Nova arma encontrada na posse de Jusciclei, seria usada para acerto de conta com desafeto - Foto: Alexandre Lima
Nova arma encontrada na posse de Jusciclei, seria usada para acerto de conta com desafeto – Foto: Alexandre Lima

Acusado já tem várias passagens por porte de arma, mas sempre é solto pela Justiça acreana

Alexandre Lima

Se encontra numa das celas da delegacia de Brasiléia, Jusciclei Lima Gerônimo (22), que foi preso na manhã desta quinta-feira, dia 15, pelo delito de porte ilegal de arma de fogo. Com ele, foi encontrado uma escopeta calibre 20, municiada.

Jusciclei é o que se chama de ‘freguês’ da Justiça acreana. Já tem várias passagens pela justiça por diversos delitos desde quando era menor de idade. Somente por porte ilegal de arma de fogo, são quase 10 ocorrências e sempre é beneficiado pelas brechas do Código Penal.

O meliante está sendo investigado por envolvimento indireto em alguns furtos e assaltos, principalmente no lado boliviano. Sua participação seria como “Senhor das Armas”, a pessoa que aluga o armamento para a pratica ilícita e recebe uma participação no crime.

Jusciclei já foi detido por vários delitos na cidade de Brasiléia e sempre é beneficiado pelas brechas no Código Penal - Foto: Alexandre Lima
Jusciclei já foi detido por vários delitos na cidade de Brasiléia e sempre é beneficiado pelas brechas no Código Penal – Foto: Alexandre Lima

Jusciclei é irmão do menor que matou um jovem de 17 anos em 2013, que foi degolado a golpes de facão na noite do dia 29 de setembro no bairro Leonardo Barbosa na cidade de Brasiléia.

Ele foi detido, mas, seu irmão assumiu o crime e escapou de ser condenado. Passou a andar pela cidade como se nada tivesse acontecido e em menos de uma semana desse crime, foi preso portando um revolver.

Ao delegado Mardilson Vitorino, disse que estava andando armado por se sentir ameaçado e usava a escopeta para sua possível defesa. Mas, foi denunciado por estar à procura de um desafeto para um possível acerto de contas, que poderia terminar em morte certa.

Mais uma vez, o seu caso seria encaminhado à Comarca de Brasiléia e poderá ser beneficiado novamente, sendo liberado para andar livremente pelas ruas da cidade, até ser detido por outros delitos.

Delegado Mardilson Vitorino encaminhou o caso à Comarca de Brasiléia - Foto: Alexandre Lima
Delegado Mardilson Vitorino encaminhou o caso à Comarca de Brasiléia – Foto: Alexandre Lima

Matérias relacionadas:

Polícia Militar e Civil prendem 4 por porte de arma e ameaças

Envolvido em assassinato é detido com revolver calibre 38 em forró

Jovem é degolado a golpes de facão após praticar furtos em Brasiléia

Polícia Militar prende menor e irmão envolvidos no assassinato de jovem

Comentários