mês de fevereiro.

Comentários

Continue lendo

Acre

Ufac retoma aulas nesta segunda (15) e redefine calendário acadêmico para o ano letivo de 2024

Publicado

em

O período de matrículas curriculares para alunos ingressantes ocorrerá de 11 a 14 de julho. Já os ajustes de matrículas para ingressantes e veteranos poderão ser feitos entre 16 e 19 de julho.

A pró-reitora atuou juntamente com o Núcleo de Registro e Controle Acadêmico (Nurca) para assegurar que todas as atividades acadêmicas previstas sejam cumpridas.

Com assessoria

As aulas dos cursos de graduação da Ufac são retomadas nesta próxima segunda-feira, 15, conforme decisão do Conselho Universitário (Consu) em reunião realizada na última terça-feira, 9. A reprogramação do calendário acadêmico da Ufac   foi necessária após o fim da greve dos docentes.

A pró-reitora de Graduação, Ednaceli Damasceno, explicou que essa reprogramação foi feita a partir de algumas diretrizes em comum acordo com os princípios encaminhados pela Associação dos Docentes da Universidade Federal do Acre (Adufac), entre eles o retorno das atividades acadêmicas da graduação com o cumprimento integral dos dias letivos e carga horária, mantendo os semestres com 108 dias letivos.

A pró-reitora atuou juntamente com o Núcleo de Registro e Controle Acadêmico (Nurca) para assegurar que todas as atividades acadêmicas previstas sejam cumpridas.

“A reposição dos dias em que as atividades foram suspensas, em razão da greve, será integral e presencial, sem atividades extraclasse, com flexibilização de anotação de frequência na primeira semana de aula e sem avaliações nos dias subsequentes ao retorno do semestre 2024.1”, disse Ednaceli.

Matrículas

Os alunos ingressantes terão um período adicional de oito dias letivos em comparação aos veteranos, pois os primeiros períodos não iniciaram as aulas junto com os veteranos. O período de matrículas curriculares para alunos ingressantes ocorrerá de 11 a 14 de julho. Já os ajustes de matrículas para ingressantes e veteranos poderão ser feitos entre 16 e 19 de julho.

A pró-reitora de Graduação destacou a importância de uma diretriz específica para que o retorno das aulas seja tranquilo e com possibilidade de revisar os conteúdos. “Nossa intenção é garantir a qualidade de aprendizagem aos nossos estudantes.” Ela também mencionou a importância da manutenção dos semestres integrais, com férias coletivas docentes ocorrendo apenas ao fim do semestre letivo 2024.2. “Essa foi uma conquista liderada pelos estudantes e apoiada por nossa gestão, pois entendemos que a interrupção das aulas no semestre não é uma prática pedagógica favorável ao processo de aprendizagem”, concluiu.

Encerramento das aulas

O semestre letivo 2024.1 será concluído no dia 12 de novembro, garantindo o cumprimento dos 108 dias letivos necessários. Para os ingressantes, o período contará com 116 dias, devido ao período adicional, terminando dia 23 de novembro.

https://www.ufac.br/site/noticias/2024/ufac-retoma-aulas-em-15-07-apos-redefinicao-do-calendario-academico/CalendrioAcadmicoReprogramao2024.pdf

Comentários

Continue lendo

Acre

Em todo estado, PF já deflagrou mais de 10 operações contra abuso e pornografia infantil em 2024

Publicado

em

Levantamento feito pela Polícia Federal, mostra que, pelo menos, 14 operações contra estes tipos de crimes já foram deflagradas em 2024. Em Rio Branco, 11 operações foram feitas pela PF e as outras três foram no município de Epitaciolândia.

Levantamento da PF, apenas em quatro meses de 2024, foram deflagradas oito operações relacionadas ao abuso sexual infanto-juvenil no Acre, que representa mais que o dobro das operações deflagradas em 2023

Os crimes de estupro de vulnerável, estupro e armazenamento de conteúdo de pornografia infantojuvenil têm sido alvos de diversas operações da Polícia Federal no estado do Acre.

No último dia 21 de junho, a Polícia Federal deflagrou a Operação Aquila II em Epitaciolândia. A ação resultou na execução de um mandado de busca e apreensão, com o objetivo de combater crimes de compartilhamento de material contendo abuso sexual infantojuvenil. Durante a operação, uma pessoa foi presa em flagrante.

Em menos de 24 horas, no começo de julho de 2024, duas operações foram deflagradas no estado, sendo a Operação Praesidium em Rio Branco e outra foi a Operação Aquila III, que resultou na prisão em flagrante de um homem boliviano em Epitaciolândia, pelos crimes de compartilhamento e armazenamento de material contendo imagens de abuso sexual infantojuvenil.

Um levantamento feito pela Polícia Federal, mostra que, pelo menos, 14 operações contra estes tipos de crimes já foram deflagradas em 2024. Em Rio Branco, 11 operações foram feitas pela PF e as outras três foram no município de Epitaciolândia.

Os números são apenas do primeiro semestre de 2024. Até maio, de acordo com outro levantamento da PF, apenas em quatro meses de 2024, foram deflagradas oito operações relacionadas ao abuso sexual infanto-juvenil no Acre, que representa mais que o dobro das operações deflagradas em 2023, que foram apenas três. Dos mandados judiciais cumpridos até maio de 2024, três pessoas foram presas em flagrante, segundo o delegado da Polícia Federal, Kennedy Barbosa.

Relembre algumas operações de 2024

Em 30 de janeiro, a Operação Alcateia foi deflagrada pela PF, com objetivo de combater o armazenamento de conteúdo pornográfico infantojuvenil. Nesta operação, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em Rio Branco.

Em 13 de março, em Rio Branco e Cruzeiro do Sul, a PF deflagrou as operações Maverick e S.O.S Kids, com objetivo de reprimir a posse, compartilhamento e comercialização de imagens com conteúdo de abuso sexual infantojuvenil pela internet. Na operação, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão.

No dia 21 do mesmo mês, a PF deflagrou a operação Anônimo, com o mesmo objetivo, sendo cumprido um mandado de busca e apreensão em Rio Branco. Além disso, um homem foi preso em flagrante por armazenar arquivos de abuso sexual infantojuvenil no celular.

No final de março, no dia 27, a Polícia Federal deflagrou uma operação nacional, chamada Share, com 59 mandados de busca e apreensão expedidos. No Acre, 1 mandado foi cumprido na operação.

No mês de abril, no dia 11, a PF deflagrou mais uma operação em Rio Branco. A Operação User Hacker tinha como objetivo reprimir o abuso sexual infantojuvenil pela internet, dando cumprimento a mandado de prisão preventiva e outro de busca e apreensão. Além disso, um mandado de prisão também foi cumprido e o alvo da operação foi preso em flagrante por armazenamento de conteúdo pornográfico infantojuvenil.

Já no dia 24, também em Rio Branco, a PF deflagrou a Operação Videochamada, com o mesmo objetivo de combater a produção, compartilhamento e armazenamento de conteúdo de abuso sexual infantojuvenil. Participaram da ação seis policiais federais, que deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão.

Em 16 de maio, a Operação Short Net foi deflagrada pela Polícia Federal para combater o armazenamento e divulgação de conteúdo de abuso sexual infantojuvenil. Foi cumprido um mandado de busca e apreensão na cidade de Rio Branco e durante a ação o investigado foi preso em flagrante por armazenar e disponibilizar conteúdo de abuso sexual infantojuvenil.

No final de maio, no dia 30, a Polícia Federal apreendeu um grande volume de arquivos contendo imagens de abuso sexual infantojuvenil durante a Operação Aquila, em Epitaciolândia. A ação era voltada ao combate da divulgação de crimes de violência sexual contra menores por meio da internet.

No mês de junho, uma pessoa foi presa durante a Operação Asfixia, no dia 6. Além do mandado de prisão preventiva, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão na cidade de Rio Branco.

Já no dia 20, a PF deflagrou a Operação Escudo em Rio Branco, com o objetivo de coibir o compartilahmento de conteúdo de abuso sexual infantojuvenil pela internet, dando cumprimento a mandado de busca e apreensão. No dia seguinte, 21 de junho, a PF deflagrou a Operação Aquila II, em Epitaciolândia. A ação resultou no cumprimento de um mandado de busca e apreensão, desencadeada com o objetivo de combater crimes de compartilhamento de material contendo abuso sexual infantojuvenil e uma pessoa foi presa em flagrante.

Comentários

Continue lendo