Ulysses Guimarães Presidiu a Assembleia Nacional Constituinte, um dos homens mais importantes e influentes da história democrática e política.

Morreu, em misterioso acidente aéreo, o ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato do STF. O local do acidente fica a poucos quilômetros de onde, em 1992, Ulisses Guimarães também morreu.

As circunstâncias foram similares. Guimarães estava em um helicóptero que, sem razões muito claras, acabou caindo em Angra dos Reis. Seu corpo nunca foi encontrado, mas todo o restante da tripulação, inclusive sua esposa, faleceu.

Em 12 de outubro de 1992, outro acidente aéreo, como o que resultou na morte do presidenciável Eduardo Campos, mudou a história política do Brasil. O voo que levava o deputado Ulysses Guimarães de Angra do Reis (RJ) para São Paulo caiu no mar.

O deputado Ulysses Guimarães (PMDB) foi figura de grande importância no processo de redemocratização do Brasil. Presidiu a Assembleia Nacional Constituinte, da qual nasceu a Constituição Federal de 1988, e foi peça fundamental durante a crise política que terminou com o impeachment do presidente Fernando Collor de Mello. A bordo do helicóptero também estavam sua esposa, Mora Guimarães, além do ex-senador Severo Gomes, a esposa e o piloto. Ninguém sobreviveu. O corpo de Ulysses foi o único entre as vítimas que não foi encontrado.

Eduardo Campos politico na época candidato a Presidência da República.

O advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos (PSB), divulgou na última quinta-feira que uma nova testemunha poderá mudar por completo os rumos das investigações sobre o acidente aéreo que resultou na morte do, então, candidato à Presidência da República. Através de sua página oficial no Facebook, Antônio Campos informou que arrolou, mais uma testemunha para ser ouvida no caso. “Num país em que líderes e autoridades morrem de forma misteriosa em acidentes aéreos e ainda impactado pela morte do ministro Teori, resolvi revelar esse fato novo e reafirmar que esse caso de Eduardo Campos precisa ser aprofundado e é mais um caso que não pode ficar impune. Não descansarei enquanto não forem esclarecidos os fatos, independentemente de eventuais riscos que posso correr”, declarou o irmão do ex-governador de pernambuco, Campos tinha grande chances de ganhar as eleições de 2014 para assumir o cargo público de Presidente da República.

Teori Zavascki Relator do maior escândalo de corrupção da história do Brasil

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, morreu na tarde desta quinta-feira em um acidente de avião no mar da região de Paraty, no Rio de Janeiro.

Todos os olhos políticos do Brasil seguiam de perto o ministro do Supremo porque estava nas mãos dele a homologação das chamadas “delações do fim do mundo”, as dezenas de colaborações com a Justiça de executivos da empreiteira Odebrecht, incluindo a de seu herdeiro e ex-presidente Marcelo Odebrecht. A expectativa era a de que Teori Zavascki começasse a decidir em fevereiro se oficializava ou não as delações que implicam centenas de políticos, incluindo integrantes dos núcleos duros do Governo Michel Temer e da anterior gestão, da petista Dilma Rousseff.

Comentários