O coronel Lauro Melo assumiu a Fundhacre (Fundação Hospitalar do Acre) no lugar do dentista Lúcio Brasil semana passada sob bombardeio da opinião pública por um histórico nada bom na saúde pública por onde passou.

O Notícias da Hora trouxe à tona que enquanto o coronel foi o provedor da Santa Casa de Pelotas (RS), ao invés de abrir novos leitos, ou trabalhar para manter os existentes, ele optou por fechar 19 dos 25 leitos que atendiam o SUS alegando ‘crise financeira’. Na época, Lauro Melo culpou o governo gaúcho por não repasse recursos para a Santa Casa.

No Acre, entretanto, o oficial do Exército conta com a confiança do governador Gladson Cameli para comandar a Fundação Hospitalar do Acre. Em solenidade no Corpo de Bombeiros, Cameli disse, abraçado com o coronel, que ele tem total apoio para comandar a unidade, mas cobrou metas.

Após agradecer Lauro Melo, Cameli afirmou que “trocou” a direção da Fundhacre porque acredita no coronel, mas que se ele “não servir” não vê problema em substituí-lo.

“Troquei e se ele não servir vou trocar até acertar. O que eu não vou esperar é acabar o meu mandato e poder ter feito Saúde e não fiz.”, disse Cameli.

Comentários