fbpx
Conecte-se conosco

Brasil

Lira elogia sistema eleitoral, mas pede projeto sobre urna que ‘sirva a todos’

À CNN, presidente da Câmara disse esperar que Ciro Nogueira tenha ‘autonomia’ na Casa Civil e comentou sobre propostas envolvendo código e reforma eleitoral

Publicado

em

Presidente da Câmara, dep. Arthur Lira (PP – AL) – Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Giovanna Galvani, da CNN, em São Paulo

Em entrevista à CNN nesta quarta-feira (04), Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados, afirmou que confia nas urnas eletrônicas para a realização de eleições, mas que espera que a Casa chegue a um texto que “sirva a todos”.

“O sistema brasileiro é confiável, não tem o que dizer a respeito dele. Mas uma grande parcela da população coloca dúvidas sobre o resultado do pleito. Nao é conveniente, para qualquer um que seja eleito, uma eleição contestada”, declarou Lira.

“Se nós pudermos achar uma maneira adequada de fazer com que essas versões sejam esclarecidas, o parlamento é o fórum específico para isso. Se pudéssemos chegar a uma saida que sirva a todos, seria o ideal”, concluiu.

Lira também comentou sobre a ida de seu colega de partido Ciro Nogueira (PP-PI) à Casa Civil. O senador será empossado hoje em uma sessão exclusiva para sua transição ao cargo. O movimento feito pelo governo Bolsonaro indica vontade de “interlocução política”, disse o presidente da Casa.

Para Lira, Ciro Nogueira precisa “organizar o governo para que tenha uma linguagem só, e para que os ministérios deixem de funcionar como ilhas”. “Torço para que ele tenha todo tipo de possibilidades e autonomia para desempenhar seu papel com plenitude”, acrescentou.

Lira ainda disse que a “maior marca” que quer deixar em seu mandato na chefia da Casa é oferecer à população um enfrentamento às “versões” na política.

Projetos na Câmara

O presidente da Casa também falou sobre outras propostas em tramitação, como o projeto de novo Código Eleitoral. Lira criticou alegações de que possíveis mudanças tenham sido feitas de forma apressada. O grupo de trabalho formado para formular a nova Proposta de Emenda Constitucional (PEC) concluiu na terça-feira (03) a primeira versão do texto.

“Aqui nada é feito açodado. Temos tido excelentes discussões no Plenário, os temas são debatidos intensamente, e, numa matéria como essa, é triste que pessoas que se dizem inteiradas do assunto façam juízo de valor”, disse. Um das críticas rebatidas foi a de que o novo Código excluiria a obrigatoriedade de financiamento de campanhas femininas. “Está na Constituição, não precisa estar no Código”.

“Estão confundindo a reforma que está sob a relatoria da deputada Renata Abreu (Podemos-SP), que deve ser votada comissão hoje e deverá ir a Plenário nessa semana ou na próxima, do código de processo eleitoral que deve ser votado em agosto ou setembro após muitas discussões”, declarou.

Ainda sobre o Código, porém, Lira sinalizou que considera justo novos debates sobre limites estabelecidos para a divulgação de pesquisas eleitorais. “O que não é justo com quem disputa eleição é uma pesquisa dá, a dois dias da eleição, uma discrepância de 30 pontos atrás e você chega no dia empatado”, afirmou.

Sobre a PEC relativa ao sistema eleitoral — relatada por Renata Abreu —, Lira teceu mais comentários sobre a necessidade, para ele, de diminuir a quantidade de partidos políticos para “acabar de vez com governo de coalizão”.

“Com essa quantidade de partidos, é muito difícil o sistema brasileiro se por em pé sem muitos sobressaltos. A cláusula de barreira também é importante para diminuir a quantidade de legendas partidárias que tem acesso ao Congresso Nacional”, disse.

Comentários

Continue lendo

Brasil

BRB abre agência no Iate Clube de Brasília

Publicado

em

Por

BRB abre agência no Iate Clube de Brasília
Agência Brasília

BRB abre agência no Iate Clube de Brasília

Reforçando sua presença em Brasília, o BRB entrega mais uma agência à capital federal. Nesta quinta-feira (23), foi inaugurada uma nova unidade no Iate Clube de Brasília, que será responsável pelo atendimento dos mais de 4,3 mil sócios do clube , além de quase 12 mil dependentes.

Em funcionamento desde 1960, o Iate Clube é um patrimônio esportivo e cultural de Brasília. Com seu portfólio de modalidades, contribui para movimentar o eixo do esporte local e nacional, valorizando talentos e proporcionando bem-estar e qualidade de vida. A agência está inserida no novo modelo de atendimento de varejo do BRB, que proporciona integração das experiências física e digital , com o design inovador que já rendeu ao banco o reconhecimento internacional com o Muse Design Awards em 2022.

“A partir dessa parceria com o Iate, um clube de referência em Brasília, o BRB irá proporcionar a melhor experiência bancária para a família iatista. Vamos levar o jeito BRB de atender para os novos clientes” , afirma o presidente do banco, Paulo Henrique Costa.

A inauguração faz parte do plano de expansão do BRB, que prevê a abertura, ainda em 2024, de novas agências no Distrito Federal e em outras unidades da Federação.

The post BRB abre agência no Iate Clube de Brasília first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Lula avalia vetar taxação federal de compras internacionais até US$ 50

Publicado

em

Por

Lula avalia vetar taxação federal de compras internacionais até US$ 50
Agência Brasil

Lula avalia vetar taxação federal de compras internacionais até US$ 50

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, nesta quinta-feira (23), que pode vetar a taxação federal de remessas de até US$ 50, vindas do exterior. A cobrança do imposto de importação desses produtos foi incluída no projeto que institui o Programa Mobilidade Verde e Inovação (Mover) que estava para ser votada nessa quarta-feira (22) pela Câmara dos Deputados. A votação, entretanto, foi adiada.

“A tendência é vetar, mas a tendência também pode ser negociar”, disse o presidente, na manhã de hoje, em conversa com jornalistas no Palácio do Planalto. Segundo Lula, ele está disponível para discutir o tema com o presidente da Câmara, Arthur Lira.

“Cada um tem uma visão a respeito do assunto. Quem é que compra essas coisas? São mulheres a maioria, jovens, e tem muita bugigangas. Eu nem sei se essas bugigangas competem com as coisas brasileiras, nem sei”, acrescentou.

Atualmente, por meio do programa Remessa Conforme, as compras do exterior abaixo de US$ 50 são isentas de impostos federais e taxadas somente pelo Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) com alíquota de 17%, arrecadado pelos estados. O imposto de importação federal, de 60%, incide somente para remessas provenientes do exterior acima de US$ 50.

A lista das empresas que já aderiram ao Remessa Conforme , que inclui Amazon, Shein e Shoppe, pode ser conferida na página da Receita Federal na internet.

Ao incluir a taxação no projeto do Programa Mover, o relator do texto, deputado Átila Lira, manifestou “preocupação” com a indústria nacional e desequilíbrio na concorrência com os produtos fabricados no Brasil. A isenção também é questionada por entidades ligadas ao varejo.

O presidente Lula, entretanto, defendeu que haja um equilíbrio de tratamento na cobrança de impostos da população, argumentando que pessoas em viagem ao exterior também tem isenção de cobranças. “Você tem as pessoas que viajam que tem isenção de US$ 500 no Free Shop, que tem mais isenção de US$ 1 mil dólares, e que não paga [imposto], que são gente de classe média. E como é que você vai proibir as pessoas pobres, meninas e moças que querem comprar uma bugiganga, um negócio de cabelo”, disse.

“Quando discuti [o assunto com o vice-presidente Geraldo Alckmin], falei pro Alckmin: ‘tua mulher compra, minha mulher compra, tua filha compra, a filha de todo mundo compra, a filha do Lira compra, todo mundo compra’. Então, o que precisamos é tentar ver um jeito de não tentar ajudar uns prejudicando o outro, mas tentar fazer uma coisa uniforme. E estamos dispostos a conversar e encontrar uma saída”, acrescentou Lula.

The post Lula avalia vetar taxação federal de compras internacionais até US$ 50 first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Chuva suspende limpeza do Mercado Público de Porto Alegre

Publicado

em

Por

A prefeitura de Porto Alegre suspendeu, na manhã desta quinta-feira (23), a limpeza das áreas internas do Mercado Público (à direita), no centro histórico cidade, devido à forte chuva que atinge a capital do Rio Grande do Sul. O edifício inaugurado em 1969 é o mercado público mais antigo do país. Até a enchente, o endereço abrigava lojas que comercializavam desde alimentos e bebidas a artigos religiosos.

O prédio histórico estava alagado havia 18 dias pelas águas do Guaíba, que chegou ao nível recorde de 5,35 metros (m), em 5 de maio, superando o pico da cheia em 1941, quando atingiu 4,76 m. No local, a cota de inundação é de 3 m. O cenário encontrado após o auge da inundação é de lixo acumulado e estruturas das lojas e mobiliários danificados.

Na quarta-feira (22), a força-tarefa dos servidores do Departamento Municipal de Limpeza Urbana de Porto Alegre (DMPU) iniciou a limpeza da parte externa do mercado público.

Foi feita a remoção do lodo por meio de hidrojateamento e com auxílio de caminhão-pipa para transporte de água. Quando retomados, os serviços preveem a desinfecção do local. O custo para o governo municipal de toda a operação de limpeza e desinfecção do prédio está estimado em R$ 284 mil pela prefeitura. A estimativa é que a operação dure até cinco dias.

De acordo com a prefeitura de Porto Alegre, após a retomada da limpeza das áreas internas do Mercado Público, em uma segunda etapa, será a vez de os comerciantes do local avaliarem os prejuízos e descartarem resíduos e entulhos com auxílio das equipes do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU). A terceira etapa será desinfecção da área térrea e a limpeza e desinfecção do piso superior.

Fonte: EBC GERAL

Comentários

Continue lendo