No local, os militares encontraram a jovem estava sendo espancada. Ela teve ferimentos na cabeça e nos braços

o homicídio ocorreria pelo fato da vítima ter contato com organização criminosa rival.

A Polícia Militar de Sena Madureira resgatou uma adolescente de 17 anos que seria executada pelo “tribunal do crime”. O crime seria executado por sete pessoas, entre elas, três menores de idade.

Após uma denúncia anônima, policiais foram até uma casa, onde estava acontecendo uma festa na madrugada desta terça-feira (24). No local, os militares encontraram a jovem estava sendo espancada. Ela teve ferimentos na cabeça e nos braços.

Quatro pessoas de 20 anos, 27 e dois de 19 anos foram presos e três adolescentes apreendidos durante a ação.

Segundo a polícia, o homicídio ocorreria pelo fato da vítima ter contato com organização criminosa rival.

Os envolvidos responderão pelos crimes e atos infracionais de tentativa de homicídio, corrupção de menor, expor menor ao consumo de bebida alcoólica, cárcere privado, tortura e organização criminosa.

Comentários