fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Dois detentos são condenados por tortura seguida de morte no presídio

Publicado

em

Ozias de Souza Almeida e José Emídio Neto, terão que cumprir cada um, três anos de prisão em regime fechado.

Dos 17 presos, denunciados pelo crime de tortura seguida de morte do detento João Craveiro Chaves Junior, dois foram condenados.

Ozias de Souza Almeida e José Emídio Neto, terão que cumprir cada um, três anos de prisão em regime fechado.

A sentença é do juiz da 2ª Vara Criminal de Rio Branco Elielton Zanoli.

João Craveiro Chaves Junior, que estava preso pela acusação de homicídio foi assassinado em três de junho do ano passado, na cela 02, do pavilhão “J” do presídio Francisco de Oliveira Conde.

Consta na denúncia, que a vítima foi agredida a chutes, socos e com um cabo de vassoura até a morte.

Detento João Craveiro Chaves Junior não resistiu ao espancamento e morreu.

A intenção dos assassinos, era que João Craveiro, confessasse a autoria do furto de um droga no interior da cela 02.

Ainda dentro da cadeia, os autores do crime, teriam pedido autorização do líder de uma facção, para aplicar um corretivo na vítima, mas, que acabou em tortura seguida de morte.

Ozias de Souza e José Emídio não poderão recorrer da condenação em liberdade.

O promotor de justiça Walter Teixeira Filha, responsável pela denúncia do caso, não concordou com sentença e vai recorrer da decisão à Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre.

João Craveiro Chaves Júnior, tinha sido preso no dia 21 de julho de 2021, por investigadores da DHPP, na região do Taquari.

Ele era acusado de ser o mandante do assassinato de Evandro Silva e Silva, morto a tiros em 26 de abril de 2021 após ter a casa invadida criminosos.

Comentários

Geral

Segurança Pública prende passageiro de veículo com mandado de prisão em Senador Guiomard

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp) por meio do Grupo Especial em Fronteira (Gefron) em parceria com Polícia Civil prendeu neste domingo, 25, passageiro de veículo com mandado de prisão em uma abordagem de rotina no Posto de Fiscalização do Gefron, em Senador Guiomard.

A ação que faz parte da Operação Hórus do Programa Guardiões das Fronteiras do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), tem como objetivo medidas preventivas e ostensivas contra crimes em regiões fronteiriças.

A prisão aconteceu quando a guarnição verificava as identidades dos passageiros de um transporte coletivo intermunicipal, descobrindo-se que havia um passageiro com um mandado de prisão expedido pela Vara Única Criminal de Bujari.

A ação integrada com a Polícia Civil do Acre resultou em uma prisão com mandado de prisão cumprido.

Comentários

Continue lendo

Geral

PM prende dupla por corrupção de menores e apreende arma em Porto Acre

Publicado

em

A Polícia Militar do Acre (PMAC), por meio do 3º Batalhão, apreendeu uma arma de fogo e um simulacro de pistola na noite deste sábado, 24, na Vila do Incra, município de Porto Acre. Dois homens foram presos.

A guarnição realizava o patrulhamento quando avistou quatro pessoas fazendo o uso de entorpecentes no interior de um comércio abandonado. Feita abordagem, constataram que se tratava de dois homens, ambos de 18 anos, e de dois adolescentes, de 15 e 16.

Após buscas no local, foi encontrada uma escopeta de fabricação artesanal, calibre .28, e um simulacro tipo pistola, cor preta, além de duas munições.

Os dois indivíduos foram presos e, juntamente com os dois menores e os itens apreendidos, bem como os resquícios da droga (aparentando ser maconha) que estava sendo usada, conduzidos à Delegacia de Flagrantes (Defla), para os procedimentos legais.

Comentários

Continue lendo

Geral

Após assalto homem pula no Rio Acre acaba preso pela Polícia Boliviana e entregue ao Brasil

Publicado

em

Uma ação integrada neste sábado, 21, resultou na prisão de um homem suspeito de participar de vários roubos na região inclusive um roubou a uma loja que vende celulares na cidade de Epitaciolândia. A prisão ocorreu no bairro Mapajo, na cidade de Cobija-BO.

O homem de 29 anos, identificado pelas iniciais A.J.R.J., de nacionalidade brasileira, cometeu um roubo – crime conhecido popularmente como assalto, momentos em que passava uma viatura policial que, após avistar os policiais, o individuo empreendeu fuga pulando dentro do rio Acre e fugiu para o território Boliviano e em seguida a Polícia Boliviana foi acionada.

Os policiais brasileiros informaram as características do infrator e os militares intensificaram o patrulhamento e localizaram o acusado. O armamento usado no delito não foi localizado, segundo o delinquente, após pular no rio a arma teria caído.

Diante dos fatos, as autoridades do país vizinho protocolaram a extradição do país e os entregaram na ponte que liga Epitaciolândia à Cobija.

O mesmo aguarda sua transferência para o presídio na capital acreana já que existia um mandado de prisão em seu desfavor.

Comentários

Continue lendo






Em alta