Máscaras: proteção é útil contra covid-19, mas é preciso se atentar para a forma correta (nadia_bormotova/Getty Images)
Por Tamires Vitorio / Exame
Máscaras cirúrgicas, de pano, bandanas… qual é mais efetiva na proteção contra o novo coronavírus? Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Duke, nos Estados Unidos, comparou 14 tipos de máscaras para saber qual delas era a mais efetiva. No entanto, eles descobriram que uma delas pode, na verdade, piorar a situação — e não servir para nada em termos de proteção contra o vírus.

O estudo foi feito com uma pessoa falando 10 vezes com cada uma das máscaras e também teve um grupo de controle de pessoas usando nenhuma máscara a fim de comparar o que acontece quando alguém usa algum tipo de proteção e quando alguém não usa. A descoberta, é claro, mostrou que usar máscaras é mais efetivo na prevenção contra as gotículas da covid-19 que podem ser expelidas na saliva dos infectados.

As máscaras com a maior taxa de bloqueio das gotículas são a cirúrgica e a N95, mas as de polipropileno mostraram uma efetividade bastante parecida.

Já as bandanas comuns e as tubulares não mostraram eficácia contra o SARS-CoV-2, sendo que as bandanas tubulares, comumente usadas para realizar corridas em locais frios, na verdade, aumentaram o número de gotículas que afetam o usuário, tendo um resultado pior até do que não usar máscara nenhuma.

Isso porque esse tipo de máscara é capaz de criar gotículas menores do vírus e, como elas ficam por mais tempo no ar do que as maiores, as bandanas tubulares podem causar o efeito contrário.

Apesar disso, não é recomendado deixar de usar máscaras, mas sim que se preste atenção na mais efetiva na prevenção diária contra o vírus.

Veja as orientações do Ministério da Saúde para fazer sua própria máscara em casa: 

  • Em primeiro lugar, é preciso dizer que a máscara é individual. Não pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc. Então se a sua família é grande, saiba que cada um tem que ter a sua máscara, ou máscaras;
  • A máscara deve ser usada por cerca de duas horas. Depois desse tempo, é preciso trocar. Então, o ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano;
  • Mas atenção: a máscara serve de barreira física ao vírus. Por isso, é preciso que ela tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja, dupla face;
  • Também é importante ter elásticos ou tiras para amarrar acima das orelhas e abaixo da nuca. Desse jeito, o pano estará sempre protegendo a boca e o nariz e não restarão espaços no rosto;
  • Use a máscara sempre que precisar sair de casa. Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar;
  • Chegando em casa, lave as máscaras usadas com água sanitária. Deixe de molho por cerca de dez minutos;
  • Para cumprir essa missão de proteção contra o coronavírus, serve qualquer pedaço de tecido, vale desmanchar aquela camisa velha, calça antiga, cueca, cortina, o que for.

Comentários