Foto tirada por populares e enviadas à redação mostra pranchas soltas que oferecem perigo.
Foto tirada por populares e enviadas à redação mostra pranchas soltas que oferecem perigo.

Alexandre Lima, da redação

Os problemas relacionados a ponte José Augusto, que liga os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia, além de Estrada do Pacífico pela BR 317, está chegando ao seu limite. A manutenção da mesma está atrasada e os paliativos feitos pelo Deracre, não duram muito tempo.

O último feito a cerca de dois meses após um acidente envolvendo um veículo, não aguentou e já está oferecendo perigo para quem necessita passar com seu veículo de pequeno e grande porte.

Indignado com o descaso, moradores das duas cidades estão chamando populares via redes sociais na internet e celulares para realizar uma manifestação no decorrer desta semana, para chamar atenção do governo e das autoridades e sociedade civil.

Durante a manhã desta segunda-feira, dia 22, devido as pranchas soltas na cabeceira no lado de Brasiléia, o tráfico ficou lento causando engarrafamento de aproximadamente 600 metros nos dois lados, sendo necessário a presença de homens do 6º Ciretran para tentar organizar o fluxo.

A informação de que o órgão responsável pela mesma realizaria mais um paliativo no decorrer desta semana, não foi confirmado.

Fotos de celulares mostram a enorme fila de veículos nos dois lados.
Fotos de celulares mostram a enorme fila de veículos nos dois lados durante a parte da manhã desta segunda-feira, 22.

IMG_3548

IMG_3554

IMG_3558

Comentários