Conecte-se conosco





Flash

Semana começa com queda na ocupação de UTIs e leitos clínicos na saúde do Acre

Publicado

em

Depois de entrar em colapso e passar diversas semanas com filas de mais de 10 pacientes por uma vaga em um leito de UTI, com a redução do número de casos diários de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, a saúde do Acre respira um pouco mais tranquila. Apesar da pandemia ainda está forte e presente no estado e sendo importante que cada um continue adotando as orientações sanitárias e evitar aglomerações, a diminuição do nível de infecção impacta diretamente na ocupação dos leitos nas unidades de saúde

O boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) neste domingo, 2, mostra que a situação atual é bem mais tranquila. De acordo com informações da secretaria, dos 106 leitos de UTI existentes para pacientes da saúde pública acreana 87 estão com pacientes, uma taxa de ocupação de 70,75%.

No Into, por exemplo, existem hoje 9 leitos de UTI desocupados, o que é um avanço para a unidade de saúde referência no combate à Covid-19 no Acre e que passou vários dias com fila de espera para internação. No pronto-socorro da capital, das 30 vagas de UTI, 10 estão disponíveis. Já em Cruzeiro do Sul, dos 26 leitos, quase metade (12) estão vagos.

A expectativa é que com a chegada de mais vacinas e o início da imunização entre os portadores de comorbidades, a tendência seja de mais redução dos casos de contágio.

A pandemia chegou a 78.152 pessoas infectadas no Acre, com 1.546 mortes.

Comentários

Em alta