Conecte-se conosco





Cotidiano

Mais de 120 policiais das forças especiais e Bope procuram em mata assaltantes que roubaram bancos em MT há duas semanas

Policiais estão em uma região de mata, atravessaram locais de difícil acesso e tiveram que passar por rios e córregos. Assalto, no estilo ‘Novo Cangaço’, ocorreu em Nova Bandeirantes (MT): moradores foram feitos reféns por quadrilha que assaltou agências ao mesmo tempo.

Publicado

em

Mais de 120 policiais das forças especiais e Bope procuram em mata assaltantes que roubaram dois bancos em Nova Bandeirantes – Foto: Divulgação

Por Denise Soares, G1 MT

Uma força-tarefa composta por cerca de 120 policiais continua as buscas pelos assaltantes que atacaram duas agências bancárias no dia 4 de junho, em Nova Bandeirantes, a 997 km de Cuiabá.

A operação, que chegou ao 14º dia nesta quinta-feira (17), conta com policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e policiais civis do Grupo de Operações Especiais (GOE) e Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Os policiais estão em uma região de mata e já percorreram toda a área rural do município. Em grupos separados, atravessaram locais de difícil acesso e tiveram que passar por rios e córregos.

A operação também continua por tempo indeterminado, com barreiras nos locais onde houve relatos de indícios e informações de presença de criminosos.

Uma força-tarefa composta por cerca de 120 policiais continua as buscas pelos assaltantes que atacaram duas agências bancárias no dia 4 de junho, em Nova Bandeirantes – Foto: Divulgação

De acordo com a Polícia Militar, durante o assalto que ganhou repercussão nacional, mais de 30 pessoas foram feitas reféns por 10 homens armados e que estavam usando roupas camufladas.

Alguns moradores foram colocados nas carrocerias das caminhonetes usadas pela quadrilha.

No assalto, ao estilo Novo Cangaço, os criminosos renderam clientes e funcionários, utilizando-os como escudo humano em frente à duas agências de crédito.

Assalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) – Foto: Divulgação

Neste tipo de crime, os grupos armados costumam atacar os bancos no período noturno, mas, desta vez, o crime acontece durante o dia.

No dia 10 de junho, quatro assaltantes de banco foram mortos em confronto com policiais do Bope. Eles estavam escondidos em uma região de mata desde o dia do assalto.

Duas agências bancárias foram alvos de assaltantes em Nova Bandeirantes – Foto: Divulgação

A Polícia Militar recuperou R$ 164.731,25 do dinheiro roubado das cooperativas de crédito Sicredi e Sicoob, alvos dos ataques da quadrilha.

Com os suspeitos foram encontradas roupas militares, armas e parte do dinheiro do roubo. As buscas vão continuar até chegar a todos os envolvidos no crime da modalidade de Novo Cangaço.

Prefeito pediu reforço na cidade

Nesta semana, o prefeito da cidade, César Augusto Perigo, afirmou que já pediu ao governo estadual reforço na segurança da cidade;

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) afirmou, por meio de nota, que é sensível a essa questão de reforço no efetivo. No entanto, aguarda autorização do governo para que se possa realizar concursos públicos na área. Até o momento, não há previsão.

Dinheiro foi recuperado pela polícia em Nova Bandeirantes — Foto: Assessoria

O prefeito afirma que em Cuiabá, só na Assembleia Legislativa, há mais policiais do que em toda a região do extremo norte do estado.

“Hoje Nova Bandeirantes tem quatro investigadores da Polícia Civil e seis policiais militares para cuidar da segurança de 21 mil habitantes. Se olharmos a quantidade de policiais que atuam na região da Assembleia Legislativa, por exemplo, vemos que o número é muito maior do que os policiais que atuam em toda nossa região. É um verdadeiro descaso do estado”, desabafou.

Comentários

Em alta