fbpx
Conecte-se conosco

Flash

Bestene lembra impacto da seca do verão passado e revela providências para 2024

Publicado

em

Em entrevista para o programa Gente em Debate, na Rádio Aldeia, o presidente do Serviço de Água e Esgoto do Acr (Saneacre), José Bestene fez uma retrospectiva das ações de combate à seca extrema registrada no ano passado no Estado e fez uma apresentação do plano de ação a ser executado neste ano. “Está se avizinhando a pior seca dos últimos tempos”, comentou Bestene, lembrando que em 2023 o município de Epitaciolândia foi o mais atingido.

“Com a seca do Igarapé Encrenca, o manancial que abastece a população de Epitaciolândia, ficou com o volume de água bastante prejudicado, mas em nenhum momento faltou água nas torneiras porque o Governo do Estado providenciou caminhões pipas. É uma preocupação constante da gestão Gladson Cameli não permitir que a população sofra com falta d’água nem que seja preciso improvisar”, relatou Bestene.

O presidente informou que, para a seca deste ano, que já está dando sinais, o Saneacre já está providenciando uma parceria com o Deracre para aprofundar os mananciais e levantar as suas bordas para ampliar suas capacidades de armazenamento. “Além disso, temos feitos limpeza nos mananciais para a água não ficar com cheiro de algas”, revelou Bestene.

O programa Calha Norte, de acordo com Bestene, tem recursos para investimento em saneamento básico nas áreas de fronteira e os prefeitos já estão buscando parceria com o Saneacre para o desenvolvimento de projetos de expansão da rede, o que deverá reforçar a oferta de água nos municípios do interior.

De acordo com Bestene, a bancada federal do Acre também está empenhada para mobilizar recursos visando investir no melhoramento dos serviços de captação, tratamento e distribuição nos municípios do interior. “Como sabemos, todo investimento feito em saneamento básico resulta em redução de despesas com internações hospitalares, por isso é uma das prioridades da gestão Gladson levar água tratada e esgotamento sanitário para toda família acreana”, argumentou.

Bestene lembrou que a capital também está recebendo investimentos do Estado, embora o serviço de água e esgoto de Rio Branco esteja sob responsabilidade da Prefeitura. “Estamos ajudando, por exemplo, na conclusão da ETE Redenção que vai atender 40 mil pessoas e resolver o problema de saneamento básico. Ao mesmo tempo, já estamos expandindo as redes de água para atender as comunidades e as pessoas que vivem mais afastadas da cidade”, observou.

O presidente lembrou que o Saneacre não pode fugir da responsabilidade de cooperar com a Capital. “Estamos sempre em conversa com o presidente do Saerb para que ninguém fique sem água, como é a determinação do governador”, ressaltou.
Bestene trouxe recordações de sua passagem pelo extinto Deas (Departamento de Água e Saneamento) quando visitou comunidades que não tinham sequer um copo de água para tomar e oferecer aos visitantes.

“Realizamos um trabalho na época para que a água chegasse àquela comunidade e hoje isso é realidade”, lembra. O presidente finalizou agradecendo aos prefeitos que fizeram parceria com o Saneacre e fazendo um apelo para que os consumidores não desperdicem água.

Comentários

Continue lendo

Flash

Prefeitura de Bujari determina investigação administrativa contra agente comunitária de saúde aprovada em concurso público

Publicado

em

O Prefeito do município de Bujari, Estado do Acre, determinou a instauração de um processo administrativo para investigar possíveis irregularidades cometidas pela servidora E. A. dos S., Agente Comunitária de Saúde (ACS). A decisão foi formalizada através da Portaria/GAPRE Nº 146 de 12 de julho de 2024 e publicada no Diário Oficial do Acre em 17 de julho de 2024.

A ação foi motivada por denúncias registradas na Ouvidoria do Município de Bujari. De acordo com as queixas, a servidora, aprovada no concurso público número 02/2023, pode ter violado disposições do edital e da Lei Federal nº 11.350/2006, artigo 6º, inciso I, que exige que o Agente Comunitário de Saúde resida na área da comunidade onde irá atuar desde a data de publicação do edital do processo seletivo público.

Além disso, a denúncia aponta que E. A. dos S. possui outro emprego público como professora em outro município. Essa situação, se comprovada, configuraria acúmulo irregular de cargos públicos, conforme previsto na Constituição Federal, artigo 37, inciso XVI.

O Prefeito determinou a instauração do processo administrativo no prazo de três dias, contados da publicação da portaria. O procedimento deverá ser concluído no prazo de 90 dias, prorrogável por igual período, conforme estipulado.

Para conduzir o processo, foi designada uma comissão composta pelos seguintes servidores:

  • Ana Paula Diniz Brito (Presidente da Comissão)
  • Jeamerson Faria Gomes
  • Aranildes do Nascimento Rodrigues
  • Jeandreson Faria Gomes
  • Assessor Jurídico Luiz Robson Marques da Silva

A comissão terá a responsabilidade de dedicar todo o expediente aos trabalhos do processo administrativo, realizando todas as diligências necessárias e podendo recorrer a técnicos e peritos. Eles ouvirão pessoas que possam prestar esclarecimentos sobre os fatos imputados à servidora.

No ato de citação pessoal da servidora, será entregue uma cópia da portaria, garantindo o seu direito ao contraditório e à ampla defesa durante todo o processo.

A abertura do processo administrativo segue as diretrizes da Lei Federal 8.112/90 e da Lei 9.784/1999, devido à ausência de uma lei municipal específica para a tramitação do procedimento. A investigação visa aferir as condições de exigências editalícias e apurar se a servidora realmente mantém outro emprego público, conforme alegado na denúncia.

A situação foi publicada no Diário Oficial do Acre na pagina 86 do dia 17 de Julho de 2024.

Clique aqui para acessar o diário.

Comentários

Continue lendo

Flash

Após funcionar em endereço temporário, agência da Sefaz em Brasileia volta a atender em endereço próprio

Publicado

em

Agência já está realizando atendimento regularmente em prédio próprio. Foto: Ascom/Sefaz

“Tendo em vista a segurança dos servidores e do público durante o período pós-enchente, estávamos funcionando temporariamente na unidade do Sebrae, a quem agradecemos por nos acolherem em um momento delicado, mas já estamos em nossa casa após realizarmos os devidos reparos na estrutura predial e de logística, para atender à população que procura o serviço público e que deve receber um bom atendimento em um local salutar”, disse o secretário da Fazenda, Amarísio Freitas.

Para atendimento presencial, basta procurar a agência de segunda a sexta, no período de 7h às 14h. Para atendimento virtual, basta enviar sua solicitação pelo e-mail institucional [email protected].

Maria Inês Silva é chefe do Nurfe em Brasiléia/Epitaciolândia. Foto: cedida

“Já estamos funcionando normalmente com o que sabemos fazer de melhor, que é atender ao contribuinte, à sociedade em geral, com nossos serviços ofertados em um atendimento de qualidade, e o melhor, em nossa casa”, disse a chefe do Núcleo Regional da Fazenda Estadual (Nurfe) em Brasiléia e Epitaciolândia, Maria Inês Silva.

Comentários

Continue lendo

Flash

BOPE e COE realizam grande apreensão de 11kg de drogas e arma na zona rural de Brasileia

Publicado

em

Foto: Ascom/PMAC

Nesta quarta-feira, 17 de julho, policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Comando de Operações Especiais (Coe) realizaram apreensão de entorpecentes, uma arma de fogo e uma motocicleta na zona rural de Brasileia. A ação fez parte da operação “Protetor das Fronteiras e Divisas”.

Durante a operação, os militares abordaram um indivíduo na BR-317. Após uma busca pessoal, foram encontrados mais de 11 quilos de substância semelhante a skunk dentro de uma mochila, além de uma pistola e sete munições. A motocicleta que o suspeito conduzia apresentava uma placa adulterada, aumentando as suspeitas de atividades ilícitas.

Foto: Ascom/PMAC

O suspeito, juntamente com todo o material apreendido, foi encaminhado à delegacia de Epitaciolândia para que fossem tomadas as providências legais cabíveis. A operação, que visa reforçar a segurança nas fronteiras e divisas, demonstrou a eficácia das forças especiais em combater o tráfico de drogas e outras atividades criminosas na região.

A apreensão realizada pelos policiais do Bope e Coe destaca a importância das operações de segurança nas áreas fronteiriças. A operação “Protetor das Fronteiras e Divisas” continua a ser uma ferramenta crucial na luta contra o crime organizado na região do Acre.

Comentários

Continue lendo