fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Em Acrelândia, investigado por três tentativas de homicídio é preso em flagrante pela Polícia Civil

Publicado

em

Na manhã desta quarta-feira, 24, a Polícia Civil do Acre (PCAC), por meio dos policiais lotados no município de Acrelândia, efetuou a prisão em flagrante de um suspeito de cometer tentativa de homicídio contra um jovem na noite de ontem, 23.

Diante dos fatos, a equipe policial iniciou as buscas, e após uma ação exitosa foi possível localizar e prender o indivíduo. Após ser dada voz de prisão, o mesmo tentou resistir, porém, foi contido pelos agentes. Com ele foram encontradas duas armas de fogo, sendo uma delas de fabricação caseira, que segundo testemunhas, provavelmente foi o artefato utilizado pelo autor na tentativa de homicídio.

“O suspeito é um criminoso reincidente, já envolvido em duas outras tentativas de homicídio, incluindo um ataque contra sua própria irmã e outro motivado por razões fúteis, causando sérios danos à vítima que teve que passar por procedimentos cirúrgicos”, informou o delegado, Dr. Dione dos Anjos Lucas.

O homem está sob custódia na delegacia de Acrelândia para a realização dos procedimentos legais, e posteriormente, o caso será encaminhado ao judiciário, buscando-se a devida responsabilização do indivíduo pelos atos cometidos.

Comentários

Continue lendo

Geral

Jovem que estava em carro que caiu de ponte na estrada do Quixadá recebe alta, mas continua sem movimento das pernas

Publicado

em

Por

Sâmia Soraya Souza de Oliveira, de 30 anos, recebeu alta na última quinta-feira (11) e já está em casa. Ela estava no carro do pastor evangélico João da Cruz, que foi jogado por um ônibus, de uma ponte da Estrada do Quixadá no dia 8 de julho.

Sâmia Soraya Souza de Oliveira, 30 anos, passou por cirurgia na Fundação Hospitalar do Acre. Foto: Arquivo pessoal

A assistente de creche Sâmia Soraya Souza de Oliveira, de 30 anos, uma das passageiras do carro que caiu de uma ponte na Estrada do Quixadá, em Rio Branco, recebeu alta na última quinta-feira (11) e já está em casa, porém ainda não recuperou o movimento das pernas. Ela fez uma cirurgia na coluna na tarde do dia 8 de julho, um dia depois do acidente, na Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre).

As informações foram confirmadas pelo marido da vítima, Madson Guido. Segundo ele, a esposa está bem e não soube dizer em que parte da coluna é a lesão da mulher. Sâmia não quis falar com a equipe de reportagem.

De acordo com Guido, o médico comunicou para a mulher que a partir de agora é necessário realizar o tratamento e ter paciência.

“Ela tem que fazer fisioterapia e aguardar o processo. Ele deu no mínimo um ano e meio de recuperação, para que ela volte os movimentos, porém não deu certeza de nada. Ela já vai começar fazer fisioterapia”, disse ele.

Acidente

Sâmia é uma das sobreviventes da colisão entre um carro e um ônibus no dia 7 de julho. Todos os envolvidos no acidente voltavam de um retiro espiritual em uma fazenda próxima ao local do acidente.

O grupo tinha passado o fim de semana na propriedade. Sâmia estava no carro do pastor evangélico João da Cruz, 46 anos, com mais duas pessoas, a filha e a sobrinha do pastor.

Ao chegar na ponte sobre o Igarapé Pirangir, o ônibus bateu no carro do pastor, que vinha na frente, e jogou o veículo com os quatro ocupantes dentro do manancial. A queda foi de uma altura de, aproximadamente, 20 metros.

Conforme depoimento do motorista do ônibus, ao chegar em uma ladeira íngreme que termina na ponte, ele perdeu o controle dos freios e colidiu com o carro que estava atravessando a ponte, no mesmo sentido.

Como o veículo caiu com as rodas para cima. Equipes do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTrans), do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas para resgatar os feridos. O motorista do ônibus também ficou ferido.

O esposo de Sâmia relata que a esposa lembra apenas de ouvir um barulho e sentir o carro sendo jogado da ponte de madeira. “Disse que iam na frente do ônibus, quando chegou na ponte escutou o impacto que jogou o carro para o lado. Ela só lembra do carro virando e caindo”, explicou.

Guido destacou também que o ônibus desgovernado atingiu ainda o carro de outro pastor que seguia mais a frente. Segundo ele, o pastor do segundo carro relatou o que aconteceu. “Falou que ouviu quando o ônibus começou a buzinar e acelerou. Quando acelerou, o ônibus bateu no carro do pastor [João da Cruz], que caiu, continuou seguindo reto e bateu na traseira do carro dele”, acrescentou.

Grupo de pessoas estava indo para uma igreja no ônibus. Foto: Rede Amazônica/Dayane Leite

Comentários

Continue lendo

Geral

Polícia Civil do Acre entrega Carteira de Identificação Nacional a Mulher Transgênero em Sena Madureira

Publicado

em

Alehandra celebrou a conquista do documento, afirmando que essa realização é um exemplo para outras mulheres trans do Acre que desejam modificar seus nomes

A entrega ocorreu nesta segunda-feira, 15, em Sena Madureira e foi recebida por Alehandra Montes Moura, que agora possui sua nova identidade registrada com o nome civil que sempre desejará

A Polícia Civil do Acre (PCAC), por meio de seu Instituto de Identificação, realizou um marco significativo na promoção da cidadania e inclusão social ao entregar mais uma Carteira de Identificação Nacional (CIN) a uma mulher transgênero. A entrega ocorreu nesta segunda-feira, 15, em Sena Madureira e foi recebida por Alehandra Montes Moura, que agora possui sua nova identidade registrada com o nome civil que sempre desejará

Alehandra celebrou a conquista do documento, afirmando que essa realização é um exemplo para outras mulheres trans do Acre que desejam modificar seus nomes. “É mais uma superação, um sonho que servirá de exemplo para mulheres trans do Acre que desejam modificar o nome”, disse.

O diretor do Instituto de Identificação, Júnior César da Silva, destacou a importância dessa ação e sua abrangência. “Este é um passo crucial para garantir que todos os cidadãos, independentemente de sua identidade de gênero, sejam reconhecidos e respeitados. A entrega desta carteira não é apenas um documento, mas um símbolo de inclusão e reconhecimento de direitos. Esperamos que essa ação inspire outras regiões a seguir o mesmo caminho”, afirmou o diretor.

Essa iniciativa reflete o compromisso do governo do Acre em promover a inclusão social e combater a transfobia, oferecendo a todos os cidadãos a dignidade e o respeito que merecem.

A entrega ocorreu em Sena Madureira e foi recebida por Alehandra Montes Moura, que agora possui sua nova identidade registrada com o nome civil que sempre desejará. Foto: assessoria

Comentários

Continue lendo

Geral

Polícia Civil do Acre prende homem por descumprimento de Medida Protetiva

Publicado

em

A equipe policial obteve informações que permitiram localizar e prender F.J.F.R no ramal do Macaxeiral 01, na zona rural de Cruzeiro do Sul. O indivíduo é investigado por crimes de ameaça, descumprimento de medida protetiva e agressão à companheira.

O homem, que já possui antecedentes criminais, inclusive uma prisão anterior por desobedecer à Lei Maria da Penha em outro relacionamento. Foto: assessoria

A Polícia Civil do Acre, através da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher e Proteção à Criança e ao Adolescente de Cruzeiro do Sul (DEMPCA/CZS), cumpriu um mandado de prisão contra F.J.F.R por descumprimento de Medida Protetiva de Urgência. O homem, que já possui antecedentes criminais, inclusive uma prisão anterior por desobedecer à Lei Maria da Penha em outro relacionamento, voltou a ser detido após ameaçar e agredir sua companheira atual

Após várias diligências, a equipe policial obteve informações que permitiram localizar e prender F.J.F.R no ramal do Macaxeiral 01, na zona rural de Cruzeiro do Sul. O indivíduo é investigado por crimes de ameaça, descumprimento de medida protetiva e agressão à companheira.

F.J.F.R foi encaminhado ao Presídio Manoel Neri da Silva e deverá passar por audiência de custódia, onde serão decididas as medidas legais subsequentes.

A ação da Polícia Civil reforça o compromisso com a proteção das vítimas de violência doméstica e a aplicação rigorosa das leis de proteção às mulheres.

Comentários

Continue lendo