fbpx
Conecte-se conosco

Acre

Saúde do Acre traça estratégias de combate à febre do oropouche

Publicado

em

A Saúde do Acre (Sesacre) está atenta aos casos registrados de febre do oropouche e, com o Ministério da Saúde (MS), traça estratégias de prevenção e combate à doença.

Mosquito transmissor da febre oropouche (Foto: Scott Bauer/Agricultural Research Service/United States Department of Agriculture/Divulgação)

Desde dezembro, uma equipe do MS está no Acre para apoiar as ações, como explica o chefe do Departamento de Vigilância em Saúde da Sesacre, Edvan Meneses.

“Estamos alinhando a coleta de exames laboratoriais com os municípios e unidades estaduais. Também estamos produzindo uma nota técnica e manuais para manejo da doença, que irão nortear as equipes de saúde, e ainda capacitando as equipes das vigilâncias hospitalares e laboratórios para a coleta, armazenamento e transporte das amostras”, relata.

Edvan Meneses reforça que a Saúde do Acre está atuando em conjunto com o Ministério da Saúde. Foto: Odair Leal/Sesacre

A Sesacre também está trabalhando para capacitar as equipes multiprofissionais, aumentando ainda os insumos estratégicos nas unidades estaduais. O Laboratório Central (Lacen) também deve ser fortalecido, para aumentar a capacidade diagnóstica.

Conforme a Sesacre, outro ponto que está sendo fortalecido é a área técnica da vigilância ambiental das arboviroses, para produção de boletins e notas, um trabalho também essencial para acompanhar a evolução da doença.

Prevenção, sintomas e tratamento

Os estudos realizados pelo Departamento de Entomologia da Sesacre indicam que os principais vetores da oropouche são o Culicoides paraensis e o Culex quinquefasciatus, popularmente conhecidos como meruim ou maruim pela população. Sobretudo, as equipes estão coletando amostras nos locais de maior incidência da doença, para confirmar a presença dos mosquitos e sua ligação direta ao aumento de casos da doença no perímetro urbano.

Com a presença massiva dos dois possíveis vetores na região amazônica, é fundamental que, a fim de minimizar as chances de ser picada pelos insetos, a população tome medidas como:

– Utilizar mosquiteiros;
– Usar roupas compridas de forma que cubram braços e pernas;
– Instalar telas em portas e janelas;
– Usar repelente;
– Quando um agente da prefeitura visitar seu endereço, permitir que borrife a sua casa.

Os sintomas da oropouche duram entre dois e sete dias, com evolução benigna e sem sequelas, mesmo nos casos mais graves. São eles: febre de início súbito, cefaleia intensa (dor de cabeça), mialgia (dor nas costas/lombar) e artralgia (dor articular). Ou, ainda:

–  Tosse
– Tontura
– Dor retro-ocular
– Erupções cutâneas
– Calafrios
– Fotofobia
– Náuseas
– Vômitos

Cabe destacar que a febre do oropouche foi descrita pela primeira vez na década de 60, mas não há, até o momento, registros de mortes associadas à doença. Conforme o Ministério da Saúde, não existe tratamento específico nem vacina para a febre do oropouche, portanto, pacientes infectados devem permanecer em repouso, com tratamento sintomático e acompanhamento médico.

Caso sinta sintomas leves a moderados, basta se dirigir a uma unidade básica de saúde e, para sintomas graves, deve-se procurar a unidade de pronto atendimento (UPA) mais próxima.

Comentários

Acre

Moto incendeia em via pública de Epitaciolândia

Publicado

em

Na tarde deste domingo, dia 25, uma cena inusitada chamou atenção dos moradores de Epitaciolândia, quando uma moto que circulava na parte alta da cidade repentinamente pegou fogo, causando um incêndio em plena via pública. O incidente ocorreu nas imediações da rodoviária local, chamando a atenção de transeuntes e comerciantes da região.

Testemunhas relatam que terceiros correram para ajudar, utilizando extintores para conter as chamas que consumiam o veículo. Apesar do susto e do prejuízo material, não houve registro de feridos. O condutor ou condutora da motocicleta ainda não foi identificado(a), e a causa do incêndio permanece desconhecida.

Não foi informado se autoridades locais de trânsito foram acionadas sobre o ocorrido para determinar as circunstâncias que levaram ao incêndio repentino da moto.

Veja vídeo abaixo:

Comentários

Continue lendo

Flash

Acidente grave na rodovia AC-40 deixa filho e nora de ex-vice governador em estado grave

Publicado

em

Na manhã deste domingo (25), um trágico acidente de trânsito nas proximidades das mangueiras, no km 6 da Rodovia AC-40, município de Senador Guiomard, deixou o filho do ex-vice governador Wherles Emanuel Freitas Rochas, de 27 anos, e sua nora, identificada como Ranna Brenda Costa de Souza, de 26 anos, em estado grave. O grupo retornava do município de Capixaba e se dirigia a Rio Branco em motocicletas quando o acidente ocorreu de forma inesperada.

Segundo relatos do próprio ex-vice governador Wherles Rocha, que também estava presente no momento do acidente, seu filho, Wherles Emanuel, perdeu o controle da motocicleta na curva das mangueiras, próximo ao depósito da empresa Gazin, invadindo a pista contrária e colidindo frontalmente com um carro modelo Fiat de cor marrom.

O impacto da colisão resultou em sérias lesões para ambos os envolvidos. Wherles Emanuel sofreu fraturas nas duas pernas, no quadril e no punho, enquanto Ranna sofreu um Traumatismo Craniano Encefálico (TCE) de natureza grave e uma fratura exposta no fêmur direito, necessitando de intubação.

A rápida intervenção de amigos e do ex-vice governador, que passavam pelo local, foi crucial para prestar assistência às vítimas até a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Duas ambulâncias foram enviadas, uma de suporte básico e outra de suporte avançado, para prestar os primeiros socorros e encaminhar os feridos para o pronto-socorro de Rio Branco, onde permanecem em estado grave.

O Policiamento de Trânsito também compareceu ao local para coletar informações e isolar a área para o trabalho da perícia. Após os procedimentos necessários, os veículos envolvidos foram removidos e a pista foi liberada para o tráfego novamente.

Comentários

Continue lendo

Acre

Autor identificado e preso: Tentativa de homicídio a tiros na fronteira foi passional

Publicado

em

Na última quarta-feira (21), a polícia civil conseguiu identificar e prender o autor de uma tentativa de homicídio registrado na parte alta da cidade. O crime, ocorrido no trevo de saída para Assis Brasil, teve como motivação um drama passional envolvendo membros de uma facção criminosa atuante na região fronteiriça.

Segundo as investigações, a vítima, identificada como A.G.F.S., de 25 anos, mantinha um histórico amoroso com a atual esposa do autor do crime. Esse relacionamento anterior teria sido o estopim para o ataque que resultou em quatro tiros disparados contra o jovem.

O incidente, que ocorreu no último dia 5 de fevereiro, foi descrito por testemunhas como uma ação rápida e calculada, executada por dois indivíduos que estavam em uma moto, armados com pistolas 9mm. A vítima foi atingida em regiões vitais, incluindo tórax, abdômen e pernas, resultando em ferimentos graves que colocaram sua vida em risco imediato.

Prontamente socorrido por terceiros, o jovem foi levado às pressas para o hospital local, onde recebeu os primeiros cuidados médicos. No entanto, dada a gravidade de seu estado, foi necessário transferi-lo para a capital em busca de tratamento especializado.

A prisão do autor é um passo significativo para a Polícia Civil, mas certamente não encerra as investigações.

Matéria relacionada:

Domingo violento: Duas tentativas de homicídio são registradas no município de Brasiléia

Comentários

Continue lendo






Em alta