A vítima que morreu foi identificada como Júnior Lima de Oliveira. Ele trabalhava em cima de um andaime na parte da cobertura da construção quando recebeu a descarga elétrica. O cabo do rolo de pintura encostou na fiação.
Por Iryá Rodrigues

O jovem Junior Lima de Oliveira, de 29 anos, morreu após levar uma descarga elétrica enquanto trabalhava, nesta terça-feira (10), no bairro Corcovado, no município de Tarauacá, interior do Acre. O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado para fazer o resgate da vítima.

Segundo o Corpo de Bombeiros do município, o homem chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Dr. Sansão Gomes.

A informação é de que o jovem pintava um prédio quando recebeu a descarga elétrica ao encostar o cabo do rodo de pintura na fiação elétrica.

Após o choque, ele ficou caído na cobertura do prédio e a equipe dos bombeiros precisou usar técnicas de salvamento com auxílio de uma escada para fazer o resgate.

Em seguida, o jovem foi levado para o Hospital Doutor Sansão Gomes, mas ao chegar na unidade ele não resistiu e morreu.

Mortes por descarga elétrica

Até o último dia 28 de outubro, o Instituto Médico Legal havia registrado 10 mortes causadas por descarga elétrica no estado do Acre em 2020.

O Acre tem uma sede do IML em Rio Branco e outras duas em Sena Madureira e Cruzeiro do Sul. Casos de mortes violentas ou que precisem de laudo que ocorrem nos demais municípios acreanos, as vítimas são encaminhadas para a sede que estiver mais próxima.

Do total de casos registrados pelo IML este ano, oito foram vítimas de descarga elétrica propulsora, causada por aparelhos eletrônicos ou fiações elétricas. E dois dos casos foram de vítimas de fenômeno natural, raio.

Um levantamento feito pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) mostra que entre janeiro e outubro deste ano foram atendidas 18 ocorrências relacionadas a choque elétrico, sendo quatro em fevereiro, uma em março, três em abril, uma em junho, quatro em agosto, três em setembro e duas em outubro.

Comentários