Conecte-se conosco





Geral

Vagner Sales diz que candidatura de Jéssica é sem volta e que Bittar tem que respeitar o MDB

“Temos interesse em colocar a candidatura de Jéssica Sales na coligação que construímos que no caso é a mesma que elegeu o governador Gladson Cameli. Se não der nesta coligação vamos para outra”

Publicado

em

O ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (MDB) disse na tarde desta quarta-feira (14) que a candidatura de Jéssica Sales (MDB) foi colocada pela executiva nacional emedebista e que não será retirada por qualquer tipo de acordo político.

Vagner Sales falou ainda sobre a possível saída do senador Marcio Bittar, do MDB. O cacique do MDB do Juruá destaca que Bittar em nenhum momento discutiu a candidatura de Marcia Bittar com a executiva regional emedebista no Acre.

A relação com o governo Gladson Cameli (PP) também foi comentada por Vagner Sales. “Ao contrário do que setores da imprensa falam, nós não queremos cargos. Só queremos respeito do governo conosco, já que o ajudamos na sua eleição”.

Sales afirma que continua conversando com Cameli. “Temos interesse em colocar a candidatura de Jéssica Sales na coligação que construímos que no caso é a mesma que elegeu o governador Gladson Cameli. Se não der nesta coligação vamos para outra”.

“Eu continuo dizendo ao governador que nosso projeto não é para pedir cargos. Não precisamos disso. O que queremos é discutir a questão de Estado, de pessoas, de desenvolvimento. Queremos é respeito das pessoas que compõem o governo”.

“Tem jornal e tem jornalista que diz que pressionamos por cargos. Quem precisa de cargo deve ser o jornalista que coloca esta questão. Queremos o espaço político dentro da coligação para colocarmos os nomes do MDB”, enfatiza Vagner Sales.

Segundo Sales, a candidatura de Jéssica Sales é justificada pelo trabalho desenvolvido pela parlamentar. “Ele será candidata pelo trabalho que ela fez no estado, por ser uma das melhores deputadas e pelo chamamento popular na região de Cruzeiro do Sul a Sena Madureira. Onde ela vai o trabalho chama atenção. A candidatura é sem volta”.

Saída de Bittar do MDB

“Quanto ao Marcio que diz nos bastidores que vai sair do MDB, eu quero dizer que ele nunca discutiu a candidatura da mulher dele dentro do MDB. Ele discutiu dentro de um partido que vai ser criado e com a possibilidade de colocar Marcia Bittar no mesmo partido que o presidente Jair Bolsonaro”, ressalta Vagner Sales.

Para o ex-prefeito, Bittar “tem que respeitar o MDB que debate e decide cada candidatura com o apoio da maioria de seus dirigentes e filiados”.

Comentários

Em alta