fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Juiz Gilberto Matos assume a presidência da Associação dos Magistrados do Acre na sexta-feira

Publicado

em

O titular do 2º Juizado Especial Criminal da Comarca de Rio Branco (Jecrim), juiz Gilberto Matos, será empossado presidente da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac) às 10h de sexta-feira, 10. A cerimônia acontecerá no plenário do Palácio da Justiça, no Centro de Rio Branco.

No primeiro mandato à frente de uma entidade, a chapa Matos foi eleita no dia 1° de dezembro de 2022. O pleito contou pela segunda vez seguida de votação online, utilizando a inovação tecnológica para garantir agilidade na apuração.

Matos assume uma função considerada importante para a sociedade, buscando preservar as prerrogativas da magistratura para livre atuação no julgamento de processos, além de representar a magistratura nos assuntos de interesse da classe e nos diálogos com outras instituições, em prol da preservação da legalidade e da promoção dos ideais republicanos.

“É uma honra assumir o cargo na Asmac, principalmente em um momento tão sensível para sociedade, em que se busca a defesa das instituições e da democracia para a garantia de direitos constitucionais”, afirmou o representante dos magistrados.

Mesmo antes da posse, o presidente eleito, que também é Diretor de Assuntos Jurídicos da atual gestão, já vem realizando visitas institucionais representando a entidade e dialogando com as outras autoridades.

Serão empossados também a 1ª vice-presidente, a juíza Zenair Bueno, e o 2º vice-presidente, o juiz Alesson Braz, que participarão ativamente na vida associativa.

Deixa o cargo de presidente, o juiz Fábio Farias, titular da Vara Criminal de Sena Madureira. Originalmente no cargo de 1° vice-presidente, ele assumiu a gestão no final do ano passado, após o pedido de afastamento formulado pela então presidente, juíza Rosinete dos Reis, que aceitou o cargo de juíza-auxiliar da ministra Cármen Lúcia, no Supremo Tribunal Federal (STF).

Currículo

Gilberto Matos de Araújo formou-se em Direito pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) e possui MBA em Direito Empresarial pela FGV. Foi advogado e servidor público no Estado de Mato Grosso. Possui aprovação em outros concursos públicos, inclusive para Promotor de Justiça nos Estados do Mato Grosso e do Amazonas. Ele ingressou na magistratura em 2009 e, atualmente, é titular do Jecrim da capital, e atuou como juiz eleitoral da 1ª Zona (biênio 2022/2023).

O novo presidente da Asmac já foi titular das Varas Únicas das Comarcas de Plácido de Castro e Acrelândia. Ele também já atuou na Vara Criminal de Rio Branco.

Gilberto Matos possui experiência associativista, pois participou de gestões anteriores da Asmac.

Comentários

Continue lendo

Geral

Vereador foi preso depois da sessão extraordinária, crime ocorreu em 2020 e chegou ao conhecimento da polícia em 2021.

Publicado

em

Por

A prisão do parlamentar ocorreu após a sessão na Câmara Municipal de Vereadores pela Polícia Civil.

Vereador Wermyson Martins Tamburini fez uma publicação em uma rede social antes de ser preso – Foto: Arquivo pessoal

Vereador de Assis Brasil Wermyson Martins Tamburini e outros dois acusados de abusarem da vítima foram presos nesta terça-feira (28).  

Por Aline Nascimento – G1 Acre 

O vereador Wermyson Martins Tamburini (PSDB), que foi preso na manhã desta terça-feira (28) acusado de estupro de vulnerável contra um menino de 11 anos em Assis Brasil, interior do Acre. A prisão do parlamentar ocorreu após a sessão na Câmara Municipal de Vereadores pela Polícia Civil.

Os policiais cumpriram um mandado de prisão contra o vereador e outros dois acusados do crime após o caso transitar em julgado na Justiça.

Juntos, os três foram condenados a mais de 31 anos de prisão em regime fechado. Os demais acusados seriam um servidor público e um idoso. Eles foram levados para Brasiléia, também no interior, e devem ser transferidos para um presídio de Rio Branco nos próximos dias.

A reportagem tenta contato com a defesa do vereador.

O presidente da Câmara de Vereadores de Assis Brasil, Wendell Gonçalves Marques, disse que não iria comentar o assunto, que é ‘algo particular do vereador’. Ele afirmou que vai aguardar a notificação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AC) para cumprir o regimento da Casa.

“O regimento tem alguns pontos que diz o que cabe para a perda do mandato. Um dos pontos é esse tipo de coisa [prisão]. Assim que a gente for notificado a Câmara vai se manifestar. Teve sessão normal, ele estava e a prisão foi depois”, confirmou.

Comentários

Continue lendo

Geral

Duas mulheres são presas com quase 8 quilos de cocaína em Senador Guiomard

Publicado

em

Por Sandra Assunção

Duas mulheres, P.F.S e A.V.D.P. foram presas nessa segunda-feira, 27, pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Polícia Militar, com quase 8 quilos de cocaína, no município de Senador Guiomard, na BR-317. As duas estavam em um táxi que fazia o trajeto de Epitaciolândia para Rio Branco.

As equipes realizavam abordagens no Posto de Fiscalização, visando combater crimes transfronteiriços quando pararam o táxi de placas QLV-5A13 que transportava as duas.

Nas respostas aos policiais, as passageiras entraram em contradição e apresentaram nervosismo e inconsistência, gerando suspeitas. Na revista da bagagem, os policiais localizaram um fundo falso em uma das malas e nela encontraram 7,6 quilos de cocaína, avaliados em R$ 230.550 mil. A dupla foi presa em flagrante.

No sábado, 25, uma mulher foi presa no mesmo local com mais de 28 quilos de maconha do tipo skunk.

Comentários

Continue lendo

Geral

Manoel Moraes confia na integridade da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa

Publicado

em

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Manoel Moraes (PP) se posicionou durante a sessão desta terça-feira, 28, a respeito do relatório da Polícia Federal que apontava supostas irregularidades na nomeação de investigados no âmbito da operação Ptolomeu casa legislativa.

Moraes não deixou de ressaltar sua confiança na integridade da casa legislativa, afirmando: “Nós votamos, confiamos e sabemos que está sendo feito certo”. Ele também apontou que providências estão sendo tomadas para corrigir eventuais erros de comunicação com outras entidades, demonstrando um compromisso com a transparência e a correção de falhas.

Ao abordar questões de nomeação e independência política, o líder do governo enfatizou a importância de confiar nos deputados e no processo legislativo. “Essa casa é independente. Então se a pessoa fez, ele fez por alguma razão. Porque a pessoa ajudou ele, politicamente”, declarou Moraes, defendendo a autonomia da Assembleia Legislativa do Acre.

Em suas considerações finais, o deputado reiterou a importância de corrigir o que for necessário e manter a independência da casa legislativa. “A mesa vai procurar corrigir o que tiver de ser corrigido, manter o que tiver de ser mantido e ter a nossa independência”, concluiu.

Comentários

Continue lendo