Em confronto com a Polícia Militar de Tarauacá, um assaltante morre e quatro são presos. Todos os pertences das vítimas do roubo são recuperados e nove armas apreendidas.

Policiais militares do município de Tarauacá, distante cerca de 450 km de Rio Branco, viveram momentos de guerra durante toda a terça-feira (22), quando saíram da cidade de Tarauacá em direção a BR 364 com a missão de identificar e prender um bando formado por cinco homens que se alto intitulam “piratas do asfalto” que na noite de segunda-feira (21), assaltaram e fizeram reféns 45 pessoas, entre tripulação e passageiros de uma empresa de ônibus que faz a rota Rio Branco/Cruzeiro do Sul, no Vale do Juruá.

Antes de saírem para a “caçada implacável” uma equipe de elite de policiais militares da corporação de Tarauacá tiveram acesso as imagens do circuito interno de segurança do ônibus que gravou toda a ação criminosa do bando.

_______________

Com o bando a polícia recuperou os pertences das vítimas, que tiveram as bagagens, dinheiro e celulares roubados, além da apreensão de nove armas, e uma moto usada pelos criminosos.

_______________

Munidos dessas imagens, os policiais passaram para o segundo estágio da Operação. Identificar os criminosos que a princípio usavam perucas e estariam com os rostos cobertos, mas que ao longo da ação do roubo findaram por relaxar e retirar as coberturas.

Identificados os membros do bando, a polícia passou para o estágio mais crítico da operação. Cercar a localização do bando que estaria na Comunidade Mamoré e a partir daí montar uma estratégia de ataque preservando a vida de inocentes e as dos militares.

A primeira investida na noite desta terça-feira aconteceu na Comunidade onde a polícia identificou que moravam pelo menos dois dos cinco do bando.

Naquela região todas as casas, comércios, ruas e varadouros foram revistadas e nada foi encontrado, mas foi exatamente naquela comunidade que a equipe recebeu uma informação importante de que o bando estaria escondido na Colônia São José, próximo a comunidade.

Na Colônia São José a guarnição identificou a casa em que estava o bando e cercaram o local, anunciando a presença da polícia e dando ordem de rendição aos criminosos, mas o bando investiu contra a guarnição atirando contra os policiais que revidaram e no confronto Francisco Valdevan Araújo da Silva, de 20 anos foi atingido com um tiro no peito e morreu no local, os outros quatro integrantes do bando decidiram se render e foram presos, são eles: Marcione Felix Nascimento, de 28 anos, José Ítalo Monteiro Negreiros, de 18 anos, Antônio Reinaldo de Araújo, de 27 anos e um adolescente de 15 anos.

Com o bando a polícia recuperou os pertences das vítimas, que tiveram as bagagens, dinheiro e celulares roubados, além da apreensão de nove armas, e uma moto usada pelos criminosos.

O bando foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Tarauacá e o corpo do assaltante morto no confronto foi resgatado por peritos do Instituto Médico Legal – IML.

A Polícia acredita que o desfecho da operação foi positiva e que a situação de insegurança e violência na BR 364 e alerta que a tolerância para esse tipo de crime, é a ação imediata das forças de segurança em prol da sociedade.

Comentários