Conecte-se conosco





Geral

Após suposto sumiço, motorista de aplicativo aparece e diz que estava na colônia

Publicado

em

Thalys Bruno, que estava desaparecido desde ontem (9) pela manhã, e foi encontrado na manhã deste sábado (10) próximo à Energisa, no Bosque, causou revolta aos colegas de trabalho.

O motorista de aplicativo Thalys Bruno da Silva de Souza, que estava desaparecido desde às 11 horas desta última sexta-feira, 9, reapareceu na manhã deste sábado, 10, em Rio Branco, foi encontrado.

A informação foi confirmada pela jornalista Lilia Camargo. O motorista de aplicativo estava em uma colônia, sem sinal de telefone.

Mais cedo, um grupo de motoristas de aplicativos fechou a ponte Juscelino Kubitschek, no centro da capital, cobrando da Segurança Pública do Estado notícias acerca do paradeiro do colega.

Thalys havia “desaparecido” na manhã de sexta-feira, 9, após ser visto indo realizar uma corrida na Cidade do Povo. Ele dirigia um Voyage de cor branca, placa PQY – 5898, mas não havia retornado para o 1º Distrito da capital.

Motoristas de Uber se revoltam após aparecimento do colega: “É um absurdo”

Ao ser localizado bem e dentro do veículo que trabalha, Thalys gerou revolta nos companheiros de trabalho, que mais cedo fecharam a ponte metálica, no Centro de Rio Branco, em protesto pedindo às autoridades celeridade nas investigações para localizar o motorista.

Em vídeo que circula nas redes sociais, os colegas afirmam que nem a mulher sabia do paradeiro do marido. “Isso é absurdo”, desabafou um dos Ubers presentes no local.

De acordo com informações, Thalys estava para uma colônia e não teria se preocupado em avisar os companheiros de trabalho e mesmo já estando em Rio Branco e sabendo de toda a movimentação em prol dele no centro da cidade, este se manteve em silêncio. O que gerou revolta dos demais trabalhadores.

Comentários

Em alta