fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Disputa acirrada na eleição do Brasil vira destaque em imprensa estrangeira

Publicado

em

Mídia internacional chama a atenção para margem apertada entre os dois candidatos. Muitos falam de principal pleito no país em anos.

Jornais, sites e TVs do mundo inteiro acompanham de perto a eleição deste domingo (30) no Brasil. A proximidade das porcentagens das intenções de voto para Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro mostrada nas pesquisas é o principal destaque da mídia internacional.

Veja abaixo algumas das reportagens:

O jornal “New York Times” abriu um serviço de notícias ao vivo para acompanhar a eleição no Brasil, em 30 de outubro de 2022. — Foto: Reprodução

O jornal “New York Times” abriu um serviço de notícias ao vivo para acompanhar a eleição no Brasil, em 30 de outubro de 2022. — Foto: Reprodução

O “New York Times” abriu um serviço de notícias em tempo real para acompanhar o que chamou de “uma das eleições mais importantes na América Latina em décadas”. O jornal ressalta ainda que a disputa ocorre “entre dois dos maiores nomes na política moderna brasileira e entre suas visões polarizadas para o país”.

A publicação diz que o país escolherá entre um reeleger Jair Bolsonaro para um mandato de extrema direita ou eleger Lula novamente para “recolocar o Brasil no rumo da esquerda”.

Mas a reportagem ressalta que “o que está em jogo é muito mais do que simplesmente uma disputa entre a esquerda e a direita”.

“A eleição traz grandes consequências para a floresta amazônica, que é crucial para a saúde do planeta. Bolsonaro destruiu as agências encarregadas de proteger a floresta, levando ao aumento do desmatamento, enquanto Lula prometeu erradicar a extração ilegal de madeira e mineração”, diz o New York Times.

O jornal britânico “The Guardian” fala de uma eleição com ‘emoções à flor da pele’, em 30 de outubro de 2022. — Foto: Reprodução

O jornal britânico “The Guardian” fala de “emoções à flor da pele” e diz que o país chega este domingo para sua “eleição mais importante em anos, com o candidato da esquerda Luiz Inácio Lula da Silva como o favorito por uma margem aperta para colocar fim a quatro anos do governo destrutivo do presidente da extrema direita Jair Bolsonaro”.

O jornal francês “Le Monde” destacou a eleição no Brasil como a principal notícia do dia em seu site, em 30 de outubro de 2022. — Foto: Reprodução

O jornal francês “Le Monde” destacou a eleição no Brasil como a principal notícia do dia em seu site, em 30 de outubro de 2022. — Foto: Reprodução

O jornal francês “Le Monde” dá amplo destaque à eleição brasileira deste domingo, que ocupa a manchete principal de seu site. A publicação destaca que a votação será “muito mais apertada que o esperado”.

O jornal diz que um dos desafios de Lula é “conquistar parte dos votos dos evangélicos, que representam um terço do eleitorado do país e são predominantemente leais à extrema direita”.

O jornal espanhol “El País” também abriu um serviço de notícias ao vivo sobre o domingo eleitoral no Brasil, em 30 de outubro de 2022. — Foto: Reprodução

A proibição do Tribunal Superior Electoral (TSE) de que a Polícia Rodoviária Federal realize operações em ônibus de eleitores é o destaque do jornal espanhol “El País” também abriu um serviço de notícias em tempo real para acompanhar o domingo eleitoral no Brasil, onde, destaca a publicação, 156 milhões de cidadãos estão aptos a votar.

Comentários

Continue lendo

Geral

Morte de homem encontrado sem roupas tem conotação sexual, diz delegado

Publicado

em

O homicídio de José Anailton Alves de Souza, 52 anos, encontrado morto e sem roupas no último sábado, 25, em Rodrigues Alves, interior do Acre, é investigado como um crime sexual pela Polícia Civil.

A vítima foi encontrada com várias perfurações de faca nas costas e estava despida.

“Ele estava em posição decúbito ventral. Provavelmente algo envolvendo relação sexual que resultou em desentendimento e ocorreu o homicídio. Estamos aguardando a perícia e complementações como investigação de material biológico e até o final da semana esperamos identificar o suspeito”, citou o delegado, Segundo os familiares, a vítima era conhecida por ingerir muita bebida alcoólica.

Comentários

Continue lendo

Geral

Inscrições no casamento coletivo de Epitaciolândia encerram nesta quarta-feira (29), e os atendimentos ocorrem das 8h às 14h

Publicado

em

Para habilitação do casamento coletivo em Epitaciolândia que se encerram nesta quarta-feira, 29, os atendimentos ocorrem das 8h às 14h, na secretaria municipal de Cidadania e Ação Social.

As inscrições para habilitação do casamento coletivo em Epitaciolândia encerram nesta quarta-feira, 29, e os atendimentos ocorrem das 8h às 14h, na secretaria municipal de Cidadania e Ação Social, localizada na Avenida Santos Dumont, centro da cidade.

___________________

O Projeto Cidadão será realizado na sexta-feira, 31, e no sábado, 01 de junho, na Escola Bela Flor, situada na BR-317. Também serão realizados atendimentos jurídicos, de saúde, odontológicos, de vacinas, testes rápidos, ginecologista e ortopedista, além de serviços: cabeleireiro e aplicação de vacina antirrábica nos animais.

___________________

A cerimônia do casamento coletivo acontece na quadra da Praça 28 de Abril, no dia 1º de junho, às 10h30.

Os interessados em participar do casamento, devem comparecer à secretaria portando os seguintes documentos:

*Noivos solteiros: Certidão de Nascimento original (legível e sem rasura), comprovante de endereço, RG e CPF (original e cópia);

*Noivos divorciados: Certidão de Casamento original com Averbação do Divórcio (legível sem rasura), cópia do processo ou sentença do divórcio (parte referente à partilha de bens), comprovante de endereço, RG e CPF (original e cópia);

*Noivos menores de idade (entre 16 e 18 anos incompletos): Certidão de Nascimento original (legível e sem rasura), comprovante de endereço, presença dos pais portando RG e CPF (original e cópia).

Em caso de menores com responsáveis falecidos, os noivos deverão apresentar Certidão de Óbito. Já no caso de pais ausentes, os noivos devem apresentar consentimento por escrito do responsável.

Comentários

Continue lendo

Geral

Vereador foi preso depois da sessão extraordinária, crime ocorreu em 2020 e chegou ao conhecimento da polícia em 2021, em Assis Brasil

Publicado

em

Por

A prisão do parlamentar ocorreu após a sessão na Câmara Municipal de Vereadores pela Polícia Civil.

Vereador Wermyson Martins Tamburini fez uma publicação em uma rede social antes de ser preso – Foto: Arquivo pessoal

Vereador de Assis Brasil Wermyson Martins Tamburini e outros dois acusados de abusarem da vítima foram presos nesta terça-feira (28).  

Por Aline Nascimento – G1 Acre 

O vereador Wermyson Martins Tamburini (PSDB), que foi preso na manhã desta terça-feira (28) acusado de estupro de vulnerável contra um menino de 11 anos em Assis Brasil, interior do Acre. A prisão do parlamentar ocorreu após a sessão na Câmara Municipal de Vereadores pela Polícia Civil.

Os policiais cumpriram um mandado de prisão contra o vereador e outros dois acusados do crime após o caso transitar em julgado na Justiça.

Juntos, os três foram condenados a mais de 31 anos de prisão em regime fechado. Os demais acusados seriam um servidor público e um idoso. Eles foram levados para Brasiléia/Epitaciolândia, também no interior, e devem ser transferidos para um presídio de Rio Branco nos próximos dias.

A reportagem tenta contato com a defesa do vereador.

O presidente da Câmara de Vereadores de Assis Brasil, Wendell Gonçalves Marques, o Tcheco, disse que não iria comentar o assunto, que é ‘algo particular do vereador’. Ele afirmou que vai aguardar a notificação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AC) para cumprir o regimento da Casa.

O presidente da Câmara de Vereadores de Assis Brasil, Wendell Gonçalves Marques, o Tchero, afirmou que vai aguardar a notificação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AC) para cumprir o regimento da Casa. Foto: arquivo 

“O regimento tem alguns pontos que diz o que cabe para a perda do mandato. Um dos pontos é esse tipo de coisa [prisão]. Assim que a gente for notificado a Câmara vai se manifestar. Teve sessão normal, ele estava e a prisão foi depois”, confirmou.

Comentários

Continue lendo