fbpx
Conecte-se conosco

Acre

Sai a lista de projetos aprovados pelo Programa de Pesquisa do SUS

Publicado

em

Governador Tião Viana reunido com representantes das áreas de saúde e pesquisa para falar sobre projetos para o SUS (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Governador Tião Viana reunido com representantes das áreas de saúde e pesquisa para falar sobre projetos para o SUS (Foto: Sérgio Vale/Secom)

O resultado final do Programa de Pesquisa para o Sistema Único de Saúde: gestão compartilhada em saúde (PPSUS) foi divulgado nesta terça-feira, 30. Treze projetos acreanos foram selecionados. O programa incentiva financeiramente atividades da área de saúde com temas que são prioritários para o Estado.

“A ideia é melhorar o sistema de saúde, e para isso a pesquisa é fundamental. Os projetos vão contribuir com as políticas públicas e ajudarão a melhorar o sistema único de saúde”, disse o professor Pascoal Muniz, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Acre (Fapac).

O programa disponibiliza R$ 800 mil para os projetos selecionados, e as pesquisas serão acompanhadas pela Universidade Federal do Acre (Ufac), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac), Fameta e Uninorte. O vice-reitor da Ufac, Josemar Batista Ferreira, ressaltou a importância do fomento à pesquisa como um dos tripés da universidade e fortalecimento das universidades com retorno para a sociedade.

As linhas de pesquisa abrangem doenças infecciosas, agravos não transmissíveis, carenciais e de causas externas, saúde da mulher, saúde mental, gestão de trabalho e educação na saúde, assistência farmacêutica, saúde das populações tradicionais da Amazônia e populações em situação de vulnerabilidade social.

“O governo tem muito orgulho desse trabalho. É um grande avanço ver esses projetos sendo aprovados”, disse o governador Tião Viana. No Acre, o programa é efetivado pelo governo do Estado através da parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapac), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Ministério da Saude e Secretaria de Estado de Saúde.

A lista dos projetos selecionados pelo Programa Pesquisa do Sistema Único de Saúde (PPSUS) foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial e está disponível no site da Fapac (www.fapac.ac.gov.br).

Projeto aprovado quer prevenir doenças renais e cardiovasculares

Uma das pesquisas aprovados para desenvolvimento é o projeto de Tatiana Lameira, que vai pesquisar doenças renais crônicas e alterações cardiovasculares. A ideia, segundo a pesquisadora, é identificar e prevenir essas doenças antes que elas apareçam ou impedir a evolução de estágios. Isso será possível, explica, por meio da visita aos domicílios que serão escolhidos aleatoriamente para apresentar uma amostra que represente Rio Branco.

As pessoas serão entrevistadas e farão exames de sangue e urina. “Através dos exames laboratoriais é possível identificar doenças renais crônicas e doenças cardiovasculares, porque elas têm estágios que são sintomáticos, por exemplo. Também poderemos identificar um paciente com doença renal em estágio 3 e impedir que chegue ao estágio 5 com tratamento e acompanhamento”, explicou a pesquisadora. A proposta é encaminhar pacientes identificados para a rede de atendimento.

Sobre o PPSUS

O programa é uma iniciativa de descentralização do fomento à pesquisa em saúde que prioriza a gestão compartilhada de ações, por meio da parceria entre instâncias estaduais de saúde, ciência e tecnologia. O principal objetivo do programa é financiar pesquisas em temas prioritários na área de saúde pública.

Comentários

Continue lendo

Acre

TJAC e Acisa planejam programa para reeducandas do Sistema Prisional

Publicado

em

Por

O evento acontece em junho deste ano, na cidade de Rio Branco, com a parceria do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), Secretaria de Estado da Mulher (Semulher), Conselho Empresarial de Mulheres Empreendedoras (CMEC)

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), por meio da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Comsiv), reuniu-se nesta semana, com a vice-presidente da Associação Comercial, Industrial, de Serviço e Agrícola do Acre (Acisa) e presidente do Conselho Empresarial de Mulheres Empreendedoras (CMEC), Patrícia Dossa, para alinhar e ajustar as atividades da 1ª Exposição de Artesanatos, do projeto “Produzindo a Liberdade”.

“O projeto busca profissionalizar e incentivar a produção de produtos elaborados pelas reeducandas, além de proporcionar a participação das egressas nas feiras de mulheres empreendedoras,” afirmou a servidora e integrante da Comsiv, Isnailda Silva.

O evento acontece em junho deste ano, na cidade de Rio Branco, com a parceria do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), Secretaria de Estado da Mulher (Semulher), Conselho Empresarial de Mulheres Empreendedoras (CMEC).

Fonte: Tribunal de Justiça – AC

Comentários

Continue lendo

Acre

Nota pública sobre morte de um detento no Presídio Antônio Amaro Alves

Publicado

em

Por

O governo do Estado do Acre, por meio do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), informa a morte do detento Oceu Rocha Martins, de 41 anos, nesta quarta-feira, 29, no Presídio Antônio Amaro Alves, em Rio Branco.

O detento que dividia a cela com Oceu relatou que, quando acordou, deparou-se com  o colega caído no chão, desacordado, e chamou um policial.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para prestar socorro ao detento, mas só pôde atestar o óbito. Não foram encontrados sinais de violência nos presos. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado e o Iapen aguarda o laudo pericial.

Que, neste momento de profunda dor, Deus conforte o coração dos familiares.

Alexandre Nascimento
Presidente do Iapen/AC

Fonte: Governo AC

Comentários

Continue lendo

Acre

Nota Pública sobre o uso do porto fluvial de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Por

O governo do Acre, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária (Deracre), informa que, em consequência de um acidente ocorrido em 2019, foi cedida provisoriamente uma área no porto fluvial de Cruzeiro do Sul, para que empresas pudessem realizar o transbordo de combustíveis destinados aos municípios isolados do estado, como Porto Walter, Marechal Thaumaturgo, Jordão e Santa Rosa do Purus.

À época ficou acordado que o Deracre iria solicitar uma licença provisória de 60 dias ao Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), prazo necessário para que as empresas se regularizassem, o que foi cumprido apenas pelo departamento.

Ainda, após o vencimento da licença, o órgão notificou várias vezes as empresas, para que regularizassem sua situação, sem sucesso.

Devido à ausência de respostas e ações adequadas para atender as regras vigentes ao funcionamento do posto, foi encaminhado o pedido de suspensão das atividades das empresas, já que se trata de produtos inflamáveis e explosivos e há que se considerar o risco de novos acidentes.

O Deracre não pode se responsabilizar por atividades comerciais com fins lucrativos que não cumprem as exigências de segurança do Imac, implicando altos custos. Ademais, cabe ao órgão, no exercício de suas atribuições, zelar pela segurança coletiva de trabalhadores e usuários do porto.

Sula Ximenes
Presidente do Deracre

Fonte: Governo AC

Comentários

Continue lendo