Ocorreu na manhã desta terça-feira, 30, a reunião de alinhamento das Diretrizes e Planos de Ação com a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) e secretarias municipais. O encontro foi voltado para a pactuação das 10 mil doses de vacinas sobressalentes contra Covid-19, que não foram utilizadas em indígenas.

A ideia é que, por meio da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), seja feito um pedido ao Ministério da Saúde (MS) para a utilização das 10 mil doses de vacina para as forças de segurança do Estado do Acre.

Doses sobressalentes de indígenas serão utilizadas pela segurança pública, caso seja autorizado Foto: Odair Leal/Secom

A decisão foi com base na orientação da Coordenação Estadual de Imunizações, chefiada por Renata Quilles, que esclareceu aos gestores municipais a importância de realizar a vacinação deste grupo mediante autorização do Ministério da Saúde.

“O documento será encaminhado por meio da Comissão Intergestores Bipartite e a solicitação será em caráter de empréstimo das doses, sendo devolvidas mediante as necessidades dos polos indígenas”, afirma Renata Quilles.

Reunião de alinhamento das Diretrizes e Planos de Ação contou com representantes da Secretaria de Estado de Saúde do Acre e das secretarias municipais Foto: Odair Leal/Secom

Em sua fala, o secretário de Estado de Saúde do Acre, Alysson Bestene, enfatizou a importância de que o pedido fosse consensual entre todos os secretários.

“A solicitação desse pedido foi consensual, entre os secretários municipais, para que as decisões sejam de acordo com a decisão do Ministério da Saúde. Nosso objetivo é ver toda nossa população vacinada e imunizada”, afirma o secretário.

Também participaram da reunião os secretários municipais de Rio Branco, Sena Madureira, Cruzeiro do Sul, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Tarauacá, Assis Brasil, Capixaba e Senador Guiomard.

Comentários