Imagem ilustrativa/internet

Devido os três casos confirmados da gripe Coronavirus (Covid-19), foi decretado pelo governo da Bolívia, a suspensão das aulas no País, voos vindo da Europa e aglomerações onde possa ter mais de 1000 pessoas, além de congelamento de alguns produtos e outras seis determinações.

As faculdades de medicina, Unitepc e Universidade Amazônica  de Pando – UAP, localizadas em Cobija, divulgaram comunicados da suspensão das atividades até a data determinada pelo governo, que será até o final do mês em curso.

Com os casos registrados em Santa Cruz e Oruro, milhares de acadêmicos estão tentando voltar para o Brasil desde esta quinta-feira, dia 12. Uma medida que afeta direto os países que fazem fronteira, como é o caso do Brasil, todos que entrarem no país, poderão passar por um rigoroso controle.

O governo do Acre e Federal, através das Secretarias ligadas à saúde, ainda não se manifestaram oficialmente sobre o assunto. Brasiléia e Epitaciolândia poderão receber vários estudantes de medicina que moram nas cidades de Santa Cruz e Oruro a partir desta sexta-feira, dia 13.

A cidade de Assis Brasil, localizada no extremos Norte do País, faz divisa com os países do Peru e Bolívia, também está vulnerável devido o grande número de passagem de turistas.

Matéria relacionada:

Governo boliviano decide suspender aulas, voos para a Europa e grandes eventos

Comentários