Rocha_01O deputado federal Major Rocha (PSDB), se posicionou na tarde desta quinta-feira (3) sobre as afirmações do governador Sebastião Viana (PT), que chamou Eduardo Cunha (PMDB) de bandido e culpou “a grande mídia” e a “elite tucana” pela abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Para Viana, Cunha é bandido e se for preso não será surpresa, mas o petistas condena o que ele classifica como “negação do PSDB à democracia e a defesa institucional é demais”. O petista acredita que a “elite tucana e a grande mídia conspiram contra a democracia”, ao apoiar o impeachment de Dilma.

O tucano Major Rocha rebateu as acusações de Viana. “Um governo que controla toda imprensa e gasta mais com a mídia que com a segurança pública não pode reclamar da grande mídia. A elite que ele fala deve ser aquela vai ao Acre, de jatinho pago por empresa citada nas investigações da lava jato”.

Rocha afirma que o petista não tem moral para acusar ninguém de ser bandido. “O fato é que o PT tem suas maiores lideranças presas e acusadas de corrupção. Estes petistas que foram presos usavam o mesmo modos operandi que foi descoberto na Operação G7 – que levou petistas para cadeia no Acre”.

Voltando ao cenário político nacional, o tucano afirma que “os políticos ligados ao governo do PT estão abatidos, porque não foi só Delcídio que recebeu dinheiro da Petrobras. A preocupação é saber quem será o próximo que será preso. Minha dúvida é saber se o camburão da lava vai chegar no Acre”.

O parlamentar levanta suspeitas que o dinheiro desviado da Petrobras também beneficiou políticos do Acre. “Porque foi muito dinheiro. Tenho muitas suspeitas sobre o dinheiro que foi para as campanhas do PT no Estado. Eles sempre fizeram campanhas utilizando muito dinheiro”, ressalta.

Voltando a falar do governador Sebastião Viana, Rocha dispara: “se o governador sabe que tem algum bandido na oposição, ele tem que denunciar. Porque está prevaricando se assim não fizer. Agora, do lado dele tem muitos bandidos presos. Estou afirmando isso porque foi a justiça que os condenou”, finaliza o tucano.

Comentários