Ação conjunta resulta em prisão de foragido da Justiça com arma restrita com numeração raspada

 

Uma ação conjunta envolvendo a Polícia Civil de Epitaciolândia com apoio do Grupo de Intervenções Rápida e Ostensiva – GIRO, comandada pelo delegado titular do município, Luís Tonini, resultou na prisão de um foragido da justiça que vinha sendo monitorado a tempos pela fronteira.

Jardson Oliveira, hoje com 33 anos, já foi preso outras vezes por crimes de tráfico de drogas em 2014, quando oferecia o serviço de ‘disk droga’ pela fronteira. Em 2016, foi preso novamente por estar evadido do sistema prisional e reconduzido ao FOC.

Passado esses anos, Jardson novamente é preso quando estava em uma pousada localizada na BR 317, na companhia de dois indivíduos e três mulheres, que estão levantando se são menores de idade.

 

Contra Jardson, a Justiça do Acre emitiu um mandado de prisão e o mesmo vinha sendo monitorado. Segundo o delegado Tonini, o detido é suspeito de fazer parte em homicídios no ano de 2020, além do envolvimento com o tráfico novamente.

Para piorar a situação de Jardson, o mesmo portava um revólver de uso restrito municiado e com a numeração raspada. Resultando em mais uma prisão em flagrante, além de uma quantidade de dinheiro, suspeito de ser adquirido de forma ilícita com o tráfico.

Jardson, os dois homens e as três mulheres foram conduzidos para a delegacia, onde seriam ouvidos pelo delegado. O agora recapturado, poderá ser transferido ao presídio na Capital, e os demais, podendo ser liberados ainda na mesma noite, ou pela manhã.

Matérias relacionadas:

Jovem que fazia ‘disk droga’ em Epitaciolândia é preso pela Polícia Civil

Forças de Segurança capturam evadido do sistema prisional no Alto Acre

Comentários