O ministério da Saúde registrou nesta quarta-feira (18) mais 34.091 casos e 756 mortes por Covid-19. Ao todo, o país já confirmou 5.945.849 diagnósticos e 167.455 vítimas da doença causada pelo novo coronavírus.

Esse aumento ocorre no momento em que os Estados Unidos, o epicentro global do vírus, entraram no inverno. Os países com mais mortes causadas pela doença são os EUA, Brasil, Índia, México e Reino Unido.
Da CNN, em São Paulo

Europa registra aumento de casos de Covid-19 e decreta novas regras

Um levantamento feito pela Universidade Johns Hopkins mostra que o mundo voltou a bater recorde diário de mortes por Covid-19.

Foram 11.099 óbitos registrados na terça-feira (17), o maior número diário de vítimas registrado desde o início da pandemia.

Esse aumento ocorre no momento em que os Estados Unidos, o epicentro global do vírus, entraram no inverno.

Os países com mais mortes causadas pela doença são os EUA, Brasil, Índia, México e Reino Unido.

Para tentar conter o avanço da Covid-19, muitos países da Europa voltaram a adotar lockdowns e medidas mais restritivas de funcionamento dos estabelecimentos.

Ainda de acordo com a universidade, o mundo tem 55.946.862 casos e 1.344.557 mortes pela doença.

Brasil registra mais 34 mil casos e 756 mortes por Covid-19

O ministério da Saúde registrou nesta quarta-feira (18) mais 34.091 casos e 756 mortes por Covid-19.

Ao todo, o país já confirmou 5.945.849 diagnósticos e 167.455 vítimas da doença causada pelo novo coronavírus. 

Dados da pasta mostram que 16 estados e o Distrito Federal estão com tendência de alta nos óbitos relacionados à doença.

No início da semana, um relatório do Imperial College de Londres mostrou que a taxa de transmissão no país voltou a ficar acima de 1 depois de semanas tendendo à queda.

Em São Paulo, estado com a maior incidência do vírus, aumentou o número de mortes em decorrência da doença entre idosos.

Comentários