Candidata a prefeita por Brasiléia, Leila Galvão fala de projetos durante entrevista

A candidata a prefeita no município de Brasiléia, pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Leila Galvão, esteve no estúdio do jornal oaltoacre.com, para falar dos projeto de governo que está levando aos eleitores neste ano de 2020.

Leila Galvão tem uma ‘bagagem’ política consigo, onde já foi vereadora, prefeita deputada estadual, além de ser professora, está tentando voltar ao executivo municipal após dois anos sem exercer cargo eletivo.

Infelizmente, devido agenda corrida na zona rural, o candidato a vice com Leila Galvão, o vereador Charbel Reis (PSL), bacharel em direito, não chegou a tempo para se apresentar junto com a candidata.

A candidata falou do trabalho que vem desenvolvendo durante esses dias que antecede a eleição que acontece no próximo dia 15 (domingo). “Estamos andando muito, realizando visitas e reuniões levando nosso projeto para os munícipes. Nossa campanha está tanto na zona urbana e rural”, destacou.

Nessas visitas, conta que estão olhando as necessidades dos bairros, nas comunidades mais longes. A produção rural  é uma das metas com criação e manutenção dos ramais, onde irá ajudar no escoamento e consequentemente, irá ajudar na educação levando os estudantes para as escolas.

Incentivos na produção com maquinários, além de apresentar alternativas para que possam melhorar condições de vida do produtor. A ampliação do programa Luz para Todos, construção e manutenção de pontes será uma constante junto ao governo e empresas.

Na pasta da saúde, seu plano de governo está inserido a ampliação do Programa Saúde Itinerante na zona rural e funcionamento dos postos de saúde em dois turnos. Neste meio, está a valorização dos profissionais da área juntamente com os educadores.

Os idosos e jovens foram lembrados e estarão inseridos em projetos sociais e esportivos. Leila destacou a união com bancada parlamentar acreana e governo estadual, onde estará buscando parceria para trazer para a fronteira, emendas parlamentares que estará uma melhor qualidade de vida para todos.

Veja entrevista com Marcus José.

Entre outros destaques, a implantação do Instituto Médico Legal (IML) na fronteira e um posto para atendimento no Hospital Regional Raimundo Chaar, que vai amenizar o tratamento de pessoas que tem de se deslocar cerca de três vezes na semana, para realizar hemodiálise.

Entre esses e outros assuntos, Leila Galvão espera poder realizar muito mais caso seja eleita. Veja a entrevista que foi transmitida ao vivo pelo Facebook.

Comentários