Conecte-se conosco

Geral

Semana do Servidor: Ivan de Carvalho, 37 anos dedicados à comunicação pública acreana

Publicado

em

O sonho de criança de Ivan de Carvalho era apresentar um programa de rádio. Os primeiros passos foram dados em sua própria casa, onde ele mesmo improvisava caixa de som, microfone e todo aparato necessário para, dali mesmo, comandar a atração transmitida para os vizinhos que ouviam e interagiam com o locutor mirim, junto a pedidos musicais e os tradicionais ‘alôs’.

Aos nove anos de idade, o destino de Ivan se cruzou com uma das vozes marcantes da era de ouro do rádio acreano. Enquanto trabalhava com o pai na manutenção de túmulos do Cemitério São João Batista, em Rio Branco, a desenvoltura e a voz do garoto franzino chamaram a atenção do locutor Jota Conde. De pronto, Ivan recebeu o convite para se apresentar, ao vivo, no programa Miscelânea Musical, um dos campeões de audiência da época, e topou o desafio.

A partir de um convite do radialista Jota Conde, Ivan de Carvalho aproveitou a oportunidade para iniciar sua trajetória na Rádio Difusora Acreana. Foto: Arquivo Pessoal

Dali em diante, começava uma história, que já dura quase quatro décadas. “Depois daquela apresentação, o Jota Conde pediu para que eu ficasse ajudando ele durante o programa. Eu fazia de tudo um pouco e soube agarrar aquela oportunidade que me foi dada. Sou muito grato a ele por ter aberto as portas para eu poder realizar o meu grande sonho”, recorda Carvalho.

Alguns anos depois, Ivan de Carvalho receberia um novo convite, desta vez para fazer parte do jornalismo da Rádio Difusora Acreana. A primeira participação no programa Comando Geral, apresentado pelo jornalista Campos Pereira, Ivan não esquece. “Pediram para que eu fosse relatar a movimentação no centro da cidade. Naquele dia, acabei entrando em um ônibus e acabei fazendo minha participação dali mesmo. A direção acabou gostando do que eu fiz e até hoje continuo fazendo reportagem”, comenta.

O comunicador integrou a equipe de repórteres do programa policial Mundo Cão. Comandado por Estevão Bimbi, o jornalístico é considerado um dos maiores fenômenos de audiência da Amazônia nas décadas de 1980 e 1990. “A cidade toda praticamente parava para ouvir as notícias, que retratavam a realidade daquela época. Para mim, foi uma experiência muito boa ter feito parte do programa, que até hoje ainda está na memória de muitas pessoas”, disse.

Do entretenimento ao jornalismo, Ivan de Carvalho é um dos nomes mais conhecidos do rádio acreano. Foto: Arquivo Pessoal

O dia 30 de agosto de 2002 foi marcante para o jornalista. Naquela noite, o fatídico acidente da aeronave pertencente a Rico Linhas Aéreas deixou o Acre em luto. Ivan de Carvalho, que estava na sede da Difusora no momento da queda, foi para o local da tragédia as pressas. Ele acompanhou o árduo trabalho de resgate das vítimas e, de lá mesmo, entrava com informações, ao vivo, para o plantão transmitido pela Voz das Selvas e de outras emissoras de rádio país afora.

“Aquele foi um dia muito triste. Lembro que cheguei até a entrada do ramal e as dificuldades começavam ali. Tinha chovido muito e a estrada se transformou em um grande atoleiro. Depois de andar a pé e pegar carona, o lugar onde o avião caiu parecia um cenário de guerra. Eu relatei tudo que se passava no local para o plantão da Difusora e, também, para várias rádios do Brasil inteiro. Naquele dia, meu celular pegou tanto chuva, que acabou queimando”, lembra.

Responsabilidade com o público

Diariamente, Ivan de Carvalho se comunica com milhares de acreanos, seja na zona urbana ou até mesmo nas mais distantes e remotas localidades, onde apenas as ondas sonoras do rádio conseguem chegar e são o único meio de comunicação. Para o jornalista, seu trabalho também pode ser considero uma missão cheia de responsabilidades.

Para o comunicador, responsabilidade com o público é um dos principais desafios da profissão. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Em muitos lugares, as pessoas contam somente com o rádio para saber das notícias. Por conta disso, a nossa responsabilidade aumenta mais ainda quando repassamos as informações, que precisam ser apuradas com seriedade. Além disso, procuro sempre falar a linguagem que os nossos ouvintes entendam tudo que está sendo transmitido para que não fique nenhuma dúvida”, explicou.

Além de atuar na área do jornalismo, Ivan de Carvalho apresenta o ‘Domingão Difusora’ e ‘Forró, Cidade e Sertão’. Os programas são voltados ao entretenimento, área que o radialista atua há muitos anos. “Ali a gente tem a oportunidade de levar mais alegria para o nosso público e também fazer o nosso papel de prestação de serviço. O meu maior sonho de infância era apresentar um programa de rádio, hoje, apresento dois”, brinca.

Em agosto deste ano, durante as comemorações pelos 77 anos da Difusora Acreana, Ivan de Carvalho foi um dos homenageados por seus excelentes serviços prestados a emissora. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Carvalho também é canto e compositor. Recentemente, a música “Amor Virtual”, de sua autoria, viralizou nas redes sociais. Aprovado pelo público, o videoclipe bem humorado teve milhares de compartilhamentos e cerca de 1 milhão de visualizações.

“Não esperava por esse sucesso todo. Onde eu ia, as pessoas me reconheciam e ficavam cantando. Além disso, a música continua sendo tocada em emissoras de rádio do Brasil inteiro. Fiquei muito feliz com a grande repercussão”, conta Ivan, que, recentemente, lançou sua mais nova canção de trabalho, “Cenzinho”.

Comentários

Geral

Investigadores da polícia Civil recuperam caminhonete oriunda de fraude financeira

Publicado

em

Na manhã desta sexta-feira, 27, investigadores da Delegacia Interestadual da Polícia Civil do Acre (Polinter), deram cumprimento ao mandado de ordem judicial de busca e apreensão, recuperando uma caminhonete, na zona rural de Rio Branco, em um ramal da Transacreana.

O veículo é objeto de um tipo de fraude comercial, conhecido como “FiNAM” (veículos que foram financiados perante bancos ou instituições financeiras, mas que as parcelas não foram ou não estão sendo pagas).

De acordo com o delegado Roberth Alencar, os suspeitos realizaram o financiamento em uma instituição bancária sem efetuar o pagamento de entrada, e ainda assim parcelaram a dívida em 48 meses. Apesar de não realizar o pagamento de nenhuma das parcelas, os criminosos mantiveram vantagem indevida, negociando o veículo com terceiros.

“O carro foi apreendido e permanece no depósito da Polícia Civil à disposição da justiça. Orientamos a população para que sempre realizem negociações de veículos transferindo a propriedade na forma da lei, para evitar prejuízos posteriores”, explicou Roberth Alencar.

Comentários

Continue lendo

Geral

O TEMPO E A TEMPERATURA: Pancadas de chuva no Acre e Rondônia neste sábado (28)

Publicado

em

A temperatura pode variar entre 15°C e 35°C

A previsão do tempo para este sábado (28) é de dia nublado com chuva e possibilidade de trovoadas isoladas em toda a região Norte, salvo as áreas do baixo Amazonas, centro amazonense, norte amapaense e o estado de Roraima, onde o céu fica com muitas nuvens, mas não chove.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) publicou aviso para chuvas e tempestades. Instruções como evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada, não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda e não se proteger embaixo de árvores são recomendadas.

A temperatura mínima fica em torno de 15ºC, e a máxima pode chegar aos 35ºC, no Amazonas. A umidade relativa do ar varia entre 40% e 95%.

As informações são do INMET.

 

Comentários

Continue lendo

Geral

IMPOSTO DE RENDA: Receita paga mais de R$ 368 mil em restituições na próxima terça-feira (31)

Publicado

em

Supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda na Receita Federal, José Carlos Fonseca, esclarece as principais dúvidas apresentadas pelos contribuintes a respeito da malha fina e da restituição dos valores retidos

A Receita Federal vai restituir um total de R$ 368.017.854,27 na próxima terça-feira (31). A consulta ao lote residual da restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) já está liberada desde a última terça-feira (24). Ao todo, 136.565 contribuintes terão direito à devolução do dinheiro descontado pelo Imposto de Renda.

Em entrevista exclusiva ao portal Brasil 61, o supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda, José Carlos Fonseca, esclarece as principais dúvidas sobre o assunto. Segundo ele, o contribuinte precisa prestar muita atenção na hora de fazer a declaração – para não se esquecer de informar algum rendimento que ele teve, no período declarado.

“É muito comum uma pessoa ter um emprego regular, e na hora de fazer declaração ela só se lembra desse emprego e esquece de declarar outras rendas eventuais que teve, os chamados ‘bicos’, que também devem ser declarados”, explicou.

Problemas comuns

José Carlos Fonseca observa que outro problema muito comum, identificado na malha fiscal da Receita, acontece quando as despesas médicas do contribuinte não são declaradas da maneira correta, ou o contribuinte inclui um (ou mais de um) dependente na declaração e se esquece de informar os rendimentos desse dependente.

“O filho pode ter trabalhado e recebido uma remuneração, que também tem que ser declarada, esclareceu. “Outro aspecto que também retém muitas declarações pela malha são as despesas médicas inconsistentes, onde o contribuinte declara ter pago, mas a outra parte não declara ter recebido, acrescentou o supervisor: “Nesse caso, a declaração fica retida, pra que haja a comprovação”.

Como pesquisar

O supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda lembra ainda que, se o contribuinte identificar alguma pendência na declaração, ele pode fazer a retificação e corrigir as informações que porventura estejam equivocadas: “Para saber se a sua declaração está na malha fiscal, você deve entrar na página oficial da Receita Federal – que é ‘gov.br/receitafederal’ – acessar o Portal do e-CAC com a sua conta Gov.br e, lá dentro, procurar o serviço do ‘meu imposto de renda’”, detalhou.

Segundo José Carlos Fonseca, o portal da Receita Federal possui todos os serviços relacionados ao imposto de renda e oferece, para pesquisas, a cópia da declaração feita pelo contribuinte –  inclusive as pendências. “Também é possível fazer essa pesquisa através do App ‘Meu Imposto de Renda’, disponível para Android e IOS, onde o contribuinte vai entrar também com a conta Gov.br e lá poderá, além de tirar cópia das declarações, visualizar as declarações todas, além de identificar também se há alguma pendência de malha”, acrescentou.

Orientações

Para saber se a restituição está disponível, ou se a declaração está retida na malha fina, o contribuinte deve entrar no site da Receita Federal pela internet e clicar no item “Meu Imposto de Renda”. Em seguida, é só acessar o ícone “Consultar a Restituição”. A página apresenta várias orientações e prestações de serviço, permitindo uma consulta simplificada ou completa a respeito da situação das declarações.

Comentários

Continue lendo

Em alta