Prefeita Fernanda Hassem se manifestou junto ao governador Gladson Cameli e o senador Sérgio Petecão – Foto: Alexandre Lima

A prefeita do município de Brasiléia, Fernanda Hassem, juntamente com toda sua equipe da saúde, estarão a partir desta quinta-feira, dia 19, erguendo uma frente de trabalho na Ponte Wilson Pinheiro que liga o Brasil à Bolívia, através do Acre, como medida de prevenção contra o vírus Covid-19.

Segundo foi apurado, a prefeita após publicar o Decreto suspendendo várias atividades que aglomerem acima de 25 pessoas e, principalmente as aulas, se viu preocupada com o transito entre os dois países sem uma devida vistoria por parte de equipes de saúde.

Fernanda esteve em contato com o governador Gladson Cameli, para que juntos pudessem fazer alguma coisa na fronteira, uma vez que não é de competência do Município e do governo do Acre, mas, diante da morosidade do Governo Federal, resolveram fazer algo em prol da população.

Ponte Wilson Pinheiro, que liga as cidades Brasilíea à Cobija, capital do estado de Pando/Bolívia.

“O governador Gladson Cameli já deu seu sinal de apoio e comuniquei o fato ao senador Sérgio Petecão, que estará dando o retorno de Brasília sobre o caso. Não tenho o poder de fiscalização, mas, podemos realizar um trabalho de triagem para quem entrar, ou sair pela ponte Wilson Pinheiro com intuito de precaver e combater essa doença aqui na fronteira”, disse a prefeita Fernanda Hassem.

Segundo foi apurado, o governador do Acre já entrou em contato com Brasília para que se manifeste diante da pandemia do Covid-19. O Acre faz fronteira com dois países que também deram positivo para a doença, e já estão trabalhando nas fronteira.

A Bolívia poderá fechar a fronteira a qualquer momento e o Peru, já trabalha com restrições para quem quer passar para ambos o lados. As Forças Armadas dos dois países vizinhos já estão trabalhando com setores da saúde.

Mais informações a qualquer momento.

 

Comentários