Gilberto_Occhi_ministrodasCidades (1)Na tarde desta segunda-feira (24), o deputado federal Gladson Cameli (PP-AC) participou da primeira audiência com o novo ministro das Cidades Gilberto Occhi, e aproveitou oportunidade para saudá-lo e apresentar a atual situação do Acre. Durante a conversa o parlamentar tratou das diversas indicações firmadas com o ex-ministro Aguinaldo Ribeiro, e solicitou uma atenção especial no tocante a liberação dos recursos para o estado.

Gladson informou ao ministro a necessidade da antecipação em caráter de urgência dos recursos já empenhados para os municípios. O parlamentar lembrou que o Acre está vivendo uma situação de emergência, chegando ao ponto de começar a fazer racionamento de alimentos, devido ao isolamento ocasionado com as cheias dos rios e afluentes da região que voltou a subir marcando quase 12 metros.

“Acredito que juntos, podemos tentar amenizar grande parte dos problemas enfrentados pelo nosso povo. Continuarei com o compromisso de bater nas portas dos Ministérios para viabilizar os recursos necessários capazes de minimizar o sofrimento de famílias. O ministro Aguinaldo Ribeiro sempre foi muito comprometido com nosso estado, e tenho certeza que o Ministro Occhi contribuirá e muito com todos nós”, disse Cameli.

Gilberto Occhi, que assumiu a pasta na semana passada, foi categórico ao dizer que estará a disposição do deputado e irá honrar os compromissos pendentes.

“Venho acompanhando pela mídia nacional o sofrimento enfrentado pelas famílias do Acre e Rondônia, devido a cheia dos rios Acre e Madeira. Reitero meu compromisso , não só na execução das indicações extra-orçamentárias pendentes, como também me coloco a disposição do deputado Gladson para trabalhar pelo estado do Acre”, declarou o ministro.

O deputado agradeceu o ministro e disse que manterá conversa com o governador, para que fique alerta aos prazos previstos na norma acerca do conhecimento por parte do estado de emergência, decretados pelos municípios que ainda não tenham sido reconhecidos pelo Estado e que por fim sejam confirmados pela União. Dessa forma, os trâmites das liberações feitas através das pastas ministeriais serão acelerados. Gladson finalizou afirmando que este é o momento de unir forças, e se deixou a disposição do governo do estado.

Comentários