Ex-diretor do Deracre também tem que pagar multa

Nakamura123Adaílson Oliveira (Foto: Tribuna do Juruá)

O ex-diretor do Deracre Sérgio Nakamura foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado a devolver aos cofres do governo a importância de R$ 27 mil. Para o ex-gestor ainda foi aplicada uma multa de 10%, ou seja, R$ 2,7 mil.

Em um dos convênios assinados com o Dnit em 2009, o Estado recebeu R$ 180 mil para execução de projetos, obras de arte, duplicação, restauração e pavimentação das estradas no contorno de Rio Branco.

Na hora de prestar contas, as medições de Nakamura cobriram apenas um gasto de R$ 65 mil faltou a comprovação de despesas de R$ 114 mil. O ex-gestor foi chamado para se explicar. No entanto, não enviou documentos suficientes que evitassem a reprovação das contas e que apontasse onde esse dinheiro foi parar.

Outro problema na prestação de contas foi o pagamento a uma empresa, quando na verdade, a prestação do serviço foi feita por outra. A empresa foi contratada era da área da construção civil e o pagamento foi feito a um posto de combustível.

Comentários