O comunicado diz ainda que a partir desta terça-feira, 24, a Fieac divulgará informações mais detalhadas sobre as medidas a serem adotadas pelas empresas.

Por Raimari Cardoso

A prefeitura de Xapuri, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, solicitou, no último domingo, 22, a paralisação pelo prazo de 15 dias das atividades do Complexo Industrial Florestal (Ciflox), como é chamado hoje a antiga fábrica de pisos, sob gerência da iniciativa privada em parceria com o governo do estado.

O pedido da municipalidade, feito por meio de ofício e fundamentado nos Decretos federal, estadual e municipal, além de Portaria da Secretaria Municipal de Saúde, todos voltados para o combate à pandemia do coronavírus, não foi atendido e, segundo informações apuradas pela reportagem o empreendimento funcionou normalmente nesta segunda-feira, 23.

________________

Com cerca de 100 funcionários, a indústria de derivados da madeira tem sua produção quase que totalmente voltada para a exportação. China, Europa e Estados Unidos são os principais destino dos decks fabricados com matéria-prima absorvida dos projetos de manejo de manejo sustentável executados na região.

________________

A reportagem não conseguiu contato com a direção do Complexo, mas teve acesso a uma nota que circulou em um grupo de funcionários da fábrica logo após a reunião realizada na noite desta segunda-feira, 23, com representantes FIEAC, ACISA e o governo do Acre sobre novas medidas para tentar diminuir o impacto negativo nas contas de comércios e indústrias acreanas por conta do coronavírus.

A nota diz que as empresas não estão impedidas de trabalhar e que o decreto estadual não interfere diretamente nas indústrias desde que haja o comprometimento com a implantação das medidas de prevenção entre os colaboradores e os seus clientes. O comunicado diz ainda que a partir desta terça-feira, 24, a Fieac divulgará informações mais detalhadas sobre as medidas a serem adotadas pelas empresas.

O Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, assim como do Ministério Público em Xapuri, já estão informados do entendimento feito entre o governo e os representantes do comércio e da indústria na reunião desta segunda-feira. Como está sob recomendação da Promotoria no município para fazer cumprir as determinações dos decretos e demais regulamentações, a tendência é que a discussão tenha que ser estendida ao âmbito local nesta quarta-feira.

Comentários