Jorge Luiz da Silva Dias foi morto na quarta-feira (14) — Foto: Reprodução

A Polícia Civil investiga a morte de um homem executado a tiros na noite de quarta-feira (14) no quilômetro 5 da estrada do Quixadá, em Rio Branco. A vítima foi identificada como Jorge Luiz da Silva Dias, de 26 anos.

A Polícia Militar fazia patrulhamento de rotina no final do bairro São Francisco quando foi avisada por um motorista de ônibus que havia um corpo na estrada do Quixadá. Quando chegou no local, algumas pessoas estavam próximas ao corpo, mas eram motoristas que estavam passando pela região e pararam. À polícia, eles disseram que não viram o que tinha acontecido.

A vítima foi encontrada no meio da pista e tinha sinais de atropelamento. O delegado Marcus Cabral da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que a linha de investigação é de execução e que ainda não foi identificado nenhum suspeito pelo crime.

“Ele foi encontrado vítima de disparo de arma de fogo como todas as características de crime de execução. E, em relação ao atropelamento, o perito afirmou que tinham passado em cima, porém ninguém sabe se atiraram e depois passaram em cima, ou como ficou no meio da rua e ser um local bastante escuro, sem ter iluminação pública alguém passou e atropelou”, disse.

A vítima só foi identificada depois e o delegado afirmou que ele não era morador da região.

“Ele foi levado lá, onde fizeram essa execução. Tudo indica que ele foi morto no local. Agora, estamos fazendo o histórico da vida pregressa da vítima para saber se ele tinha relação com organização criminosa ou não, se tinha passagem pela polícia”, acrescentou Cabral.

Segundo informações da polícia, criminosos teriam levado a vítima ao meio da estrada para efetuar a execução. O rapaz foi atingido por um tiro nas costas, um na cabeça e outro na perna. Após a ação, os assassinos fugiram.

Comentários