Conecte-se conosco

Geral

Acusado por latrocínio de ribeirinha na zona rural de Xapuri tem HC negado

Publicado

em

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre, negou um habeas corpus, que pedia a revogação da prisão preventiva de João Lima da Silva de 21 anos.

O presidiário é acusado pelo latrocínio, roubo seguido de morte, da dona de casa Maria Aparecida Souza de 24 anos.

No recurso a defesa alegou constrangimento ilegal por excesso de prazo na formação da culpa, ou seja, oferecer a denúncia.

Ainda no HC, foi pedido a substituição da prisão preventiva pela domiciliar, já que segundo o advogado, João Lima é doente mental.

Mas o relator do processo, Desembargador Francisco Djalma, negou o habeas corpus.

No voto ele, disse que a demora é decorrente da própria complexidade que envolve a apuração de vários delitos com pluralidade de vítimas, que demanda a outiva de inúmeras testemunhas.

O relator enfatizou ainda, que dilatação do prazo ocorre também, pelo pedido de incidente de insanidade mental, feito pela própria defesa.

O voto de Franciso Djalma foi acompanhado pelos Desembargadores Elcio Sabo Mendes e Denise Bonfim.

João Lima da Silva foi preso em 23 de fevereiro do ano passado durante uma operação policial.

Um dia antes, segundo o inquérito, o acusado matou com um tiro na cabeça, a dona de casa Maria Aparecida Souza da Silva de 24 anos.

O crime aconteceu na casa da vítima, localizada no Seringal Palmari, zona rural de Xapuri.

João Lima vai continuar na cadeia.

João LimaDepois de assassinar a mulher, o acusado teria entrado na residência e realizado furto de uma arma.

A filha da vítima de 7 anos, ao ver o corpo da mãe, correu para pedir ajuda.

Mas quando a polícia chegou na localidade não encontrou o cadáver. Buscas foram feitas e pouco tempo depois, o corpo foi encontrado em uma área de mata, sem roupas.

Além do latrocínio, João Lima é acusado por vilipêndio a cadáver, furto qualificado e incêndio.

Matéria relacionada:

Assassino que aterrorizou seringais em Xapuri é preso pela Polícia Civil

Polícia realiza ‘caçada’ na zona rural atrás de homem acusado de incendiar casas e matar mulher

Comentários

Geral

Prefeitos de Assis Brasil e Plácido de Castro firmam cooperação com cidade catarinense

Publicado

em

Por Raimari Cardoso

Troca de experiências, compartilhamento de informações, fomento do associativismo e do cooperativismo, e o fortalecimento das parcerias público-privadas, são alguns dos objetivos de um acordo de cooperação formalizado entre os prefeitos Jerry Correia, de Assis Brasil, e Camilo da Silva, de Plácido de Castro, no Acre, com o prefeito da cidade catarinense de São Lourenço do Oeste, Agustinho Assis Menegatti.

O protocolo de intenções foi celebrado na sede da Prefeitura de São Lourenço do Oeste, por onde os prefeitos acreanos passaram como integrantes de uma missão do Programa Protagonismo Empresarial, organizada pelo Sebrae do Acre em parceria com a Federação das Associações Comerciais e o governo do Estado, segundo matéria da Agência de Notícias do Acre assinada por Jéssica Monteiro.

De acordo com Marcos Clay Silva, diretor de Administração e Finanças da Secretaria de Estado de Governo (Segov), a missão busca um modelo ideal de parceria público-privada para implantação no Acre. “Esta é uma região do Sul do Brasil com tradição em associativismo, onde as cooperativas têm certo protagonismo, gerando emprego e distribuição de renda”, explica Marcos Clay.

A missão que teve início na segunda-feira, 22, e terminou na sexta, 26, percorreu seis municípios do noroeste de Santa Catarina e um do Sul do Paraná. Participam da caravana 32 pessoas entre lideranças das associações comerciais, vereadores, o deputado da Assembleia Legislativa (Aleac), Tanízio Sá, e representantes das secretarias de Governo (Segov), de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict) e de Agricultura (Seagri).

Comentários

Continue lendo

Geral

Polícia Civil prende faccionados responsáveis por espancamento de mulher em Sena Madureira

Publicado

em

Na última sexta-feira, 26, agentes da Polícia Civil, que atuam na Delegacia de Sena Madureira, em conjunto com Departamento de Polícia de Capital e Interior (DPCI) e o 8° Batalhão da Polícia Militar, desencadearam uma operação para prender os responsáveis por torturarem uma jovem daquela cidade.

No dia 20 maio deste ano, os três envolvidos, que supostamente são vinculados com organização criminosa, gravaram um vídeo em que uma mulher, sob ordens deles, espancam uma jovem. Na ação foram presas três pessoas com idade de 24, 28 e 33 anos.

Na tarde do mesmo dia, foi realizada uma segunda fase da operação, em que foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em pontos conhecidos de venda de drogas. Em três das quatro residências revistadas, foram encontradas drogas, munições e uma arma de fogo, além de ser efetuada a prisão de mais cinco pessoas com idades de 19, 21, 23, 44 e 25 anos.

Ao todo a operação efetuou 8 prisões ao longo da última sexta-feira e retirou de circulação vários criminosos já conhecidos da Justiça e das forças policiais.

Comentários

Continue lendo

Geral

Fundhacre recebe prefeita de Cobija e aborda serviço em saúde fornecido ao país vizinho

Publicado

em

O governo do Acre, por meio das instituições em saúde, vem buscando ofertar um serviço assistencial que atenda a todos os que procuram um atendimento na saúde pública do Estado.

Relações internacionais, Fundhacre recebe prefeita de Cobija e aborda serviço em saúde fornecido ao país vizinho. Foto: Gleison Luz

Assim, a Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), vem atuando no acolhimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), tanto da capital, como de municípios e países vizinhos.

A Fundhacre atende pacientes da capital, municípios e países vizinhos. Foto: Gleison Luz

Na sexta-feira, 26, a Fundhacre recebeu a prefeita de Cobija, cidade da Bolívia, Ana Lúcia Reis. Acompanhada de sua equipe a prefeita agradeceu ao governo do Acre por toda a acolhida.

“Aqui somos muitos bem atendidos, uma atenção cem por cento gratuita aos internados, e queremos fazer um agradecimento ao governo do Acre, é sempre nobre o grande apoio”, comenta Ana Lúcia.

A diretora executiva da Fundhacre, Duciana Araújo, esteve recebendo a prefeita de Cobija. A direção do complexo vem fortalecendo o trabalho humanizado e acolhedor dentro hospital.

“Queremos fazer um agradecimento ao governo do Acre, é sempre nobre o grande apoio”, comenta Ana Lúcia, prefeita de Cobija. Foto: Gleison Luz

É gratificante poder contribuir com a população da Bolívia, por meio do serviço em saúde oferecido na Fundação Hospitalar, para nós é uma satisfação recebê-los. Os países têm relações que superam as nossas fronteiras, é um cuidado que não tem barreiras”, disse a diretora.

Comentários

Continue lendo

Em alta