fbpx
Conecte-se conosco

Brasil

Câmara quer ouvir ministros de Lula sobre suposta omissão no 8 de janeiro

Publicado

em

Deputados dizem que governo foi alertado sobre o ataque e, mesmo assim, não forneceu a segurança necessária

Plenário do STF depredado após os atos de 8 de janeiro
CARLOS MOURA/SCO/STF – 11.1.2023

A Câmara dos Deputados quer interrogar o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Gonçalves Dias, para saber se houve omissão do governo federal em relação aos atos de vandalismo registrados em Brasília em 8 de janeiro, quando o Palácio do Planalto e os prédios do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF) foram invadidos e depredados.

Nos últimos dias, a Casa recebeu diferentes requerimentos que pedem a convocação dos ministros para que eles se expliquem ao parlamento. A convocação tem caráter coercitivo. Portanto, caso os requerimentos sejam aprovados, Dino e Dias serão obrigados a comparecer à Câmara, sob pena de incorrerem em crime de responsabilidade caso faltem, o que os levaria a perder o cargo.

Um dos pedidos de convocação de Dino foi apresentado pela deputada Caroline de Toni (PL-SC). Ela destaca que o próprio GSI e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) alertaram o Executivo federal antes de 8 de janeiro sobre a possibilidade de manifestações violentas na Praça dos Três Poderes. Apesar disso, de acordo com a deputada, o GSI dispensou 36 homens do Batalhão da Guarda Presidencial um dia antes do ocorrido.

Caroline diz também que Dino publicou uma portaria em 7 de janeiro que autorizava o uso da Força Nacional para a proteção da ordem e do patrimônio público e privado dos Três Poderes e que o ministro usou as redes sociais no mesmo dia para mobilizar a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). No entanto, destacou a deputada, nada disso impediu a ação dos vândalos.

“As informações revelam indubitável ineficiência e/ou omissão por parte do governo federal em conter atos de vandalismo e, por conseguinte, garantir a ordem. Por que a multidão não foi contida? Por que mesmo ciente dos riscos de depredação não houve por parte do governo federal suporte para conter o que ele mesmo chamou de ações hostis?”, questionou Caroline.

“Portanto, faz-se mister que o ministro esclareça a esse parlamento por que agiu de forma tão inexpressiva para conter os atos violentos, mesmo ciente de que isso aconteceria. Por que a Polícia Militar do Distrito Federal ficou desguarnecida do apoio necessário para conter os atos de vandalismo e, ainda, por que ignorou os diversos alertas emitidos pela Abin?”, acrescentou.

O deputado Carlos Jordy (PL-RJ) elaborou outro requerimento de convocação de Dino e reforçou os argumentos apresentados por Caroline. “Houve omissão e falha na segurança, e deve haver responsabilização. Isso, claro, se não tiver havido conivência, e por isso é importante a convocação de autoridades para esclarecimento.”

A bancada do Novo na Câmara assinou um requerimento que pede a convocação de Gonçalves Dias. No documento, o partido questiona o sigilo imposto pelo governo federal à íntegra das imagens registradas pelo sistema de segurança do Palácio do Planalto em 8 de janeiro. Segundo a legenda, os registros de entrada e saída de pessoas em órgãos públicos, inclusive no Planalto, são passíveis de acesso público.

“Ora, se as informações relacionadas ao registro de pessoas que entram legalmente nos órgãos governamentais são públicas, por decorrência lógica as informações relativas a pessoas que entraram ilegalmente nos órgãos e depredaram o patrimônio público também o são”, destacou a bancada do Novo.

Mais cedo, a reportagem procurou o Palácio do Planalto para obter informações sobre os documentos que mostraram que o governo havia sido avisado sobre possíveis atos em 8 de janeiro e aguarda retorno. O espaço está aberto para manifestação.

Comentários

Continue lendo

Brasil

Detran interdita a marginal da Via JK para corrida neste domingo (26)

Publicado

em

Por

Detran interdita a marginal da Via JK para corrida neste domingo (26)
Agência Brasília

Detran interdita a marginal da Via JK para corrida neste domingo (26)

Na manhã deste domingo (26), o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) vai interditar a marginal da Via JK, das 6h30 às 9h, em razão da corrida Flower Run , que será realizada na Orla da Ponte JK, com largada prevista para as 7h, em frente ao Bar Mormaii.

Os atletas percorrerão 5 km, seguindo pela Orla da Ponte JK, na contramão da marginal da via JK, via do SCES trecho 2 e Ciclovia do SCES trecho 2. As vias de acesso à corrida serão totalmente fechadas a partir das 6h30, permitindo o acesso somente aos atletas e organizadores do evento.

O Detran-DF implantará dois pontos de controle de trânsito (PCTran) no SCES Trecho 2: um na altura da alça de acesso à via JK e outro na altura do Clube de Golf. Além da sinalização dos trechos interditados, os agentes farão o controle do tráfego e orientarão os condutores a fim de dar fluidez ao trânsito sem comprometer a segurança viária.

The post Detran interdita a marginal da Via JK para corrida neste domingo (26) first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Avião histórico da Segunda Guerra cai na Inglaterra e mata piloto

Publicado

em

Por

Avião histórico da Segunda Guerra cai na Inglaterra e mata piloto
ESTADÃO CONTEÚDO

Avião histórico da Segunda Guerra cai na Inglaterra e mata piloto

Um avião de caça Spitfire do período da Segunda Guerra Mundial caiu perto de uma base da Força Aérea Britânica, no leste da Inglaterra, neste sábado (25), matando o piloto, informou o Ministério da Defesa do Reino Unido. A pasta confirmou a morte de um piloto da Royal Air Force (RAF) “em um trágico acidente” que ocorreu próximo da base aérea de Coningsby.

Não houve informações imediatas sobre a causa do acidente. A base, a cerca de 230 km ao norte de Londres, abriga tanto jatos de combate modernos quanto o Battle of Britain Memorial Flight, uma coleção de aviões de caça e bombardeiros da época da Segunda Guerra que participam de shows aéreos e exibições comemorativas. Vários dos aviões deveriam realizar um espetáculo aéreo neste sábado no Lincolnshire Aviation Heritage Center, nas proximidades.

A Polícia de Lincolnshire disse que os serviços de emergência foram chamados à tarde após os relatos de que um avião havia caído em um campo em Coningsby. A força policial disse acreditar que havia apenas um ocupante e ninguém mais teria se envolvido no incidente.

O acidente ocorreu dias antes de aeronaves clássicas tomarem os céus para celebrar o 80º aniversário do Dia-D, a invasão aliada da Normandia em 6 de junho de 1944. Mais de 20 mil Spitfires foram construídos nos anos 1930 e 1940. O ágil e manobrável avião desempenhou um papel-chave na defesa do Reino Unido contra ataques da Luftwaffe alemã durante a Batalha da Grã-Bretanha em 1940.

Na época, o então primeiro-ministro britânico, Winston Churchill, prestou uma homenagem aos aviadores da batalha que se tornou famosa: “Nunca, no campo do conflito humano, tanto foi devido por tantos a tão poucos” . Atualmente, há apenas algumas dezenas de Spitfires em condições de voo, incluindo seis que pertencem ao Battle of Britain Memorial Flight. (Fonte: Associated Press)

The post Avião histórico da Segunda Guerra cai na Inglaterra e mata piloto first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Pilotos da Haas vão largar dos boxes no GP de Mônaco da Fórmula 1

Publicado

em

Por

Pilotos da Haas vão largar dos boxes no GP de Mônaco da Fórmula 1
ESTADÃO CONTEÚDO

Pilotos da Haas vão largar dos boxes no GP de Mônaco da Fórmula 1

A equipe Haas foi reprovada na inspeção técnica da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), ao fim do treino classificatório do GP de Mônaco de Fórmula 1, neste sábado (25). A decisão fará os pilotos da equipe, o alemão Nico Hülkenberg e o dinamarquês Kevin Magnussen, largarem dos boxes no domingo (26).

De acordo com a FIA, havia irregularidades nas asas traseiras de ambos os carros do time americano. A Haas confirmou a constatação de uma “falha técnica” nos monopostos. Como consequência, a FIA desclassificou os dois pilotos no treino classificatório. Daí a necessidade de partirem dos boxes no GP disputado nas ruas de Montecarlo. Assim, Hülkenberg e Magnussen perderam o 12º e o 15º lugares obtidos no treino classificatório.

A punição favoreceu diretamente os rivais, que conquistaram até duas posições no grid deste domingo. O australiano Daniel Ricciardo, o canadense Lance Stroll e o espanhol Fernando Alonso galgaram uma colocação cada no grid , enquanto o americano Logan Sargeant, o mexicano Sergio Pérez, o finlandês Valtteri Bottas e o chinês Guanyu Zhou subiram dois postos.

O tradicional GP de Mônaco tem largada marcada para as 10h deste domingo. No “quintal de casa”, o monegasco Charles Leclerc quebrou a sequência de poles consecutivas de Max Verstappen e cravou a volta mais rápida do treino classificatório. O piloto da Ferrari revelou estar sentindo uma “sensação especial” e garantiu grandes coisas na corrida.

“Estou muito feliz com a volta, com a emoção lá no alto. A sensação é excelente, tudo muito especial. Posso conseguir grandes coisas e a vitória é o objetivo. Preciso de uma boa largada e quando fizermos isso, espero que Carlos Sainz possa me seguir. No passado não conseguimos isso, mas temos a certeza que somos um time mais forte” , afirmou.

Mencionado por Leclerc, Sainz largará na terceira posição, atrás também de Oscar Piastri, da McLaren. Max Verstappen sairá do sexto lugar, tendo os pilotos da Mercedes – George Russell e Lewis Hamilton , à sua frente.

“Agora eu sei, com mais experiência do que nunca, que a classificação por mais que ajude, não garante um triunfo. O cenário está perfeito, mas aconteça o que acontecer, precisamos trazer essa vitória para casa” , completou Leclerc, que teve o discurso otimista acompanhado por seu companheiro de equipe.

O espanhol revelou que a Ferrari jogará em equipe em Mônaco. “É Mônaco. Tudo pode acontecer e vamos dar o nosso melhor. A prioridade será vencer com Charles amanhã (domingo)” , disse.

“Acho que, no geral, foi uma melhoria para mim, já que estive sofrendo durante todo o fim de semana com a confiança para me sentir melhor dentro do carro. Então, no geral, dar o máximo e largar em terceiro é um passo na direção certa. Não estou totalmente feliz porque gostaria de estar brigando pela pole, mas Charles tem feito um trabalho incrível. O carro também esteve muito bom durante todo o fim de semana e ele conseguiu extrair o máximo, então estou feliz por ele” , disse.

The post Pilotos da Haas vão largar dos boxes no GP de Mônaco da Fórmula 1 first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo