fbpx
Conecte-se conosco

Extra

Agências bancárias de Brasiléia são fiscalizadas por demora no atendimento

Publicado

em

Bancos localizados na cidade de Brasileia receberam fiscalização de agentes do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/AC) entre os dias 12 e 16 de julho. A equipe técnica foi na tentativa de fazer cumprir o tempo máximo de espera nas filas de atendimento e também checou a efetivação dos atendimentos prioritários e as medidas de proteção adotadas contra a Covid-19.

Conforme a lei municipal nº 016 de 21 de julho de 2005, os atendimentos presenciais nos guichês das instituições bancárias, em dias normais, devem ocorrer em até 15 minutos. “Nas datas que antecedem e sucedem os feriados e dias de pagamento dos servidores públicos municipais, estaduais e federais, o prazo máximo de espera para o atendimento deve ser de 25 minutos”, informou o chefe de fiscalização do Procon/AC, Rommel Queiroz, os portal Agência de Notícias do Acre.

A norma determina que os bancos devem oferecer bilhetes ou senhas, onde constarão, impressos, os horários de recebimentos da senha e de atendimento junto aos caixas.

“Coletamos algumas denúncias, principalmente sobre a demora no atendimento. Por isso, montamos essa operação para fiscalizar as agências bancárias e notificá-las para que garantam aos cidadãos um atendimento presencial mais humanizado, conforme determina a lei municipal”, relata o chefe de fiscalização.

Também foi verificado o cumprimento da legislação sobre o protocolo sanitário de prevenção à Covid-19, que determina a disponibilização do álcool em gel, a sanitarização da área externa utilizada por funcionários e consumidores, demarcações informativas para o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os correntistas e demais iniciativas que evitam a formação de aglomerações.

Comentários

Continue lendo

Extra

Agricultura Familiar: Prefeitura de Brasileia apoia o produtor rural, entrega beneficiadora de arroz e inicia colheita de 500 hectares de milho

Publicado

em

A Prefeitura de Brasiléia vem cada vez mais incentivando, valorizando e apoiando agricultura familiar ao longo da gestão da Prefeita Fernanda Hasse, são investimentos em várias áreas com apoio, mecanização, plantio, colheita, transporte (escoação da produção), implementos agrícolas e sessão de uso dos tratores para associações rurais.

Mais de 60 famílias só este ano foram beneficiadas com entrega de beneficiadora de arroz nas comunidades rurais do KM 52 ( Campo Verde), e KM 59 ( Reserva Extrativista Chico Mendes – Seringal Pinda).

E a Secretaria de Agricultura já celebra o início da colheita de 500 hectares de milho nessa primeira safra de 2024, fomentando o desenvolvimento rural e a geração de renda para os agricultores locais.

Para a Prefeita Fernanda Hassem essas ações demonstram o compromisso da gestão municipal em apoiar e valorizar a produção agrícola do município, promovendo a sustentabilidade e o crescimento econômico. Com iniciativas como essa, a comunidade rural de Brasileia só cresce, se fortalece e prospera a cada ano.

“Eu agradeço à prefeita Fernanda Hassem por ter contemplado a nossa comunidade com uma peladeira de arroz. Era um sonho da comunidade, estamos muito felizes”
Manoel Martins, presidente da Associação Pinda

Manoel Martins, presidente da Associação Pinda, agradeceu o benefício em nome da comunidade. “Eu agradeço à prefeita Fernanda Hassem por ter contemplado a nossa comunidade com uma peladeira de arroz. Era um sonho da comunidade, estamos muito felizes”, ressaltou.

A secretária municipal de Agricultura, Ana Kelly, destaca o compromisso da gestão com a comunidade. “Estamos aqui no km 59, ramal Pinda, fazendo a entrega de uma beneficiadeira de arroz. A prefeita Fernanda Hassem assumiu esse compromisso e hoje estamos fazendo essa entrega que é de grande importância para a comunidade”, destacou a secretária.

Comentários

Continue lendo

Extra

Justiça mantém condenado de envolvido em assassinato de ex-presidente do BANACRE

Publicado

em

A Justiça do Acre manteve em segunda instância a condenação de Vilmar Vieira de Souza, envolvido no assassinato do pecuarista e ex-presidente do BANACRE Mauro Braga.

Em novembro do ano passado o réu foi condenado a 19 aos e 3 meses pelo crime.

Consta na denúncia, que Vilmar Vieira, foi a responsável por contratar o pistoleiro Sardinha, o autor direto do crime.

Vilmar é acusado de ser o mandante do assassinato de Mauro.

A defesa do réu, recorreu da sentença a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça.

O advogado alegou que a decisão dos jurados foi contrária as provas do processo é pediu um novo júri ou a redução da pena.

A relatora do caso Denise Castelo Bonfim, negou os pedidos.

O voto da desembargadora foi acompanhado pelos demais membros da Câmara Criminal.

Pistoleiro Sardinha foi sentenciado em 2004, a 16 anos de prisão.

Com a decisão, em segundo instância, Vilmar Vieira, que mora no interior do estado de Goiás, pode ter a prisão preventiva decretada.

O pecuarista Mauro Braga foi assassinato com um tiro em 19 de dezembro de 2002.

O crime de pistolagem, aconteceu na porteira de uma das fazendas do ex-presidente do BANACRE.

Vilmar Vieira, só foi julgado, em novembro do ano passado, 21 anos após o homicídio e a exemplo dos outros réus também foi condenado.

Além de Vilmar Vieira também foram condenados Bodão a 16 anos de prisão, Sebastião Bento a 18 anos e Dinara Lobo a 12 anos. Já o pistoleiro Sardinha foi sentenciado em 2004, a 16 anos de prisão.

Comentários

Continue lendo

Extra

Reconhecimento: Ministério da Educação destaca formação de professores em Brasiléia através do programa Criança Alfabetizada

Publicado

em

Brasiléia, município localizado no Acre, tem se destacado pela sua adesão ao programa “Criança Alfabetizada”, uma iniciativa do governo federal que visa promover a alfabetização de crianças em todo o país. Mais de 100 alfabetizadores, professores, gestores e coordenadores pedagógicos participaram de uma formação intensiva, mostrando o comprometimento da gestão com a educação das crianças.

O programa tem como articuladora municipal do Compromisso Nacional Criança Alfabetizada, Lara Mesquita, e o coordenador municipal de ensino, Jesus Bispo, que também é coordenador regional do programa.

A secretária de Educação de Brasiléia, Francisca Oliveira, comentou sobre a importância da participação do município no programa. “A adesão da prefeitura de Brasiléia, por meio da Secretaria Municipal de Educação, ao programa do governo federal é um compromisso da gestão em oferecer uma educação de qualidade para todas as nossas crianças. Esse é um passo essencial para garantir que nossos alunos tenham um futuro brilhante e promissor”, afirmou.

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu o avanço do programa em Brasiléia com a formação proporcionada aos educadores, que é parte de uma estratégia maior para melhorar a qualidade do ensino e assegurar que todas as crianças sejam alfabetizadas na idade certa.

A iniciativa “Criança Alfabetizada” tem como objetivo principal reduzir o índice de analfabetismo infantil no Brasil, garantindo que todas as crianças tenham acesso a uma educação de qualidade desde os primeiros anos escolares.

A prefeita Fernanda Hassem enfatizou que este é apenas o começo de uma jornada de melhorias contínuas na educação de Brasiléia. “Estamos comprometidos em continuar investindo na formação de nossos educadores e na qualidade do ensino oferecido. Queremos que nossas crianças não apenas aprendam a ler e escrever, mas que se apaixonem pelo conhecimento e se tornem cidadãos preparados para o futuro”, pontuou.

Comentários

Continue lendo