Com aumento da curva de contaminação de Covid-19, unidades estão superlotados e leitos de UTI chegaram no limite.

Por G1 AC — Rio Branco

O Acre tem registrado o aumento da curva de contaminação pelo coronavírus na última semana. De segunda (18) a sexta-feira (22), foram mais de 1,1 mil casos a mais, chegando a 3.103 casos em todo o estado.

O aumento reflete no atendimento das unidades de saúde do estado, inclusive na UPA do Segundo Distrito, que é referência no atendimento.

Em entrevista ao Jornal do Acre 2ª Edição da última quarta-feira (21), a médica Sandra Aguiar, que trabalha na linha de frente do combate à Covid-19 e falou sobre que precisam escolher quem vai ser entubado.

“Realmente a gente tem que escolher o paciente que vai ser entubado ou não, porque não tem respiradores para todo mundo, infelizmente. Nós fomos comunicados que havia reagente para fazer somente 200 testes e isso é uma média que a gente faz por dia”, disse.

UPA do Segundo Distrito, em Rio Branco, está lotada — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Quem procura atendimento também se frustra, como a aposentada Cesarina Mota. “Mandaram eu fazer o exame e passaram o remédio, mas tenho é medo de toma sem saber o que eu tenho”, se preocupou.

Quem consegue fazer os testes também reclama da demora em receber o resultado. O gari Adailson Oliveira fez o teste para a doença no dia 27 de abril. Agora, quase um mês depois, continua sem resposta. “Preciso desse resultado para levar para a empresa”, reclamou.

‘A gente tem que escolher quem vai entubar’, diz médica sobre falta de respiradores em hospitais no AC — Foto: Reprodução/ Rede Amazônica Acre

Sem leitos de UTI em Rio Branco

Além disso, de acordo com os números de leitos passado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) até quarta-feira (20), o Acre estava com 97% dos leitos de UTI ocupados.

Diariamente, à noite, a Sesacre fazia um levantamento dos pacientes internados. Os números da última divulgação, também na quarta, mostram que, em todo estado, estão disponíveis 190 leitos, destes, apenas 35 são de UTIs, o restante são leitos clínicos.

Os dados mostram ainda que a ocupação na unidade de terapia intensiva do estado é de 97%, com 34 leitos ocupados.A Sesacre não divulgou a ocupação atualizada até esta sexta-feira (22), mas confirmou que Rio Branco está com os leitos de UTI 100% ocupados.

Governador fala em Brasília

O governador do Acre, Gladson Cameli, esteve em Brasília pedindo apoio do governo federal. Também ao Jornal do Acre 2ª Edição, ele confirmou o cenário e garantiu que até o fim de semana o Acre deve receber novos respiradores.

“Realmente esse é o cenário, que é como tenho alertado a população desde o início. Tomamos todas as medidas, os hospitais de campanha serão inaugurados no dia 10 de junho, cumprindo o prazo de 30 dias. Pedi reforço de respiradores e tivemos a garantia que neste fim de semana será entregue 30 respiradores para distribuir em todos os municípios do estado, com possibilidade, tendo o aumento no número de casos confirmados, de mais 20”, disse.

Colaboraram Tálita Sábrina e Welliton Lopes, da Rede Amazônica Acre.

Gladson Cameli diz que mais respiradores devem chegam no fim de semana — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Comentários