Após os ânimos se acalmarem por parte dos imigrante que ameaçaram passar a força pela ponte que dá acesso ao Peru, país vizinho do Brasil que tem acesso pela fronteira do Acre, os imigrante montaram acampamento a espera de uma resposta.

Muitos desses imigrantes estão instalados em uma escola cedida pela prefeitura do município de Assis Brasil desde o início do ano passado, que já não tem como manter. O prefeito Jerry Correia vem fazendo apelo às autoridades para vejam essa situação, pois está causando um problema para a atual administração.

Entre os imigrantes, a maioria é haitiana que estão tentando voltar para seu país de origem. Muitos já não tem mais dinheiro e dependem do apoio cedido pela prefeitura e em tempo de pandemia, alguns vivem pelas ruas da cidade, dormindo pela praça e calçadas.

Um pedido por parte dos imigrantes, seria que fosse dado a permissão de passagem pelo país, podendo ir para a América Central após passar pelo Equador e Colombia.

Até o momento, as autoridades do Peru não se pronunciaram sobre o caso.

Mate’ria relacionada:

https://oaltoacre.com/imigrante-ameacam-passar-a-forca-para-o-lado-peruano-e-causa-tensao-com-as-forcas-militares/

Comentários