O número de mortos por covid-19 no Acre pode ter aumento expressivo nos próximos dias. Isso porque o governo e a prefeitura de Rio Branco investigam 53 óbitos suspeitos por coronavírus que ainda não apareceram nos boletins oficiais.

Essas mortes aconteceram em maio e junho e, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), tiveram características da covid-19.

Uma comissão conjunta entre Sesacre e Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) avalia os casos e em breve informarão quais desses 53 óbitos entrarão nos registros oficiais de vítimas do coronavírus.

Nos últimos dias, 24 óbitos que aconteceram também em maio e junho foram acrescidos ao total, o que, segundo o governo, contribuiu para a impressão de que o número de novos óbitos vinha aumentando, fato que ganhou destaque no Jornal Nacional e em toda a imprensa local.

Nesta quinta-feira (6), o total de pessoas que perderam a vida para a doença chegou a 552 após mais de quatro meses de pandemia. Mais de 21 mil acreanos foram oficialmente infectados pelo novo vírus.

Comentários