Conecte-se conosco





Cotidiano

Ponte do Ramal dos Paulistas já está com 70% de suas obras concluídas

Publicado

em

 

Por Eudes Góes

As obras de construção da ponte de madeira sobre o Rio Andirá, localizada no Ramal dos Paulistas em Porto Acre, continuam em ritmo acelerado. A estrutura tem uma extensão de 90 metros e, segundo o responsável Marcos Mezenga, já está com cerca de setenta por cento pronta.

A obra é fruto de uma parceria celebrada entre o Governo do Estado, por meio do Deracre, a Prefeitura de Porto Acre e os produtores rurais do Ramal dos Paulistas, representando o compromisso do Governador Gladson Camelli para com os cerca de quatro mil moradores da região.

Segundo Mezenga, “no momento atual, as pilastras do tablado principal já foram todas fincadas, e os técnicos partiram para as amarrações das travessínas, que são as amarras de madeira onde será instalado o vão principal, por onde passarão os carros, pessoas e animais.

O funcionário informou ainda: “a expectativa é de que a estrutura da ponte esteja concluída até meados de outubro, bem antes de começar o período chuvoso que se abate sobre a Amazônia”.
Tony Roque, Diretor de Desenvolvimento Regional, disse que a obra da ponte “está se concretizando graças à viabilização da parceria engendrada entre estado, prefeitura e comunidade”.
Ele também comunicou que “a obra não é definitiva, já que há uma emenda parlamentar do Senador Márcio Bittar, no valor de oito milhões, para construir uma ponte de alvenaria que será definitiva”.

O diretor declarou que, como representante do Deracre, participou da reunião convidado pelo Prefeito Bené Damasceno e pelos produtores rurais, onde ficou decidida a substituição da aquisição de uma balsa para a travessia do rio pela construção da ponte, como também a realização da parceria por meio da qual a obra seria custeada.

Contudo, afirmou que a palavra final foi dada pelo Presidente do Deracre Petrônio Antunes, no sentido de sacramentar essa união tão decisiva para a construção da ponte que será de grande importância na integração dos moradores, tirando-os do isolamento e facilitando a circulação dos produtos.

Comentários

Em alta