fbpx
Conecte-se conosco

Brasil

Bruce Willis já não reconhece a própria mãe. Neurocientista explica progressão da demência  do ator

Publicado

em

Relatos de pessoas próximas também apontam comportamento agressiva de Bruce

Recentemente, o ator Bruce Willis, famoso por seus filmes em Hollywood como “Duro de matar” e “O sexto sentido”, foi diagnosticado com demência frontotemporal, uma doença degenerativa que afeta diversas áreas como foco, personalidade e memória.

Agora, de acordo com relatos de pessoas próximas ao ator, a doença progride rapidamente, Bruce já teria dificuldades até de reconhecer a própria mãe e apresenta comportamentos agressivos.

Segundo Wifried Gliem, prima da mãe de Bruce, Marlene Willis, em entrevista à revista Bild, o ator já apresenta graves dificuldades na comunicação.

Os movimentos dele são muito lentos, com uma agressividade constante. Já não é possível manter uma conversa normal. Este comportamento é típico de pacientes que sofrem desta condição” Conta Wifried.

De acordo com o Pós PhD em neurociências e membro da Sigma Xi e da Society for Neuroscience nos Estados Unidos, Dr. Fabiano de Abreu Agrela, essa é a progressão natural da condição e explica mais sobre a demência.

Conforme a demência frontotemporal progride, afeta as habilidades mentais, a memória e outras funções que são mais comuns na doença de Alzheimer, além de gerar alterações na personalidade e dificuldades de comunicação, como o que está acontecendo com o ator”.

Comportamentos atípicos ou anti-sociais, assim como a dificuldade para falar ou se expressar normalmente são um dos primeiros sintomas, mas em estágios posteriores, os pacientes podem desenvolver alguns distúrbios do movimento, como rigidez nos membros, lentidão, fraqueza muscular, espasmos, e até mesmo dificuldade de deglutição.” Explica.

Demência Frontotemporal

A demência frontotemporal afeta normalmente indivíduos entre 45 e 60 anos e é causado por diversos fatores, como genéticos, pelo acúmulo anormal da proteína Tau, substância que tem como função estabilizar os microtúbulos pela agregação de tubulina, o excesso dela está ligado a diversas doenças neurodegenerativas, como Alzheimer.

Modificações em genes importantes para o funcionamento cerebral também podem desencadeá-la, como GRN, que tem como função a codificação da progranulina, alterações nesse gene causam sintomas diferentes em membros da família e faz com que a doença surja em diferentes faixas etárias, ou o C9ORF72, que quando alterado se torna um fator de alerta para o surgimento de demência frontotemporal e outras condições, como o ELA – Esclerose Lateral Amiotrófica.

O distúrbio atinge os lobos frontais e temporais do cérebro, responsáveis, respectivamente, pela execução de ações com intencionalidade, “freios sociais” e linguagem, memória, capacidade visual e auditiva.

A região do córtex orbitofrontal, por exemplo, está relacionada a tomada de decisões e busca de pensamentos, córtex pré-frontal dorsolateral com a memória de curto prazo e foco atencional, e o córtex pré-frontal ventromedial com o julgamento e conexão com o sistema límbico, este onde se localiza a amígdala, hipocampo (relação com as memórias que se consolidam), núcleo septal, tronco cerebral, tálamo, entre outros“.

A função do sistema límbico é coordenar as atividades sociais que possibilitam a manutenção da vida em sociedade e instintos, a degeneração nessas regiões impede uma boa comunicação entre elas, assim como o seu bom funcionamento”.

Como funciona o diagnóstico da demência?

O diagnóstico da doença é baseado na avaliação médica e exames físicos, como exame neurológico ou teste de estado mental, a Tomografia por emissão de pósitrons (PET) com deoxiglicose marcada com flúor-18 (18F) (fluorodesoxiglicose, ou FDG) também pode ser usada para identificar a demência através da análise das regiões anteriores nos lobos frontais, córtex temporal anterior e córtex cingulado anterior”.

No caso de Bruce, os sintomas foram diagnosticados primeiramente como afasia até chegar à conclusão de que se tratava realmente de demência frontotemporal, a afasia é um sintoma bastante comum na doença frontotemporal e também pode ser usado como sinal de alerta na análise clínica para diagnóstico da condição”.

A demência frontotemporal não tem cura, os tratamentos utilizados, como uso de medicamentos antipsicóticos, fonoaudiologia e fisioterapia apenas ajudam a amenizar os sintomas” Explica Dr. Fabiano.


Sobre o Dr. Fabiano de Abreu

Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues, é um Pós-doutor e PhD em neurociências eleito membro da Sigma Xi, The Scientific Research Honor Society e Membro da Society for Neuroscience (USA) e da APA – American Philosophical Association, Mestre em Psicologia, Licenciado em Biologia e História; também Tecnólogo em Antropologia com várias formações nacionais e internacionais em Neurociências e Neuropsicologia. É diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito (CPAH), Cientista no Hospital Universitário Martin Dockweiler, Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, Membro ativo da Redilat, membro-sócio da APBE – Associação Portuguesa de Biologia Evolutiva. Membro Mensa, Intertel e TNS.


Por MF Press Global Gestão geral

Comentários

Continue lendo

Brasil

Lar da Bondade: o projeto do MC brasiliense que leva moradia popular às periferias do DF

Publicado

em

Por

Lar da Bondade: o projeto do MC brasiliense que leva moradia popular às periferias do DF
Pedro Reis

Lar da Bondade: o projeto do MC brasiliense que leva moradia popular às periferias do DF

Em 2022, o funk brasileiro ganhou uma nova melodia de solidariedade. Anderson Azevedo Gonçalves, mais conhecido como MC Bockaum, um dos pioneiros do funk em Brasília , lançou o projeto Lar da Bondade, uma iniciativa destinada a construir moradias populares para famílias em situação de vulnerabilidade social no Distrito Federal. O objetivo é claro: prover dignidade e melhores condições de vida para pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza.

A inspiração para o projeto surgiu de uma simples, mas impactante, solicitação. Durante uma visita a comunidades carentes, dona Lourdes, uma catadora de recicláveis, pediu a MC Bockaum um saco de cimento para melhorar sua moradia precária. “A ideia de construir uma casa para dona Lourdes e sua família marcou o início do nosso projeto” , relembra o fundador.

Com o apoio de amigos e simpatizantes, a primeira casa de alvenaria foi erguida e entregue no início de 2023, substituindo o barraco de madeirite coberto por lona e chão de terra batida onde a família vivia.

A casa de dona Lourdes foi um marco inicial. Construída com alvenaria, possui dois quartos, sala, cozinha e área de serviço, além de uma quitinete para a filha mais velha. A arrecadação de R$40 mil, incluindo doações de materiais de construção, tornou possível essa transformação.

“A experiência é única! Transformar a realidade de pessoas praticamente invisíveis para grande parte da sociedade é impagável. A sensação de gratidão a Deus é indescritível” , diz MC Bockaum, destacando o impacto emocional de sua ação.

Já em fase final, a segunda casa está sendo construída para dona Helena, uma moradora de Santa Luzia de 70 anos, que trabalha como catadora de recicláveis. “Hoje, ela tem uma casa para chamar de sua, que não molha quando chove” , conta Anderson.

“O maior desafio é depender unicamente da colaboração das pessoas. Estamos trabalhando para angariar mais apoiadores que conheçam o projeto e se tornem colaboradores, ajudando-nos a realizar o sonho dessas famílias necessitadas” , afirma o idealizador.

As doações vêm de diversas formas: contribuições financeiras via Pix, doações de materiais de construção, móveis, cestas básicas e roupas. “A comunidade nos enxerga como um sinal de esperança, uma luz no fim do túnel” , compartilha MC Bockaum.

A visão futura para o Lar da Bondade inclui a expansão da equipe com mais voluntários e profissionais especializados, além de ampliar o alcance do projeto para ajudar mais famílias em situação de vulnerabilidade em outras regiões. “A longo prazo, pretendemos obter um espaço físico para atender essas famílias in loco e auxiliar em outras áreas além da moradia” , explica.

Com um histórico de mais de dez anos em ações sociais, incluindo doações de cestas básicas e materiais escolares, MC Bockaum utiliza sua influência para alavancar o projeto. “Uso minha imagem em prol da causa para alcançar mais pessoas e passar a idoneidade que o projeto merece. Se não fosse por isso, nem apareceria. Muitas pessoas conhecem meu trabalho filantrópico de muitos anos, então resolvi associar minha imagem ao Lar da Bondade apenas para angariar mais doações” , conclui.

The post Lar da Bondade: o projeto do MC brasiliense que leva moradia popular às periferias do DF first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Companhia aérea exclusiva para cães tem passagens a partir de R$ 35 mil

Publicado

em

Por

Companhia aérea exclusiva para cães tem passagens a partir de R$ 35 mil
Yumi Kuwano

Companhia aérea exclusiva para cães tem passagens a partir de R$ 35 mil

Se para nós encarar os protocolos de uma viagem de avião pode não ser uma tarefa fácil — espera no aeroporto , atrasos e falta de conforto —, viajar com um pet costuma ser ainda menos tranquilo. Além de ser cansativo para os animais, alguns podem ficar bem estressados e precisar de sedativos a depender do tempo do voo.

Pensando nisso, a companhia aérea Bark Air percebeu a necessidade de criar uma solução para que os cachorros e seus tutores possam enfrentar longas distâncias com conforto. Nela, os cães são o centro da experiência e o bem-estar deles é priorizado.

Atualmente, as aeronaves utilizadas são o Gulfstream G5 e transportam no máximo 15 animais. Os voos oferecem áreas de relaxamento, alimentação e cabanas com cancelamento de ruído, entre outras. Itens como feromônios estão disponíveis, além de refrescantes toalhas com aroma de lavanda. Durante o voo, os cães recebem uma seleção de bebidas, incluindo água e caldo de ossos, adaptadas às suas preferências e necessidades.

Quanto custa?

Em operação desde 23 de maio, a companhia, inicialmente, conta com duas rotas: Nova York-Los Angeles e Nova York-Londres, mas tem planos de expandir as rotas e a infraestrutura, aumentar o pessoal e introduzir serviços exclusivos para os cãezinhos.

As rotas de voo são definidas com base na demanda de pessoas que viajam com seus animais de estimação para diversas partes do mundo e relatos das principais preocupações dos tutores.

Neste momento, as passagens custam estão em torno 6 mil euros, para o cão como para o acompanhante. No entanto, a expectativa é que estes preços sejam reduzidos em breve.

The post Companhia aérea exclusiva para cães tem passagens a partir de R$ 35 mil first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Granado e We Coffee lançam collab

Publicado

em

Por

Granado e We Coffee lançam collab
Beatriz Lima Leal

Granado e We Coffee lançam collab

A perfumaria brasileira Granado e a cafeteria We Coffee anunciaram o lançamento de sua collab nesta semana. A Balm Box We Coffee é uma caixa com quatro macarons e um hidratante labial balm Granado, disponível para compra em todas as lojas da We Coffee enquanto durarem os estoques.

A Granado é uma marca tradicional que se mantém atual e a We Coffee reinventou a forma de ser uma cafeteria. São duas marcas que investem muita inovação e prezam muito pela experiência do consumidor. Uma parceria de sucesso! ”, diz Higo Lopes, gerente de marketing da Granado | Phebo.

Os macarons vêm nos sabores de goiaba (ganache de cream cheese com goiabada), limão (ganache de limão com chocolate branco e caramelo de limão), pomelo (ganache de pomelo e chocolate branco com geleia de pomelo), e tangerina (ganache de chocolate branco com raspas de tangerina e geleia de laranja), enquanto o balm é sortido de um desses sabores.

O kit exclusivo custa R$ 88 e já pode ser adquirido em todas as lojas da We Coffee, localizadas em São Paulo.

The post Granado e We Coffee lançam collab first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo