Armas apreendidas durante operação.

Dando segmento desde terça-feira (24), quando recuperaram uma moto roubada durante um assalto em uma clínica dentária e identificar os suspeitos fugiram no primeiro cerco, homens do 10º Batalhão da Polícia Militar do Alto Acre, fecharam o cerco contra o ilícito na cidade de Epitaciolândia.

Durante a madrugada desta quarta-feira, dia 25, foi possível chegar aos suspeitos do assalto, inicialmente identificados como  Marcelo Augusto e Adriano, que teriam agido a mando de outras pessoas que também foram identificados posteriormente, além de serem ‘dedurados’ como pessoas que estariam traficando drogas pela cidade de Epitaciolândia, ligação com facção criminosa e aliciamentos de menores para o mundo do crime.

Foi quando os policiais cercaram uma casa no Bairro Aeroporto e perceberam que alguns suspeitos tentaram escapar pulando janela e se evadirem para o mato. Alguns foram capturados e após receberam voz de prisão, encontraram drogas, objetos e dinheiro provenientes do tráfico.

Um que tentou fugir por dentro do mato, não foi alcançado. Este deixou para trás duas armas; um revolver calibre 22 e uma pistola 9mm. Entre os detidos, um identificado como Adriano, foi denunciado por populares que estaria efetuando tiros pelo bairro deixando os moradores assustados.

Com apoio de agentes civis, outros foram localizados de posse de objetos furtados pela cidade. No relatório policial, todos iriam responder por crimes como; roubo, tráfico de drogas, formação de quadrilha e posse de arma e munição restrita.

“O acusado vinha sendo monitorado pelas equipes de investigação, ele é acusado de cometer vários assaltos na região de fronteira e é investigado por tráfico de drogas e homicídio. Tiramos de circulação esses ativos criminais e conseguimos prender essa pessoa que vinha cometendo vários delitos. Ele será colocado à disposição da justiça”, declarou o delegado Karlesso Nespoli, coordenador da regional do Alto Acre.

Veja vídeo reportagem com Almir Andrade abaixo.

Comentários