O coordenador do Comitê Municipal de Enfrentamento a Covid-19 em Rio Branco, Osvaldo Leal, avaliou nesta segunda-feira, 10, o começo da terceira semana pós-flexibilização das regras sanitárias na capital do Acre. “O cenário é de estabilidade. É preciso muito cuidado”, disse Osvaldo Leal.

A flexibilização em Rio Branco começou no dia 20 de julho com a mudança de vermelho para laranja no nível de risco da Covid-19. No último dia 5, a capital avançou à fase amarela e dezenas de atividades não essenciais puderam ser reabertas ou tiveram a abertura ampliada.

Nesta segunda, a média móvel de mortes no Acre registrou nova queda (-14%) vinte dias depois do início da reabertura econômica. Foram registrados 32 casos e três mortes neste dia 10 de agosto.

Comentários