fbpx
Conecte-se conosco

Extra

Justiça realiza audiência de instrução e julgamento que pode levar o sargento Nery à Júri Popular

Publicado

em

Comarca de Epitaciolândia, onde acontece a Audiência de Instrução e Julgamento, que poderá levar sargento da PM do Acre, à Juri Popular, ou não – Foto: Alexandre Lima

Por Fernando Oliveira

Acontece entre está terça-feira e quarta-feira (26), na Vara Única da Comarca de Epitaciolândia a Audiência de Instrução e Julgamento do Sargento Nery da PM que foi denunciado pelo Ministério Publico do Acre (MPAC), em 02 de fevereiro deste ano, mas, está detido há oito meses no Batalhão de Operações Especiais – Bope, em Rio Branco.

Conforme denúncia do Ministério Público do Estadual, Sargento Nery é acusado de tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima, porte irregular de arma de fogo de uso permitido e por lesão corporal de natureza grave, contra o estudante de medicina Flavio Endres, de 30 anos. Além de desferir socos e chutes após atirar por quatro vezes à queima-roupa contra a vítima.

Ainda de acordo com a denúncia, Nery estava com duas companheiras que até então formavam o ‘trisal’ da fronteira, em um bar em Epitaciolândia no dia 28 de novembro do ano passado, quando aconteceu uma confusão entre a vítima e uma das esposas do policial.

A primeira Audiência de Instrução e Julgamento sobre o caso Nery estava prevista para acontecer dois meses atrás, no dia 09 de junho. Mas, advogada de defesa do militar, Dra. Helane Christina, apresentou um dia antes na Comarca de Epitaciolândia, um atestado médico de 30 dias, por motivos de saúde, e por isso, não poderia fazer a defesa na data marcada.

Na época, o Juiz substituto da Comarca de Epitaciolândia, Dr. Clóvis de Souza Lodi, aceitou os argumentos da defesa e adiou Audiência de Instrução e Julgamento para ser definida uma nova data.

No início do mês, a Juíza titular da Vara Única de Epitaciolândia Dra. Joelma Ribeiro Nogueira, confirmou para os dias 26 e 27 de julho, a Audiência de Instrução e Julgamento que acontece no Fórum de Epitaciolândia, e que pode levar ou não o Sargento Nery a júri popular.

A vítima Flavio Endres (e) já foi ouvido hoje pela manhã com outras testemunhas. O réu, Sargento Nery (d), será o último a ser ouvido nessa Audiência

Ao todo no processo são 19 testemunhas, sendo 16 de acusação e 3 de defesa. Destas, 15 participarão por vídeo conferência e 4 de forma presencial. Entre elas, a delegada Dra. Carla Ivane, responsável pelo inquérito policial do caso e que decretou a prisão do Sargento Nery, um dia após ele cometer, segundo o MP, o crime em 29 de novembro do ano passado.

A vítima Flavio Endres já foi ouvido hoje pela manhã com outras testemunhas. O réu, Sargento Nery, será o último a ser ouvido nessa Audiência de Instrução e Julgamento, só então a magistrada fará a pronúncia se ele vai a júri popular ou não.

O Ministério Público está sendo representado nessa audiência pelo Promotor Justiça Dr. Thiago Salomão, responsável pela suspenção da denúncia do MPAC contra o sargento Nery.

De acordo com informações do Fórum de Epitaciolândia, depoimentos serão suspensos a partir das 14 horas e retornarão amanhã, a partir das 8 horas na Comarca.

O processo segue em segredo de justiça a pedido da defesa que teve a segunda decisão favorável ao Sargento Nery em junho.

O Comando Geral da Polícia Militar do Acre divulgou uma nota de esclarecimento à época dos fatos em novembro de 2021 passado, sobre o caso do sargento Erisson Nery.

Na publicação, o Comando Geral informa que está apurando disciplinarmente os fatos e que adotará as medidas disciplinares cabíveis, ficando sob responsabilidade da Polícia Civil, a apuração criminal.

Veja a nota na íntegra.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sobre os fatos envolvendo os policiais militares Sargento Erisson Nery e Sargento Alda Radine, no município de Epitaciolândia, na noite deste sábado, 27, a Polícia Militar do Acre (PMAC) informa que está apurando disciplinarmente os fatos e tomará as medidas disciplinares pertinentes e que a apuração criminal caberá à Polícia Civil.

Esclarece que até o presente momento o policial militar Sargento Erisson Nery ainda não foi localizado, nem tampouco se apresentou, no entanto a PM continua em diligências com o fim de localizá-lo.

A instituição reafirma que não compactua com ações que firam as normas legais ou que contrariam os valores castrenses seguidos pela corporação ao longo de sua história.

Atitudes tomadas por quaisquer membros da corporação no âmbito de suas vidas institucional, e devem ser apuradas à luz do que determina a legislação.

Rio Branco-AC, 28 de novembro de 2021.

Paulo César Gomes da Silva – Coronel PM

Comandante-Geral da PMAC

Entenda o caso

Dra. Joelma Ribeiro, Juíza da Vara Criminal de Epitaciolândia responsável pelo caso negou em abril deste ano, o pedido de insanidade mental de sargento Erisson Nery e agora a defesa dele tenta derrubar decisão na Justiça. E por isso Advogada pediu ainda a suspeição da magistrada, alegando que não há imparcialidade.

Sargento Nery é acusado de atirar quatro vezes a queima roupa contra o estudante Flávio Endres Ferreira (30), em novembro do ano passado em um bar de Epitaciolândia. A vítima está com sequelas em umas das mãos e braço e após passar por cirurgia na região do abdômen e ficar internado vários dias no pronto-socorro de Rio Branco. O jovem recebeu alta médica no início de dezembro passado.

O Militar ficou famoso nas redes sociais após assumir ‘trisal’, com a mulher também sargento da PM do Acre, Alda Nery, e Darlene Oliveira. Os três moravam em Brasileia e de acordo com informações, há alguns meses a sargento fazia tratamento psicológico, quando o casal voltou a gerar polêmica ao surgir boatos de separação.

Comentários

Extra

Tri-campeã: Brasiléia retorna para a elite do futsal acreano após decisão de virada

Publicado

em

Após 18 anos, Brasiléia é Campeã pela terceira vez do Campeonato Estadual de Futsal

A Seleção de Brasiléia escreveu mais uma vez o seu nome na história do futsal acreano ao conquistar o título de campeão estadual pela terceira vez.

Na noite de sábado, 08, na quadra do bairro Ferreira Silva, a seleção Brasileense, brilhou em casa e venceu por 2×1 a equipe Pista Pega Tranqueira, representante do município de Senador Guiomard.

Os gols foram marcados por Jefferson Cássio, melhor goleiro e Giovani da Silva, artilheiro da competição.

A Prefeita Fernanda Hassem acompanhou a grade final juntamente com esposo Dr. Israel Milani, Rosana Gomes, Prefeita de Senador Guiomard, Deputado Tadeu Hassem, Presidente da Câmara Marquinhos Tibúrcio, Presidente da Federação Acreana de Futsal Rafael do Vale e o Diretor de Arbitragem Mário Jorge Ferreira de Lima.

Com um grande celeiro de craques, Brasiléia buscava esse título há 18 anos. A vitória da Seleção de Brasiléia não é apenas um marco para o esporte local, mas também um testemunho do espírito de equipe.

Cada jogador foi peça fundamental para elevar o nome da cidade.A seleção conquistou o coração e o orgulho da população que prestigiou os jogos.

A gestão municipal, liderada pela prefeita Fernanda Hassem, proporcionou todo o apoio e suporte necessário para a participação da seleção no Campeonato Estadual.

Alcione, Capitão da seleção de Brasiléia, comemorou a vitória. “Primeiramente quero agradecer a prefeita Fernanda Hassem e todos os envolvidos. Falei que iriamos trazer o último jogo para Brasiléia com intuito de buscar o título e graças a Deus ele nos honrou e agora é só comemorar”, disse ele.

O Gerente municipal de Esportes, Bil Rocha, desempenhou um papel fundamental ao estar lado a lado da seleção. Para ele a conquista do título faz parte trabalho conjunto e da dedicação, tanto dos atletas quanto da equipe de gestão esportiva.

O Deputado Tadeu Hassem parabenizou a seleção de Brasiléia e reconheceu a prefeita Fernanda Hassem pelo incentivo e apoio ao futsal.” Brasiléia hoje mostrou que é a capital do futsal. Quero a agradecer a Federação Acreana de Futsal pela belíssima organização do campeonato e parabenizar também a equipe de Senador Guiomard pela sua boa atuação. Quero reconhecer o trabalho da prefeita Fernanda Hassem que é uma incentivadora e apoiadora do Futsal”, enfatizou o parlamentar.

A prefeita Fernanda Hassem expressou sua gratidão e reconhecimento a seleção de Brasiléia, e destacou o momento especial para o esporte do Acre. “Estamos muito felizes. O time de Brasiléia deu o seu melhor, são guerreiros que elevaram o nome da nossa cidade. Agradeço à Federação, ao presidente Rafael e à equipe de arbitragem. Hoje é dia de festa, é dia de agradecer a população de Brasiléia que, mesmo em dia chuvoso, lotou a quadra. A palavra é gratidão a Seleção de Brasiléia!”, enalteceu a Prefeita.

VEJA VÍDEO INSTITUCIONAL ABAIXO:

Comentários

Continue lendo

Extra

Motorista de caminhonete perde controle, bate contra veículo e muro de mercado em Brasiléia

Publicado

em

Um acidente envolvendo uma caminhonete modelo VW/Amarok, placas NAF 8101, por volta das 9:00 desta sexta-feira, dia 8, deixou a motorista, identificada como Camila da Silva de Souza, de 24 anos, com ferimentos leves após se chocar contra a traseira de uma van de placa boliviana e o muro do mercado Frios Vilhena.

Segundo foi apurado junto a testemunhas no local, a caminhonete que ia sentido bairro/centro, pela BR 317, a motorista teria tentado desviar de um grande buraco no trecho entre o mercado e o hospital, fazendo com perdesse o controle do veículo que por pouco não se chocou na traseira de uma carreta carregada de postes.

Mais a frente, fazendo zigue-zague, teria encostado no meio-fio central e foi de encontro ao portão do mercado, onde havia a van estacionada e se chocou no poste da rede elétrica. Com o impacto, acionou o air-bag evitando ferimentos maiores.

Com a batida, a mulher teria ficado com uma das pernas presa, sendo necessário o apoio de homens do Corpo de Bombeiros do 5º Batalhão, para soltar e fosse resgatada com o apoio dos socorristas do SAMU que chegou em seguida.

Homens da Polícia Militar e do Trânsito também deram o apoio, isolando o local da batida, afim de afastar curiosos chegassem próximo à rede elétrica que teve de ser desligada para que fosse trocado o poste.

Camila foi conduzida ao hospital consciente reclamando de dores na região do abdômen, onde foi atendida e passaria por exames e não foi constatado fraturas pelo corpo. O dono da van boliviana, foi orientado para registrar o caso na delegacia afim de buscar ser ressarcido dos prejuízos.

O caso será analisado pelas autoridades competentes, que irá preparar um laudo oficial sobre o ocorrido e ver o real motivo do acidente. A caminhonete foi retirada do local posteriormente.

Comentários

Continue lendo

Extra

Após perseguição, homem é morto a tiros de metralhadora na Capital

Publicado

em

Motivação do crime aponta para guerra entre facções criminosas na região

Noite sangrenta marcou o bairro Quinze, na região do Segundo Distrito de Rio Branco, na última quinta-feira (7), quando Mauri Sérgio Silva dos Santos, conhecido como “Kamiranga”, de 35 anos, foi brutalmente assassinado com uma rajada de tiros de metralhadora. O ataque também deixou Daniel Santos, vulgo “Pira”, de 24 anos, gravemente ferido. O incidente ocorreu na rua Nossa Senhora da Conceição, conhecida como ‘Rabo da Besta’.

De acordo com relatos da polícia, a vítima fatal e o ferido trafegavam em uma motocicleta Yamaha/Factor, placa QLX-7D26, sentido centro-bairro, quando foram perseguidos por criminosos armados em um veículo Toyota/Corolla, de cor prata. Os suspeitos, que portavam armas de grosso calibre e após uma perseguição, fizeram com que as vítimas a perdessem o controle da motocicleta em uma curva, indo de encontro a um estabelecimento comercial.

Após a colisão, os criminosos  efeturaram vários tiros contra Kamiranga, principalmente na cabeça, resultando em sua morte no local. Já Daniel Santos foi atingido nas costas e no peito, sendo socorrido em estado grave por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao pronto-socorro de Rio Branco.

Testemunhas afirmam ter ouvido rajadas de submetralhadora durante o ocorrido, e cerca de 30 cápsulas de munição foram encontradas no local do crime.

Populares acionaram a polícia e prestaram os primeiros socorros às vítimas. O local foi isolado pela Polícia Militar após a chegada, que solicitou a presença da perícia criminal e dos auxiliares de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) para realizar os procedimentos necessários.

Segundo informações da polícia, Kamiranga era conhecido integrante da facção Bonde dos 13 e seria o alvo principal de um ataque planejado por uma facção criminosa rival.

A motivação do crime será investigada pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A equipe de Pronto Emprego (EPE) da Polícia Civil esteve no local, colhendo as primeiras informações para a condução das investigações.

O corpo de Mauri Sérgio foi encaminhado ao IML para os exames cadavéricos após os trabalhos periciais.

 

Comentários

Continue lendo








Em alta