fbpx
Conecte-se conosco

Cotidiano

Enem 2024: disponível resultado de pedidos de atendimento especial

Publicado

em

Provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro

Os resultados dos recursos de candidatos que fizeram solicitações de atendimento especializado durante o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Os inscritos devem conferir se a solicitação foi aceita na Página do Participante do Enem, com login único do portal de serviços digitais do governo federal, o Gov.br.

Em 2024, as provas ocorrerão nos dias 3 e 10 de novembro. Pelo cronograma do exame, a divulgação do resultado final está agendada para de 13 de janeiro de 2025.

O Ministério da Educação (MEC) ainda avalia a necessidade de aplicação das provas em nova data para os participantes do Rio Grande do Sul, devido à situação de calamidade pública causada pelas chuvas volumosas que atingiram o estado nos meses de abril e maio.

Atendimento especializado

A Política de Acessibilidade e Inclusão do Inep garante atendimento especializado, além de diversos recursos de acessibilidade a participantes que os requeiram, desde que comprovem a necessidade.

Conforme o edital do Enem 2024, no ato da inscrição, os participantes que necessitam de atendimento especializado tiveram que informar a condição que motivou a solicitação, como baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, transtorno do espectro autista, discalculia, estar gestante, ser lactante, pessoa idosa, estudante em classe hospitalar (na condição de internado para tratamento de saúde).

A situação não contempla o participante do Enem que, nas datas de aplicação das provas, estiver internado para realização de partos, cirurgias ou tratamentos esporádicos.

No caso da solicitação de atendimento especializado com solicitação confirmada pelo Inep, o participante com cegueira, surdocegueira, baixa visão, visão monocular e/ou outra condição específica e tiver poderá ser acompanhado por cão-guia e será permitido o uso de material próprio, como máquina de escrever em braile, óculos especiais, lupa, luminária, tábuas de apoio, entre outros. Os recursos serão vistoriados pelo chefe de sala onde será aplicada a prova do Enem.

O participante que solicitar atendimento para deficiência auditiva, surdez ou surdocegueira deverá indicar o uso do aparelho auditivo ou implante coclear na inscrição.

Já as lactantes, nos dois dias de realização do exame, deverão levar um acompanhante adulto que ficará responsável pela guarda da criança que será amamentada durante as provas.

A organização do exame não permitirá a entrada do acompanhante e da criança após o fechamento dos portões. Ambos terão que entrar na instituição de ensino no horário regular dos demais candidatos, nos dois domingos de aplicação das provas do Enem.

O Inep esclarece ainda que a participante lactante não poderá ter acesso à sala de provas acompanhada da criança. Da mesma forma que o acompanhante da participante e a criança não terão acesso à sala de provas. Todos eles deverão cumprir os procedimentos de segurança, como ser submetido à revista eletrônica por meio do uso do detector de metais.

O edital prevê que, durante a aplicação das provas, qualquer contato entre a participante lactante e o respectivo acompanhante deverá ser presenciado por um fiscal.

Enem

O Enem foi instituído em 1998 e avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término do ensino médio.

Os participantes fazem provas de quatro áreas de conhecimento: linguagens, ciências humanas; ciências da natureza, matemática, que ao todo somam 180 questões objetivas. Os participantes também são avaliados por meio de uma redação, que exige o desenvolvimento de um texto dissertativo-argumentativo, a partir de uma situação exposta.

O exame é a principal porta de entrada para a educação superior no Brasil. Instituições de ensino públicas e privadas usam a nota obtida no Enem como critério único ou complementar nos processos seletivos de estudantes, por meio de iniciativas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (Prouni).

Os resultados também são usados para acesso a auxílios governamentais, a exemplo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

As notas individuais do Enem ainda são aceitas em processos seletivos de instituições de ensino superior de Portugal que possuem convênio com o Inep, para ingresso de estudantes brasileiros interessados em cursos portugueses.

Os acordos não envolvem transferência de recursos e não preveem financiamento estudantil pelo governo brasileiro. A revalidação de diplomas e o exercício profissional no Brasil dos estudantes formados em Portugal estão sujeitos à legislação brasileira.

Orientações

O portal do Inep conta com um site com as principais orientações para os participantes do Enem.

Há também uma seção destinada às perguntas frequentes sobre o exame. Com isso, os interessados podem conferir os questionamentos mais comuns e os respectivos esclarecimentos.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Policial Civil do Acre representa o Brasil em competição internacional e conquista quatro medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americano Master 2024

Publicado

em

Juriel ingressou na Polícia Civil do Acre aos 18 anos, em 2002, no primeiro curso integrado da instituição. Naquela época, já praticava atletismo de forma amadora, mas sem patrocínio e com recursos limitados.

Com assessoria

O Policial Civil e atleta, Juriel Maia, trouxe orgulho ao Brasil ao se destacar no atletismo master dos Jogos Pan-Americano Master 2024. A competição, realizada no início de julho na cidade de Cleveland, Ohio, viu Juriel conquistar quatro medalhas de ouro em diferentes provas.

Juriel Maia brilhou nas pistas, faturando ouro nas provas de 100 metros, 200 metros, 400 metros e no revezamento 4×100 metros. Com uma performance impecável, ele cruzou a linha de chegada em primeiro lugar em todas essas competições, demonstrando sua excelência e dedicação ao esporte.

No Pan-Americano Master 2024, Juriel Maia competiu com atletas de renome mundial e alcançou a vitória nas quatro provassem que disputou. “Não foi apenas o ouro que trouxe para meu país, foi também a superação de tudo que passei em minha vida como atleta e profissional. Essas medalhas são a coroação de ser atleta e policial civil, pois são duas paixões que tenho em minha vida”, declarou Juriel.

Juriel ingressou na Polícia Civil do Acre aos 18 anos, em 2002, no primeiro curso integrado da instituição. Naquela época, já praticava atletismo de forma amadora, mas sem patrocínio e com recursos limitados. Apesar das dificuldades, sempre sonhou em se tornar um atleta de alto nível. Graduado em Educação Física e Direito, ele dedicou-se ao trabalho e aos estudos, afastando-se temporariamente do atletismo.

O delegado-geral da Polícia Civil do Acre, Dr. Henrique Maciel, expressou seu orgulho: “É com muita altivez que recebemos a notícia de que um dos nossos policiais se destacou na área do esporte, ainda mais representando o país, nosso estado e a instituição de que faz parte. Parabenizo ao Juriel Maia, que enche a instituição de orgulho por saber que temos um atleta de alto nível faturando ouro em competições internacionais”, enfatizou.

Trajetória de Superação

Retornando aos treinos em 2007, Juriel participou de várias competições, inclusive tentando uma vaga nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Em 2012, junto com amigos, montou uma equipe de revezamento que conquistou o bicampeonato nacional dos Jogos do SESI em 2013 e 2014. Em 2015, visando as Olimpíadas, intensificou seus treinamentos e, em 2016, foi convidado a elaborar um projeto para a utilização da pista de corrida da Universidade Federal do Acre (UFAC), onde auxiliou no treinamento de outros atletas e aperfeiçoou suas próprias habilidades.

Em 2017, uma lesão o afastou das pistas por um ano, mas a persistência de Juriel o trouxe de volta ao esporte em 2023, participando e alcançando pódios no Campeonato Carioca e no Campeonato Brasileiro. Em 2024, já recuperado, ele ajustou seus treinamentos para evitar novas lesões e brilhou em competições nacionais como o Troféu Norte e Nordeste e a Copa do Brasil de Atletismo, vencendo todas as provas de 100, 200 e 400 metros e quebrando recordes.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Polícia Militar apreende submetralhadora e munições na Cidade do Povo

Publicado

em

Na noite desta terça-feira, 23, uma guarnição do 2º Batalhão da Polícia Militar do Acre (PMAC) apreendeu uma submetralhadora durante patrulhamento preventivo no Conjunto Habitacional Cidade do Povo, em uma região conhecida pela atuação de facções criminosas que frequentemente realizam atividades ilícitas, incluindo o tráfico de drogas.

Os militares patrulhavam nas imediações quando visualizaram um grupo de indivíduos aglomerados à margem da via. Ao perceberem a presença da viatura, os suspeitos dispersaram em diferentes direções. Um dos indivíduos para uma residência abandonada e, após pular o muro de outra casa, conseguiu escapar.

Ao realizar buscas na residência abandonada, a equipe encontrou a arma pronta para uso, com uma munição na câmara e um carregador contendo 30 munições intactas. Os policiais realizaram buscas nos arredores na tentativa de capturar o suspeito, mas não tiveram sucesso. A arma foi apreendida e encaminhada à Delegacia de Flagrantes (Defla) para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Grêmio Xapuriense vence o São Francisco e conquista título inédito

Publicado

em

Foto Clemerson Ribeiro: Meninas do Alto Acre e da Bolívia na comemoração oficial

O Grêmio Xapuriense venceu o São Francisco por 6 a 3 nesta quarta, 24, no Florestão, e conquistou de maneira inédita o título do Campeonato Estadual Feminino Sub-17. Os gols do título foram marcados por Thaeme (2), Vilmara, Pec, Kecia e Rosshy enquanto Bruna (2) e Luana anotaram para São Francisco.

Virada no 1º tempo

O São Francisco abriu 2 a 0 no placar no início do primeiro tempo, mas a maior qualidade técnica do Grêmio Xapuriense foi decisiva e a equipe do interior foi para o intervalo vencendo por 4 a 2.

Na segunda etapa, a equipe de Xapuri confirmou a conquista do campeonato.

Bruna é destaque

O meia/atacante Bruna, do São Francisco, um dos destaques do torneio admitiu a superioridade do Grêmio Xapuriense.

“Elas (Grêmio Xapuriense) tiveram mais vontade e o título foi merecido”, afirmou Bruna.

Primeira conquista

O técnico Thiago Luiz comemorou a conquista do título e espera um futebol forte na região do Alto Acre.

“Temos uma região com grandes atletas em várias modalidades e podemos fazer mais. A conquista deste título é importante e as atletas merecem todos os méritos”, disse o treinador do Grêmio Xapuriense.

Foto Jhon Dilva: A boliviana Pec foi um dos destaques do título do Grêmio Xapuriense

Comentários

Continue lendo