Por Fernando Oliveira/ASCOM

O Seminário de Fortalecimento da Rede Fórum 2020, dos Direitos das Criança e Adolescentes (DCA) é o meio de mobilização da sociedade pela defesa dos direitos da infância. O encontro visa fortalecer as políticas voltadas para o público infanto-juvenil e captar propostas e ideias para serem colocadas em prática.

O tema do Seminário foi “Sistema de garantia e defesa dos Direitos das Crianças e do Adolescentes no Acre e o marco regulatório das organizações da sociedade civil”.

Esteve presente no evento no Centro Cultural Sebastião Dantas nesta quarta-feira,12, prefeito de Epitaciolândia Tião Flores, vice Prefeito de Brasileia Carlinhos do Pelado representando a prefeita Fernanda Hassem, vice presidente da Câmara Municipal, vereador Marquinho Tibúrcio e os vereadores Antônio Francisco e Edu Queiroz , secretários municipais, conselheiras tutelares, autoridades militares, estudantes, coordenadora estadual do fórum Sarah Farhat, sociedade civil organizada e os representantes do municípios do regional do Alto Acre (Capixaba, Xapuri, Epitaciolândia, Brasileia e Assis Brasil).

Quando falou aos presentes, o vice presidente da Câmara Marquinho Tibúrcio reafirmou o compromisso do Poder Legislativo do município em trabalhar em conjunto com a comunidade e toda a rede de defesa dos direitos das crianças e adolescentes tendo como base a valorização da família e a Educação. “Reafirmo o nosso compromisso da Câmara Municipal em trabalhar Juntos com comunidade e toda a rede de proteção de nossas crianças e jovens em defesa de garantir a Lei que já existe no Estatuto da Criança e do Adolescente-ECA, mais não podemos nos esquecer a base de tudo isso que é a família e a educação. Essa pode ser a nossa maior contribuição para um amanhã melhor para todos”, concluiu o parlamentar.

O vice-prefeito Carlinhos do Pelado ressaltou a importância da realização do fórum. “Apesar de toda a conjuntura negativa em que muitos jovens e adolescentes do nosso Estado estejam vivenciando estamos em busca de construir uma unidade entre as entidades da sociedade civil, para que possamos encontrar soluções e avanços nas melhorias para a construção de um futuro melhor para nossas crianças e adolescentes”, falou Carlinhos do Pelado.

A coordenadora estadual dos fóruns ressaltou o trabalho realizado em todo o Estado. “É de grande relevância o fortalecimento das Políticas Públicas na área da Infância e da Adolescência, e consequentemente das ações desenvolvidas por essas organizações contemplando já que em cada município acreano a realidade é diferente de um para o outro, a partir daqui vamos levar as propostas apresentadas para a conferência estadual e com isso garantir a Promoção, Proteção e Defesa e Garantia de Direitos de Crianças e Adolescentes do Estado do Acre”, destacou Sarah.

Comentários