Conecte-se conosco





Cotidiano

Brasil tem 3º dia com mais de 2 mil mortes por Covid-19 e recorde na média móvel

Publicado

em

Média móvel de mortes subiu para 1.762 e bateu recorde pelo 17º dia seguido, em meio ao agravamento da pandemia no país

País teve o terceiro dia consecutivo com mais de 2 mil mortes em decorrência do novo coronavírus
Foto: ONG Rio de Paz

Daniel Fernandes, da CNN

O Brasil registrou 2.216 mortes em decorrência da Covid-19 nas últimas 24 horas – entre quinta-feira (11) e esta sexta-feira (12) -, no terceiro dia consecutivo com mais de 2 mil óbitos no país por causa da doença. Já a média móvel de mortes subiu para 1.762 e bateu recorde pelo 17º dia seguido.

Com as novas confirmações, o total de vítimas do novo coronavírus no país chegou a 275.105, segundo o Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), que reúne os dados das secretarias estaduais da Saúde em todo o Brasil.

Ainda de acordo com o balanço, 85.663 novos casos da doença foram registrados nas últimas 24 horas no país. Agora, o total de infectados pela Covid-19 no Brasil chegou a 11.363.380.

Medicamento contra a Covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira (12) o uso do Remdesivir contra a Covid-19. Este é o primeiro medicamento antiviral a ter recomendação em bula para pacientes com o novo coronavírus.

Também nesta sexta, a Anvisa concedeu o registro definitivo para a vacina da Universidade de Oxford/AstraZeneca. Dessa forma, a vacina está liberada para ser utilizada na população em geral.

Além das autorizações da Anvisa, o Ministério da Saúde assinou nesta sexta-feira um contrato para adquirir 10 milhões de doses da vacina Sputnik V.

Comentários

Em alta